terça-feira, 24 de abril de 2018

Liberados R$ 68 milhões para os hospitais universitários federais

Valores são oriundos do Rehuf e contemplam 48 unidades hospitalares
Brasília (DF) - Os hospitais universitários federais já podem contar com um reforço financeiro de mais R$ 68 milhões. Os recursos são oriundos do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf), gerido pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação (MEC).
A liberação da verba ocorreu por meio de duas portarias do Ministério da Saúde (MS) publicadas nesta terça-feira, 24, no Diário Oficial da União, sendo R$ 50,8 milhões para o custeio de materiais de uso diário das unidades e R$ 17,8 milhões para investimentos em reformas, obras e aquisição de equipamentos. Os recursos financeiros serão liberados mediante a comprovação da liquidação dos empenhos. Em 2018, o Rehuf já liberou de cerca de R$ 199,5 milhões, somados os recursos do MS e do MEC.
Segundo o presidente da estatal, Kleber Morais, a liberação dos recursos impulsiona a melhoria dos serviços prestados de forma gratuita, pelo Sistema Único de Saúde (SUS). “Os recursos do Rehuf destinados aos hospitais universitários reforçam nosso compromisso com o ensino, a pesquisa, a inovação, sem esquecer do atendimento de excelência à saúde das pessoas que utilizam nossos serviços”, avalia Morais.
Esse também é o sentimento de Paulo Mendes, gerente administrativo do Hospital Universitário de Brasília, um dos hospitais contemplados pelo Rehuf. “Esses recursos vêm reforçar o orçamento do hospital a fim de melhor estruturar o abastecimento médico-laboratorial, de maneira a mantermos a excelência dos serviços prestados junto à comunidade, docentes, discentes ou usuários”, reforçou Mendes.
O Programa
Os recursos do Rehuf, programa administrado pela Ebserh, são destinados à reestruturação e revitalização dos hospitais das universidades federais, integrados ao SUS. O objetivo é criar condições materiais e institucionais para que os hospitais universitários federais possam oferecer atendimento médico e hospitalar de qualidade à população, proporcionar a formação qualificada de profissionais da área de saúde e incentivar o ensino e a pesquisa.
A iniciativa também prevê o financiamento compartilhado dos hospitais por meio dos ministérios da Educação e da Saúde e contempla iniciativas de modernização da estrutura física e do parque tecnológico das unidades hospitalares.

Ministro garante continuidade de investimentos em políticas públicas para inserção de jovens no mercado



EMPREGABILIDADE
Ministro garante continuidade de investimentos em políticas públicas para inserção de jovens no mercado
“Dar oportunidade aos jovens é garantir profissionais qualificados no futuro”, afirma o ministro do Trabalho, Helton Yomura, no Dia Internacional do Jovem Trabalhador

Hoje, 24 de abril, é comemorado o Dia Internacional do Jovem Trabalhador. Instituída pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), a data exalta a importância dos novos profissionais no mercado de trabalho em todo o mundo e incentiva sua contratação. A integração de jovens talentos pode trazer às empresas inovação de ideias, e a evolução não apenas da instituição corporativa, mas do mercado de trabalho como um todo.
O ministro do Trabalho, Helton Yomura, ressalta a importância de investir na juventude. “Dar oportunidade aos jovens é garantir profissionais qualificados no futuro. Eles serão responsáveis pela continuidade do progresso do país”, afirmou.  “Continuaremos a investir em políticas públicas que garantam a qualificação e a colocação no mercado de trabalho desses jovens que estão no início de suas carreiras profissionais”, acrescentou o ministro.
De acordo com a Relação Anual de Informações Sociais (Rais), o número de jovens no mercado de trabalho do país, em 2016, era de 13.345.050, com registro em carteira profissional de trabalho, dos quais 7.628.160 eram homens e 5.806.190, mulheres. Em 2018, somente no primeiro trimestre, o saldo de contratações de profissionais dessa faixa etária é de 19.314. Os homens novamente aparecem liderando o número de postos de trabalho, com 13.808 novas contratações, enquanto as mulheres passaram a ocupar mais 5.506 vagas no emprego formal.
Incentivo às contratações - O Brasil possui um instrumento de incentivo à contratação de jovens na condição de aprendizes.  A Lei nº 10.097/2000 instituiu a Aprendizagem Profissional, que entrou em vigor após ser regulamentada pelo Decreto nº 5.598/2005, cinco anos depois. O texto determina que sejam contratados jovens entre 14 e 24 anos, com a exigência de que permaneçam na escola ou em curso técnico, e não há limite de idade para pessoas com deficiência.
Em 2017, o Brasil registrou 386.791 contratações de jovens aprendizes. A inserção deles no mercado de trabalho se manteve estável em relação ao ano anterior, quando foram registradas 386.773 admissões. São Paulo liderou o ranking, com 108.300 contratações, seguido por Minas Gerais, com 40.240, e Rio de Janeiro, com 35.088.
A legislação brasileira estabelece que todas as empresas de médio e grande portes devem manter em seus quadros jovens de 14 a 24 anos, na modalidade de Aprendiz, com cotas que variam de 5% a 15% por estabelecimento. No total, o Brasil já contabiliza mais de 3,2 milhões de aprendizes desde 2005, quando a lei entrou em vigor.


