segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Gripes e Resfriados: Frutas sazonais ajudam a proteger o organismo


Gripes e resfriados
Atualização diária  20 de agosto de 2018
NOTÍCIAS
Medicamentos isentos de prescrição geram economia anual de R$ 364 milhões para o SUS
... usados em casos de obstrução das vias aéreas, causada por doenças como rinite e sinusite e, também, por reações alérgicas, gripes e resfriados.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Frutas sazonais ajudam a proteger o organismo
Já em relação a gripes e resfriados, que são mais recorrentes durante o Inverno, o combate deve ser feito por meio de frutas ricas em vitamina C e ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Receita para um café da tarde especial
Caprichar na ingestão de vitamina C – presente na banana nanica -, é uma estratégia para prevenir gripes e resfriados. A nutricionista, Bruna Pavão, ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Saúde em Belo Horizonte/MG: Simpósio organizado por estudantes debate atuação do farmacêutico no SUS

Saúde em Belo Horizonte/MG
Atualização diária  20 de agosto de 2018
NOTÍCIAS
Simpósio organizado por estudantes debate atuação do farmacêutico no SUS
... da secretaria executiva do Conselho Municipal de Saúde de Belo Horizonte. ... da saúde mental, a pesquisa clínica no Brasil e a judicialização da saúde e ... a estudantes de Farmácia e a profissionais de outras áreas da saúde.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Saúde intergrativa: Programa Saúde Integrativa envolve cerca de 200 profissionais em Mercedes


Saúde integrativa
Atualização diária  20 de agosto de 2018
NOTÍCIAS
Programa Saúde Integrativa envolve cerca de 200 profissionais em Mercedes
Com objetivo de proporcionar maiores informações sobre o cuidado com a saúde, incentivando a mudança de cultura focada em hábitos saudáveis, ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Especialista afirma: Pare de fazer dieta!


Psicóloga especialista emagrecimento afirma que o segredo do emagrecimento não está nas dietas, mas sim em fazer as pazes com os alimentos e comer de forma intuitiva

O significado da “AlimentaçãIntuitiva

Criado pelas nutricionistas americanas, Evelyn Tribole e Elyse Resch, o comer intuitivo é um conceito que visa uma relação mais saudável com o alimento e ensina as pessoas a conhecerem seus próprios corpos. Ele tem como objetivo desenvolver uma “sabedoria corporal”, por meio de evidências físicas e emocionais, que permitam as pessoas a reconhecer suas reais necessidades em relação ao alimento e evita o transtorno do comer de forma compulsiva.
Saber reconhecer e distinguir a fome física da emocional é muito importante para aprender a lidar com os alimentos de forma correta e sem compulsão. Entender o quanto um alimento é importante naquele momento para você e para o seu corpo, é a única forma de consumi-lo sem culpa e sem descontrole, o que de fato é responsável para o aumento do peso na balança.
“Não é a ingestão do chocolate ou do pedaço de pizza que te faz engordar, mas sim como, quanto ou quando você faz isso. Sentir prazer em comer uma pizza, uma sexta à noite, na companhia dos amigos é fundamental para o nosso bem-estar. O que não pode é comer de forma descontrolada, e as vezes até escondido, inúmeros pedaços de pizza ou chocolate em um momento de ansiedade ou tristeza sozinha em casa”, declara Sorella.
A alimentação intuitiva tem como foco principal desenvolver o hábito de comer em horários regulares, de forma pensada e programada, buscando encontrar prazer, no lugar da culpa, ao fazer uma refeição. Abandonar dietas restritivas é o primeiro passo para se manter magra, saudável e feliz.
A psicoterapeuta Sorella Mendes é idealizadora do Método de Emagrecimento Mente Magra. Um projeto que visa ensinar, principalmente as mulheres, o caminho mais fácil e definitivo para emagrecer e sair do efeito sanfona. Com a união de profissionais de diversas áreas (nutricionista, psicóloga e coach em emagrecimento), o projeto tem como base a psicologia e, até mesmo técnicas de hipnoterapia, para fazer com que as mulheres façam as pazes com os alimentos e possam a voltar a amar seus corpos.


