quarta-feira, 6 de junho de 2018

[CEEAPBH] Atividades de Educação Ambiental - JUNHO de 2018 - CEEA/SMMA/PBH - Sala Verde

Índice de mulheres que desenvolvem doença celíaca é maior que de homens


Sintomas não-digestivos são comuns, mas não são os únicos
O mês internacional de conscientização da doença celíaca (Maio) acabou mas a atenção sobre os fatores relacionados à doença celíaca continua. Os especialistas destacam uma delas, em especial: as mulheres são as mais afetadas pela intolerância ao glúten. A proporção é de duas para cada homem. Estudos apontam que até 70% das pessoas diagnosticadas atualmente são do sexo feminino.
A doença celíaca é uma desordem autoimune, desencadeada pela ingestão de glúten, agredindo o sistema digestivo. Com o tempo, as paredes do intestino vão inflamando, atrofiando e perdem a capacidade de absorver nutrientes, como o cálcio e o ferro dos alimentos, podendo levar à morte se não for diagnosticada e controlada.
“Na doença celíaca há o componente imunológico que faz com que a mucosa do intestino se inflame. Isto gera a perda da integridade deste órgão, com o consequente prejuízo na absorção de algumas vitaminas e minerais. Desta forma, há um prejuízo orgânico enorme”, explica o médico gastroenterologista, especialista em nutrição e membro do Colégio Brasileiro de Cirurgia Digestiva, Fernando Valério.
A boa notícia é que, apesar de não ter cura, os celíacos recuperam seu bem-estar e qualidade de vida por meio de uma alimentação completamente isenta de glúten e, dessa maneira, ficam distantes de sintomas como diarreia, fadiga, anemia, entre outros.
Fatores genéticos explicam a maior prevalência das mulheres. Além disso, culturalmente o público feminino é mais propenso a investigar os seus problemas de saúde, aumentando a chances do diagnóstico. Em contrapartida, as mulheres demoram mais que os homens para apresentar e sentir os sintomas da doença, o que torna o diagnóstico tardio.  
Estudos mundiais sobre a doença realizados pelo Instituto Dr. Schär revelam ainda que mais de 40% das mulheres relataram "outros" sintomas celíacos, incluindo distúrbios do ciclo menstrual, anemia, osteoporose, tireóide, entre outros. Metade das mulheres que relataram especificamente distúrbios do ciclo menstrual, disseram que seus problemas relacionados ao ciclo, se desenvolveram antes de qualquer outro sintoma da doença celíaca.
“Claro que, se você tem um problema com o seu período menstrual, existem muitas causas potenciais além da doença celíaca. Mas, a pesquisa indica que as mulheres - especialmente aquelas com predisposição para a doença, devem ficar de olho em mais do que apenas sintomas digestivos”, esclarece o especialista.
Anemia, osteoporose, tireóide? Tudo isso pode representar um indicio de doença celíaca
A anemia, que é comum em mulheres em idade fértil, também aparece com frequência em mulheres com doença celíaca não diagnosticada - em um estudo desenvolvido médica especialista americana em doença celíaca e sensibilidade ao glúten, Jane Anderson, observou-se que 40% das mulheres relataram anemia antes de seus diagnósticos celíacos.
“É um sintoma bastante comum que alguns médicos rotineiramente testam quando uma pessoa sofre de anemia inexplicada. As deficiências nutricionais - especificamente, os problemas que absorvem o ferro - são consideradas a causa”, observa o Dr. Fernando Valério.
A doença celíaca não diagnosticada também eleva significativamente o risco de osteoporose. Novamente, deficiências nutricionais relacionadas a problemas de absorção de nutrientes - desta vez, deficiências em vitamina D, cálcio e magnésio - provavelmente são os causadores.
As mulheres também sofrem com maior recorrência de distúrbios da tireoide, outro conjunto de condições ligadas à doença celíaca. Até 7% das pessoas com doença autoimune da tireoide - incluindo a Doença de Graves e a Doença de Hashimoto - podem ter doença celíaca e, em algumas delas, a doença celíaca não causa nenhum outro sintoma.
Outra enfermidade mais comum entre as mulheres, a esclerose múltipla (MS) pode também estar relacionada à doença celíaca, mas nessa condição, as ligações potenciais são menos claras - alguns estudos mostraram taxas mais altas de doença celíaca em homens e mulheres com esclerose múltipla, enquanto outros não. No entanto, alguns portadores da doença relatam melhorias em suas condições quando seguem a dieta sem glúten.
Por este motivo alguns considerem a doença celíaca como um "camaleão clínico" - ela pode aparecer com mais de 100 sintomas diferentes ou, no caso da "doença celíaca silenciosa”. O diagnóstico é concluído com exames de sangue específicos anti-transglutaminase lgA e antiendomísio lgA e lgG e uma biópsia feita por meio de uma endoscopia digestiva alta.
Sobre o especialista
O Dr. Fernando Valério é especialista em gastroenterologia, proctologia, nutrologia e nutrição.