Ministério do Trabalho
Assessoria de Imprensa

DEN[UNCIA, LEGADO DO PT: Fraude no ENEM – Sim, foi fraude, e isso é uma notícia boa.



Mateus Prado - Especialista em ENEM

Fraude no ENEM – Sim, foi fraude, e isso é uma notícia boa.

“A denúncia da Folha precisa ser levada a sério. O Ministério Público deve abrir investigação e, se comprovada as irregularidades, os responsáveis devem ser punidos. Investigação isenta e aplicação rigorosa da lei fortalecerão o Enem, mesmo em meio ao contexto de fraude constatada.”

            A Folha de São Paulo publicou uma análise estatística dos microdados do ENEM que indica claramente a existência de fraudes em todas as edições da prova e que grupos especializados comercializam o gabarito do exame, num engenhoso esquema ilegal de resolução das provas em tempo real seguido da transmissão das respostas.
 
            A metodologia que a Folha usou, apesar de parecer complexa, é relativamente simples e barata de aplicar, se feita por bons estatísticos. Na verdade, ela até se popularizou quando um livro de estatística em linguagem popular fez muito sucesso no Brasil e no mundo (Freakonomics – O lado oculto e inesperado de tudo que nos afeta). O livro conta, entre outras histórias, a experiência do departamento de Educação da cidade de Atlanta. Lá tinha sido adotada uma prova de avaliação da Educação cujo resultado influenciava diretamente o valor de bônus que seria pago a professores e demais profissionais envolvidos.

            Ora, bonificação é uma forma de aumentar, consideravelmente, a remuneração dos professores.  E quando existem motivadores econômicos que condicionam a mudança de uma realidade em troca de vantagens financeiras já é esperado que parte dos agentes que irão se beneficiar da possível vantagem façam esforços para atingir as metas que garantem a melhoria de seu poder de compra, mesmo que esses esforços não sejam muito éticos. E o bônus na cidade de Atlanta foi o maior responsável pela fraude que foi encontrada quando estatísticos foram analisar o comportamento de respostas das questões de testes para avaliar a qualidade do sistema de ensino municipal. Descobriu-se que pelo menos 178 professores participaram de uma fraude para enganar o sistema de avaliação e ter seus recebimentos aumentados. E eles estavam distribuídos em 44 das 56 escolas analisadas. Alguns professores simplesmente marcavam/corrigiam o gabarito dos alunos para inflar as notas médias de suas turmas.

            Uma vaga em Medicina, Engenharia, Direito, entre outras, em uma Universidade Pública também é um belo incentivo econômico. Pagar 6 anos de Medicina em uma Universidade Particular pode custar mais que R$ 720.000 só em mensalidades, fora que a lógica cruel da seleção ‘meritocrática’, da escassez de vagas e do exagerado ganho de status social já faz ser muito atraente passar em Medicina e em alguns outros cursos sem estar preparado para tal, até mesmo em Universidades particulares. Sendo assim, é tolice nossa esperar que não existissem, ou no novo e bom ENEM ou no velho e ruim Vestibular, estruturas que fraudassem os sistemas e que aprovassem alunos mais abastados fornecendo o gabarito em troca de modestas colaborações milionárias.

            E foi o que aconteceu. Não em um ou outro ano do ENEM. Aconteceu em praticamente todos os anos em que ele foi aplicado. E é óbvio que já acontecia antes do ENEM.

            De 2011 ate 2016 foram encontrados mais de 1000 casos de gabaritos do ENEM que estão totalmente fora do padrão de respostas das demais provas entre 10% dos candidatos com o maior número de acertos nas varias provas do ENEM. Isso significa o seguinte: 3 milhões de marcações de gabaritos seguiram um padrão de respostas e grupos pequenos de 10, 20 ou 30; ou no máximo de 67 pessoas apresentaram um padrão de resposta totalmente diversos entre a maior parte dos participantes e diversos até mesmo entre esses pequenos grupos, mas extremamente semelhantes entre os candidatos desses microgrupos.