Agosto/2018 – Segundo pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Nutrologia em vários consultórios médicos espalhados pelas principais capitais do país, dos 503 pacientes entrevistados, entre agosto e setembro do ano passado, 77% já fizeram algum tipo de dieta por conta própria e 21,6% afirmaram estar em sua quarta tentativa.
Os dados, apesar de ser uma amostra pequena, refletem a dificuldade que milhares de brasileiros, principalmente as mulheres, enfrentam diariamente quando o assunto é emagrecimento. Ainda, segundo a amostra levantada, os tipos de dietas mais realizadas pelos participantes são Cetogênica e Low Carb (30%), Detox (19,1%), Dukan (15,7%), Hiperproteica (13,3%) e Sem Glutén (12,9%).
De acordo com a psicoterapeuta Sorella Mendes, as dietas só aumentam a compulsão alimentar dos pacientes. “Fazer dieta engorda e a prova disso é ver quantas pessoas passam a vida toda de dieta e nunca conseguem ficar magra. ”, afirma.
Quando decidimos perder peso, automaticamente nosso cérebro já pensa em quais alimentos devem ser cortados da dieta. Carboidratos, doces e gorduras, considerados os vilões do emagrecimento, são os primeiros a serem removidos. Porém, de acordo com Sorella, que também atua como coach de emagrecimento, ao cortar um alimento que se gosta ou que tem algum valor afetivo de forma drástica, a compulsão pode ser despertada e o paciente pode voltar a comer o alimento de forma descontrolada, o que anula todo o esforço da privação e acaba com qualquer dieta.
“Não existe dieta milagrosa, existe alimentação intuitiva. É preciso conhecer o próprio corpo, respeitar suas necessidades, aprender a lidar com as emoções sem associá-las à comida e descobrir novos estímulos de satisfação e prazer. Quando se faz as pazes com os alimentos é possível eliminar peso sem viver uma vida de dieta e privações. ”, afirma a psicoterapeuta.
As pesquisas existentes sobre “Alimentação Intuitiva” ainda estão em crescimento e estão focadas principalmente nas mulheres como público alvo. Até o momento, já existem estudos que mostram a ligação da alimentação intuitiva a atitudes psicológicas mais saudáveis, menor IMC e manutenção do peso.


A nova cara do câncer e as mudanças no perfil do paciente oncológico são temas de discussão em Brasília. Um "câncer" custa hoje R$ 30 mil ao SUS




Especialistas reúnem-se para debater sobre a Medicina Personalizada, o caminho sem volta nos tratamentos de tumores e o seu impacto nos sistemas de saúde público e privado

As características pessoais de cada indivíduo e a biologia específica de cada tumor representam hoje as balizas para garantir tratamentos oncológicos com maiores índices de sucesso e que proporcionam melhor qualidade de vida aos pacientes. São vários os benefícios obtidos com os avanços tecnológicos e o conhecimento científico ocorridos nas últimas duas décadas. O cenário mundial e o que já está disponível no Brasil e como os sistemas público e privado podem fazer uso dessa evolução são temas do II Fórum de Medicina Personalizada, que o Instituto Lado a Lado pela Vida realiza em Brasília, no dia 21 de agosto, no auditório da Fiocruz (Campus Universitário Darcy Ribeiro).

O marco inicial para esta revolução na Medicina foi o sequenciamento do genoma humano, que trouxe informações sobre os genes, suas mutações, funções específicas e suas intrincadas vias de sinalização, levando a comunidade médica a compreender melhor a história natural de diferentes tipos de doenças.

“Como consequência, passamos a prevenir, detectar precocemente e tratar o paciente de forma mais acurada, tornando o sonho da Medicina Personalizada uma realidade”, afirma Dr. Marcelo Cruz, oncologista e membro do comitê científico do Instituto Lado a Lado pela Vida, recém chegado ao Brasil após dois anos de pós-doutorado na Northwestern University, em Chicago (EUA).

Segundo ele, a Medicina Personalizada - ou de precisão, baseia-se em oferecer o tratamento mais adequado utilizando o máximo de informações possíveis sobre as características de cada paciente. “O Projeto do Genoma Humano, finalizado em 2003, possibilitou análises genéticas que auxiliam no melhor entendimento da doença, o que é fundamental para seleção da terapia adequada, otimizando a eficácia do tratamento”, revela Dr. Cruz.

Hoje, pacientes com câncer de mama, ovário, pulmão, melanoma, leucemia e outros tumores, recebem análises moleculares dos tumores com objetivo de definir a terapia-alvo mais aderente ao seu caso. O oncologista fará a abertura do Fórum e abordará, por exemplo, que existem muitas variações dos mecanismos de metabolização de drogas entre os indivíduos e, por isso, o conceito tradicional de utilizar a mesma classe de medicamento em uma dosagem uniforme para todos os pacientes nem sempre é o mais  apropriado.