Segunda sem carne, receitas deliciosas para limpar o intestino da carne, leia


Quase Vegetariano – Segunda sem carne

../Imagens/Nhoque%20de%20Abóbora.jpg

NHOQUE DE ABÓBORA COM BRÓCOLIS E CEBOLA ROXA  
PRÉ-PREPARO + COZIMENTO 30 MINUTOS | PARA 4 PESSOAS
As hortaliças crucíferas, como os brócolis, têm papel importante na alimentação, oferecendo uma gama de nutrientes e antioxidantes que ajudam a prevenir o câncer. Você pode substituir os brócolis por couve, que é da mesma família.

INGREDIENTES
  • 500 g de nhoque de abobora comprado pronto
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 2 cebolas roxas medias (340 g) cortadas em 6 pétalas
  • 60 g de manteiga
  • 1 dente de alho amassado
  • 2 colheres (chá) de tomilho fresco
  • 200 g de brócolis cortados ao meio no sentido do comprimento  
  • 40 g de queijo de cabra (macio) esfarelado
MODO DE PREPARO
  1. Cozinhe os nhoques em uma panela grande com agua fervente, sem tampar, ate ficarem macios. Escorra, reservando ¾ de xicara (180 ml) do liquido do cozimento. Espalhe-os sobre uma assadeira, formando uma camada única.
  2. Leve uma frigideira grande ao fogo alto. Esquente o azeite e refogue a cebola, mexendo de vez em quando, ate ela murchar. Retire-a da frigideira.
  3. Devolva a frigideira ao fogo alto com metade da manteiga; junte metade da quantidade de nhoques; refogue-os na manteiga por 3 minutos ate dourarem. Retire-os da frigideira. Repita o processo com o restante da manteiga e dos nhoques.
  4. Na mesma frigideira, desta vez em fogo médio, devolva a cebola refogada e junte o alho, o tomilho e os brócolis; refogue, mexendo sempre, ate os brócolis ficarem quase macios. Devolva os nhoques a frigideira junto com um pouco da agua do cozimento, o suficiente para cobri-los; tempere com sal a gosto. Espalhe o queijo de cabra por cima e sirva.
DICA
Na etapa 4, substitua a agua do cozimento por ⅔ de xicara (160 ml) de creme de leite fresco.

../Imagens/Cuzvuz%20de%20Couve-Flor.jpg

CUZCUZ DE COUVE-FLOR COM HOMUS DE CENOURA ASSADA (PAG139)
PRÉ-PREPARO + COZIMENTO 45 MINUTOS | PARA 4 PESSOAS

INGREDIENTES
  • 900 g de couve-flor (sem folhas e talos) picada grosseiramente
  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 2 colheres (sopa) de cominho em pó
  • ½ colher (chá) de cardamomo em pó
  • ⅓ de xicara (45 g) de pistache sem casca torrado sem sal picado
  • ⅓ de xicara (50 g) de pignoli tostados
  • ½ xicara (100 g) de sementes de romã
  • 1 xicara de salsinha fresca picada grosseiramente
  • 1 xicara de hortelã fresca picada grosseiramente
  • ½ xicara (60 g) de physalis desidratada (ver dicas)
  • 1 colher (sopa) de casca de limão-siciliano bem picada
  • 1 limão-siciliano médio (140 g) cortado em quatro