            A impossibilidade da coincidência fica ainda mais clara quando descobrimos que de um grupo divergente de 67 pessoas com altas notas no ENEM estavam 11 que fizeram provas na mesma cidade (Picos, no Piauí, cidade com somente 77 mil habitantes) e que 8 dos 11 eram de outras cidades e fizeram a opção de sair de suas cidades para viajar, em alguns casos, por 4 horas de carro/ônibus, até seu lugar de prova. Todo mundo que conhece o ENEM sabe que nas regiões periféricas e nas cidades do interior costuma ser muito mais fácil colar nas provas justamente por que nelas muitas vezes os aplicadores tem menos familiaridade com a prova ou infelizmente passaram por um processo de capacitação menor do que em locais com melhor estrutura.

            Como já foi dito antes, o ENEM não é o lugar onde este tipo de fraude nasceu. Um exemplo clássico de um tipo de fraude ocorreu numa prova da UNICAMP, na década de 90. Nessa prova cobrou-se uma proposta de redação exatamente igual a outra que constava em uma apostila de um tradicional cursinho de uma cidade do interior de São Paulo. Na época, a Unicamp cancelou a prova e aplicou outra. E eram várias as notícias e boatos de vazamento de prova e/ou questões nos mais de 100 vestibulares de instituições públicas que o ENEM veio a substituir. Escolas e cursinhos regionais se gabavam em anunciar que ‘conheciam muito bem’ as provas de suas localidades. A sugestão implícita de que proprietários de cursinho e seus professores tinham acesso privilegiado as provas e/ou a parte de suas questões mesmo antes de elas serem aplicadas eram recorrentes. E é inocência demais achar que em todos os casos isso era só uma sugestão um pouco antiética destes cursinhos. Por vezes, mesmo que não fosse na maioria, isso era mesmo a realidade. Em alguns casos, os próprios professores de alguns cursinhos sugeriam o que estes vestibulares deveriam cobrar.
           
A adoção da análise em TRI da prova para chegar à nota do aluno, além da divulgação pública dos microdados do ENEM - realidade que começou em 2009/2010 - possibilitou que a imprensa descobrisse e denunciasse à sociedade, com certa segurança, que de fato existem fraudes que já constavam no imaginário de muitas pessoas envolvidas de alguma forma no ENEM. E a reportagem-denúncia não coloca em xeque o exame, pelo contrário, o consolida. Saber que podemos descobrir um ou mais grupos que burlam o ENEM para receber vantagens econômicas somente com a análise estatística dá enorme confiança na metodologia, mesmo sabendo que a denúncia atual aponta ilegalidades presentes desde 2009. O debate e as ações que devem emergir desse tema trarão mais credibilidade ao Enem e potencialmente mobilizará estudantes e a sociedade na cobrança de providências em relação aos fraudadores do exame.

            A denúncia da Folha precisa ser levada a sério. O Ministério Público deve abrir investigação e, se comprovada as irregularidades, os responsáveis punidos. Investigação isenta e aplicação rigorosa da lei fortalecerão o Enem, mesmo em meio ao contexto de fraude constatada.

Mateus Prado é especialista em ENEM e presidente de Honra do Instituto Henfil. Autor de livros sobre ENEM e colunista de Jornais e Revistas. Graduado em Administração Pública pela USP (Universidade de São Paulo).

Mitos e verdades sobre a vacina contra gripe



Começa, nesta terça-feira (24), a Campanha de Vacinação Contra a Gripe em todo País. Podem tomar a vacina quem pertence ao grupo prioritário, sendo pessoas acima de 60 anos, crianças com idade entre seis meses e cinco anos, trabalhadores da área da Saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto) e pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.
Com o início da Campanha, surgem muitas dúvidas sobre o que são mitos e verdades da vacina contra a gripe. É possível contrair a gripe pela vacina? A única forma de prevenir a doença é tomando a vacina? É preciso tomar a vacina todos os anos? Gripe e resfriado são doenças diferentes?

Doutor especialista em Saúde Coletiva, Práticas de Promoção da Saúde, Dr. Alfredo Almeida Pina de Oliveira.

Direitos constitucionais em países como USA, Facebook não respeita o Brasil, como no Caso de Marielle e Anderson, vai ficar na conta dos crimes sem solução

E o laudo da impressão digital do miliciano assassinado, cadê, demora? azeitam familiares, enquanto enrola?

É sempre bom, mais rigorosa, pode ter algum tipo de escuta, se siga-me. Mesmo sabendo que na Câmara a agende dos vereadores, parece ser, pública, portanto os assassinos sabiam onde ela estaria e bom analisa tudo. Precisa achar o carro usado no dia do crime, com certeza foi descartado e sua análise falará muito para as investigações, além de digitais. Não confirmaram até agora se as digitais encontradas, ou melhor os vestígios, ou fragmentos, são de alguém conhecido, já era tempo, tinha um miliciano executado sendo colocado na cena do crime como atirador.