Não se trata de um fato exclusivo da área de Oncologia. Dr. Cruz ressalta que cerca de 40% dos pacientes com depressão, 50% dos pacientes com artrite e 40% dos pacientes com diabetes não respondem ao tratamento inicial. “Isso ocorre porque existem variações nos genes que codificam enzimas metabolizadoras de drogas, agentes transportadores ou alvos dos medicamentos”.

São inúmeros os benefícios da Medicina Personalizada. Entre eles, o oncologista cita a identificação de pacientes de risco e desenvolvimento de estratégias mais eficazes de prevenção e detecção precoce, seleção do tratamento mais adequado com aumento da qualidade de vida e da sobrevida do paciente, minimização de efeitos colaterais, elevação das chances de cura, possibilidade de novos tratamentos para o câncer já em estágio avançado e o grande desafio de impactar na redução dos custos com a saúde.



Medicina Personalizada no SUS e no Sistema Privado: sonho possível

Atualmente, o Sistema Único de Saúde baseia-se no modelo tradicional, oferecendo o mesmo tratamento a todos os pacientes, seja qual for a doença. Esta forma de atendimento vem limitando a incorporação de novas tecnologias e tratamentos avançados, além de custar caro para o País. A mudança de paradigma trazida pela Medicina Personalizada abre a discussão da importância de identificar os pacientes que realmente precisam de tratamentos avançados.

“A Medicina Personalizada tem potencial para reduzir o custo relacionado à saúde globalmente”, diz Dr. Cruz. Segundo uma pesquisa publicada na Asco (American Society of Clinical Oncology), ao utilizar um medicamento que funciona para todos, o custo semanal de um paciente com câncer é de US$ 3.501, enquanto com a Medicina Personalizada essa despesa é reduzida para US$ 3.204.

“Não há dúvida de que a individualização dos tratamentos transformará o cenário da saúde no Brasil, não somente no que se refere ao Sistema Único de Saúde (SUS), como também no impacto que terá para a viabilidade econômica dos planos de saúde. Sem falar nas decisões de investimentos em P&D que a indústria farmacêutica e de equipamentos planejará”, finaliza Marlene Oliveira, presidente do Lado a Lado pela Vida.

Programação

Além de Marlene Oliveira e Marcelo Cruz, marcarão presença no II Fórum de Medicina Personalizada os oncologistasArilto Eleutério da Silva Júnior; Fernando Costa Santini e Igor Morbeck;  além da patologista Katia Ramos M. Leite e do geneticista Rodrigo Guindalini. Representando a Secretaria de Atenção à Saúde (SAS), estará presente Sandro Martins, e Vania Cristina Canuto Santos, participará pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, ambos do Ministério da Saúde, para discutir como será possível abrir caminho para uma gestão da saúde coerente com os avanços que a medicina proporciona para os tratamentos de câncer.

Todas as doenças: Compulsão Alimentar: o mal do século

Google
Todas as doenças
Atualização diária  20 de agosto de 2018
NOTÍCIAS
'Dia D' mobiliza pais para vacinação contra sarampo e poliomielite
A gente nem esperava o retorno dessas doenças. Estamos que estar sempre antenadas para proteger nossos filhos. É necessária para evitar todas ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Dia D de vacinação mobilizaa população de Rio Preto
O Ministério da Saúde oferece todas as vacinas recomendadas pela ... Ao todo, são 19 para combater mais de 20 doenças, em todas as faixas etárias ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Compulsão Alimentar: o mal do século
A integração de tratamentos alternativos busca auxiliar e orientar na superação dessa doença de todos os ângulos possíveis. Sintomas.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Caraguatatuba vacina cerca de 60% das crianças contra Paralisia Infantil e Sarampo
Durante a semana, a cidade segue com a vacinação contra todas estas doenças em 10 UBSs distribuídas entre os bairros Massaguaçu, Jetuba, ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Casal de Mulheres Luta Para Conseguir Guarda de Criança
Mesmo sabendo de todas as doenças da mãe biológica e cientes de que Maria viria a ter diversas complicações por conta das doenças e uso do ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Prefeitura abre todos os postos de saúde no Dia D de Vacinação garantindo ampla cobertura
E se podemos preveni-los de doenças tão graves como estas não podemos vacilar. Eu jamais deixo de leva-los em todas as campanhas que ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Jornal de Saúde informa

Até quando juiz poderá passar por cima da Constituição do STF e soltar liminar que fere o Direito de expressão e a liberdade de imprensa?

Grande equívoco de juiz, ao proibir a Globo de noticias matérias do processo do Assassinato de Mariele Franco e Anderson Gomes. Não podemo...

Jornal de Saúde