HOMUS DE CENOURA ASSADA
  • 3 cenouras medias (360 g) picadas grosseiramente
  • 2 colheres (chá) de azeite
  • 300 g de homus
  • 1 colher (chá) de casca de laranja ralada fina

MODO DE PREPARO
  1. Prepare o homus de cenoura.
  2. Bata a couve-flor no processador ate ficar com aspecto de cuscuz marroquino. Leve uma panela grande ao fogo médio e acrescente o azeite. Mexendo sempre, refogue a couve-flor por 5 minutos ou ate começar a murchar. Adicione o cominho e o cardamomo; cozinhe por 1 minuto ou ate o refogado começar a soltar seu aroma. Tempere com sal a gosto.
  3. Em uma tigela grande, misture a couve-flor refogada, o pistache, os pignoli, as sementes de romã, a salsinha, a hortelã, as physalis e a casca de limão. Sirva com o homus e o limão.

HOMUS DE CENOURA ASSADA
Pré-aqueça o forno a 180 °C. Coloque as cenouras em uma assadeira forrada com papel-manteiga. Regue com um fio de azeite. Asse por 40 minutos ou ate as cenouras ficarem macias; deixe esfriar um pouco. Bata as cenouras no liquidificador ou processador com os ingredientes restantes ate formar um creme liso e homogêneo. Tempere com sal a gosto.
DICAS
A physalis, quando fresca, e do tamanho de um tomate-cereja e vem naturalmente enrolada em uma folha parecida com papel. Desidratada, tem sabor azedinho e cítrico. E rica em proteínas (considerando que e uma fruta), fibras e antioxidantes. Caso não encontre, pode substituir por cranberries desidratadas ou 1 laranja media descascada e cortada em gomos.

Prestadora de serviços por aplicativo é multada em R$ 1 milhão por descumprir legislação trabalhista


logo
FISCALIZAÇÃO

Empresa do Grupo Movile, que controla marcas como iFood e Spoonrocket, tem até o dia 19 de junho para regularizar situação de trabalhadores

A Superintendência Regional do Trabalho de São Paulo (SRT-SP) autuou a Rapiddo, empresa do Grupo Movile, holding que controla marcas como iFood e Spoonrocket, e que utiliza plataformas tecnológicas de serviços sob demanda via aplicativos de smartphones. A mesma tecnologia e modelo de negócios é utilizada, por exemplo, nos aplicativos de serviços de transportes de passageiros.

Após as investigações, auditores-fiscais do trabalho expediram 14 autuações e duas notificações. Entre as irregularidades estão a falta de registro na carteira profissional dos motociclistas e recolhimento do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Somados, os valores de multa e FGTS podem chegar a R$ 1 milhão.
Os auditores consideraram o comportamento da empresa durante um ano e uma amostragem de 675 trabalhadores. A empresa foi notificada e tem até o dia 19 de junho para regularizar a situação dos motociclistas, sob pena de nova autuação. O auditor-fiscal Sérgio Aoki explica que a empresa ocultava a relação de emprego com os motoboys ao defender que se tratava de um aplicativo de smartphone para facilitar a captação de clientes.
Para a fiscalização, a atividade principal da Rapiddo é o próprio serviço de entregas, sendo a programação de aplicativos o instrumental para esse negócio. “A empresa vende ao cliente final um serviço de entregas rápidas com preço e produto definidos por ela mesma. O cliente e o trabalhador não negociam entre eles e somente são conectados após a aprovação de ambos. O preço é sempre estipulado por meio de uma tabela definida pelo sistema. Portanto, não há agenciamento”, afirma Aoki, que coordenou a fiscalização.

Segundo os fiscais, todo o procedimento de entregas era monitorado pelo aplicativo, assim como os passos que o motociclista deveria efetuar para realizar o trabalho. “Qualquer situação relevante que ocorria durante a corrida devia ser informada, e qualquer passo errado dado pelo trabalhador era identificado e consequentemente punido, com queda em sua pontuação”, ressalta Aoki.

A investigação - Esse sistema de pontuação dos trabalhadores com estrelas que vão de um a cinco é utilizado pela Rapiddo para monitorar a qualidade do atendimento dos trabalhadores e até de puni-los com o desligamento da plataforma. Essa pontuação leva em conta critérios comocheck-ins em locais corretos, coletas e entregas no prazo e avaliação dos clientes. "Veja que o sistema de avaliação não é utilizado pelo cliente da Rapiddo para identificar na Plataforma o motofretista que poderá melhor prestar o serviço. O cliente, aliás, nem sabe quem o atenderá e muito menos sabe sobre a sua avaliação. O sistema de avaliação é utilizado pela Rapiddo para controlar e punir os trabalhadores, o que confirma o poder diretivo da empresa", afirma Aoki.
Segundo o auditor, outro argumento que prova a relação de emprego é a tabela de preços imposta pela empresa unilateralmente. “É inconcebível que um trabalhador autônomo não possa dizer o quanto vale o seu serviço”, explica.

Além disso, a empresa utiliza o expediente de agendamento para o atendimento de entrega de alimentos prontos, o delivery. "Esse sistema de agendamento consiste no cadastramento de trabalhadores para que fiquem disponíveis em determinadas regiões e horários e cumpra um número mínimo de entregas nos locais onde há maior número de chamados, mediante remuneração. Assim, a Rapiddo garante aos seus clientes que um determinado número de trabalhadores irá cobrir a sua região, para ter qualidade no atendimento. Não há dúvida de que isso constitui em mais uma das faces do poder diretivo do empregador. Inclusive, o sistema de agendamento é um dos diferenciais oferecidos aos clientes dos serviços prestados pela empresa", afirma Aoki.
Sobre a possibilidade de os trabalhadores aceitarem ou recusarem as chamadas, a equipe de fiscalização concluiu que o fato não exclui a configuração da relação de emprego. "O grande segredo da Rapiddo e dos aplicativos que utilizam esta logística de prestação de serviços é constituir um número de trabalhadores em sua base que possibilite que cada componente, cada trabalhador contribua com a medida exata de tempo de sua força-trabalho, sem que isso comprometa a continuidade e a demanda de serviços exigida pelos seus clientes. O equilíbrio da força-trabalho com a demanda de serviços é controlado por meio da inteligência do algoritmo da plataforma e do sistema de agendamento imposto pela empresa", afirma Aoki.

Aoki acrescenta: "Se há um tempo falávamos em outsourcing para caracterizar a externalização dos processos de produção e de prestação de serviços, no caso desse modelo de negócio praticado pela Rapiddo, estamos falando em crowdsourcing, que se constitui num modelo de alocação de serviços em nuvem, realizada por uma multidão de trabalhadores. No entanto, este caso é um modelo irregular de intermediação por observarmos com clareza os elementos da relação de emprego. Há um ano que uma equipe de auditores da SRT-SP estuda a fundo esse modelo e não temos dúvidas quanto às irregularidades apontadas".

Mais irregularidades - Os auditores destacam ainda o fato de que é o próprio trabalhador que suporta os custos da motocicleta, do combustível e do tempo ocioso entre as ligações. Outro ponto é a evasão fiscal criada pelo modelo de negócios. "Além de o trabalhador suportar todo o risco da atividade empresarial, o que leva a um ganho enorme de competitividade dentro do mercado tradicional, outro ponto a ser destacado são os recolhimentos tributários, que incidem somente sobre parcela do valor do frete. Isso leva a um recolhimento menor de ISS pelo município. Mas não só isso, há também o fato do trabalhador não ser reconhecido como empregado, o que leva a um rombo gigantesco das contas previdenciárias, uma vez que não há recolhimentos de encargos pela empresa e em contrapartida esta é beneficiária de mão de obra que historicamente tem alto índice de acidentes e de afastamentos", afirma o auditor.

"A ocultação da relação de emprego por meio dessa suposta intermediação leva a um ganho de competitividade que tem levado, inclusive, ao fechamento das empresas de motofrete tradicionais do mercado", complementa Aoki.

Penalidades - A fiscalização expedirá ofícios ao município de São Paulo e à Receita Federal para a apuração de eventuais valores de ISS e de encargos sociais não recolhidos.

A empresa também foi autuada em relação à falta de cuidados com saúde e segurança no ambiente de trabalho. Não há local para que os trabalhadores possam aguardar as chamadas e manter as suas motocicletas estacionadas. Eles permanecem sem abrigo, ao relento, sem instalações sanitárias.
“Em todos os pontos visitados encontramos profissionais na rua, em alguns casos tomando chuva. Nem é preciso nos esforçarmos para imaginar os efeitos danosos à saúde. Alguns deles trabalham por 10 ou 12 horas”, detalha o auditor-fiscal.

Brasil: Tacla Duran presta depoimento sobre indústria da delação premiada à Câmara


Brasil
Atualização diária  6 de junho de 2018
NOTÍCIAS
Tacla Duran presta depoimento sobre indústria da delação premiada à Câmara
A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados tomará o depoimento do advogado Rodrigo Tacla Duran na terça (5), por meio de videoconferência, a partir das 10h. Morando na Espanha desde que passou a ser investigado pela ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
J. Bandeira: "Lula, alvo de mais de 100 anos de carceragem"
Sob minha ótica, não vejo outro destino para o ex-presidente Lula. Porém, há uma corrente ascendente, influenciada pelo PT, no sentido de que a pré-candidatura de Lula ao governo se consolide definitivamente, quando então, até 15 de agosto, seu ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
5 de junho, terça-feira
5 dias após o fim da greve, as reivindicações dos caminhoneiros seguem dominando as discussões em Brasília. A Câmara deve analisar hoje projeto que regulamenta o transporte rodoviário de cargas. Os deputados podem incluir na proposta anistia para ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
PCC ordena atentados em RN e MG e põe mais Estados em alerta
Em 24 horas, mais de 20 ônibus foram incendiados em 17 cidades de Minas; um ônibus foi queimado em Natal e um PM acabou assassinado. Os primeiros ataques em mais de um Estado da história da facção acabaram definidos por líderes locais. Marcelo ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Lula diz que nunca soube de negociatas para o Brasil ganhar a candidatura para a Rio 2016
Em depoimento como testemunha de defesa do ex-governador Sérgio Cabral, ex-presidente negou 'trapaça', falou em 'denuncismo' e brincou com juiz Marcelo Bretas em audiência. Facebook · Twitter ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Com artrose no joelho, Cabral pede para não andar mais na caçamba de carros da PF
Preso há um ano e sete meses, o ex-governador do Rio Sergio Cabral (MDB) pediu ao juiz da 7ª Vara Federal Criminal, Marcelo Bretas, para ser transportado no banco do carro da Polícia Federal, e não na carroceria, quando for levado do complexo de ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Número de homicídios de mulheres na BA teve aumento de 81,5% em 10 anos
Em 2016, segundo Atlas da Violência, estado ficou em 2º lugar em número de mortes violentas de pessoas do sexo feminino. Facebook · Twitter. Por G1 BA. 05/06/2018 21h04 Atualizado há 8 horas. O número de homicídios contra mulheres no estado da ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Jovens de 15 a 29 anos são maiores vítimas de homicídios
Segundo o Ipea, entre 2006 e 2016, número de jovens vítimas de violência letal aumentou 23,3%; 33.590 foram assassinados em 2016. atlas da violência. Rio de Janeiro. PH Rosa, do R7. 05/06/2018 - 19h09 (Atualizado em 05/06/2018 - 19h09).
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Lula defende lisura das Olimpíadas Rio-2016 em depoimento na prisão
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez nesta terça-feira (5) uma vibrante defesa do Brasil glorioso que governou, ao prestar depoimento por videoconferência no julgamento da suposta corrupção na escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Alckmin vem à Bahia e recebe título de cidadão baiano
O pré-candidato à presidência da República, Geraldo Alckmin (PSDB), desembarca na Bahia na próxima quinta-feira, 7. Ele começa a cumprir agenda de pré-campanha pelo Nordeste, onde busca penetração eleitoral. Pela manhã, o presidenciável visita os ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Jornal de Saúde informa

Vamos estudar2: O ALEITAMENTO MATERNO: A IMPORTÂNCIA DA AMAMENTAÇÃO NA SAÚDE DA MÃE E DO BEBÊ

[PDF]   O ALEITAMENTO MATERNO: A IMPORTÂNCIA DA AMAMENTAÇÃO NA  SAÚDE  DA MÃE E DO BEBÊ AADEO ARAÚJO - 2018 …...

Jornal de Saúde