Forças armadas, Polícia Federal e outras policias e nada de desvendar o crime. Até mesmo pistas são descartadas e sem informação para a sociedade, ao menos, aqueles que de boa fé querem a solução desse crime bárbaro cometido contra a democracia, a política, o cidadão e a Constituição em relação ao direito universal de se expressar, de ir e vir. Somente nos USA e outros países de democracias avançadas são respeitados. Aqui no Brasil, empresas como o FACEBOOK não respeitam e bloqueiam publicações em conta particulares, onde não possuem direito nenhum, a menos que seja contratual, e mesmo assim, questionável.

O caso Marielle Franco e Anderson Gomes, está nesse patamar, chamam os familiares e aproveitam a dor, iludem, expõem tudo quanto possuem, o que são quimeras. E, deitam em cima da verdade e não revelam nada sobre nada. Isso é absurdo, sou capaz de apostar que este assassinato vai ficar como outros, até mesmo mundiais, como de Kennedy, uns acusam a CIA e outros o FBI e outros, Fidel Castro, outros a Conspiração internacional, outros Moscou. E, a sociedade perplexa, acaba esquecendo no copo de whiskye ou cachaça.

Dia Internacional do Celíacos será comemorado em 16 de mail



O Dia Internacional dos Celíacos é comemorado no dia 16 de maio. A doença celíaca é caracterizada pela intolerância permanente ao Glúten (proteína presente no trigo, centeio, aveia, cevada e derivados, como o malte). Além da alimentação, os portadores da doença devem ficar atentos com muitos cosméticos como shampoo, desodorantes, batons, hidratantes e outros que podem conter glúten e provocar reações. Para as crianças, os riscos podem ser ainda maiores já que brincadeiras tradicionais como massinha, torta na cara, e que envolvem farinhas com glúten podem causar sérias complicações. Para falar sobre esses riscos pouco explorados atualmente, gostaria de sugerir a Paula Rosignoli, chef de cozinha diagnosticada celíaca há mais de 20 anos.

No Brasil, estima-se que mais de 2 milhões de pessoas são celíacas,  sendo que a maioria delas encontram -se sem diagnostico. 

Esportes: Valentim frisa organização do Bota, mas lamenta 'campo impraticável'




Esportes
Atualização diária  24 de abril de 2018
NOTÍCIAS
Valentim frisa organização do Bota, mas lamenta 'campo impraticável'
Após o empate em 1 a 1 com o Sport, em Recife, Alberto Valentim direcionou as respostas na entrevista coletiva para a péssima condição do gramado na Ilha do Retiro, prejudicado por chuvas na região. Além disso, de acordo com o treinador do Botafogo, o ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Carille diz que formação do Corinthians favorece Rodriguinho por vaga na Copa
São Paulo, SP, 22 - Um dos principais responsáveis pelo bom momento de Rodriguinho, que vive fase artilheira neste ano no Corinthians e marcou mais uma vez neste domingo na goleada por 4 a 0 sobre o Paraná, neste domingo, em Curitiba, o técnico Fábio ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Em dia de Gatito na Ilha, Sport joga melhor que Botafogo, mas cede empate no fim do jogo
O gol de Rodrigo Lindoso, aos 48 minutos do segundo tempo, pode ter desconstruído tudo que o Sport fez diante do Botafogo. Melhor durante toda a partida, a equipe rubro-negra mostrou uma nova face após a estreia ruim na Série A. Recheado de mudanças ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Mesmo valente, Inter perde para o Palmeiras
Depois da decepcionante eliminação na Copa do Brasil, diante do frágil Vitória, o mínimo que a torcida colorada esperava era um desempenho melhor diante do forte Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro. E não se poderá dizer que faltou entrega ao Inter ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Acompanhe ao vivo Fluminense e Cruzeiro
Termina o jogo no Maracanã! Com um homem a menos desde os 15 do primeiro tempo, o Fluminense vence o Cruzeiro e conquista sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro 2018. 51 2º tempo. Aberto na esquerda, Marcelo Hermes cruza na área e Gum afasta de ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Palmeiras vence o Inter e acaba com jejum de três jogos
Um gol de cabeça de Dudu acabou com a série de três jogos sem vitória do Palmeiras, que bateu o Internacional por 1 a 0, no Pacaembu, e chegou a quatro pontos em duas rodadas do Brasileirão. Os gaúchos ficaram com três pontos. saiba mais. Boca nega ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Treino, "exílio" e Youtube: antes do Inter, Zeca bate 6 meses sem jogar
Lateral-esquerdo disputou 141 partidas pelo Santos antes de fechar com o Colorado. Foto: Reprodução/Instagram. "Acho que a torcida merece coisa melhor. É a hora de dar a cara. Tem de ter personalidade. Amo o Santos e vou lutar por ele". A entrevista do ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Exclusivo! Vitória se aproxima de acerto com zagueiro do São Paulo
A diretoria do Vitória segue em busca de reforços para a sequência da temporada 2018. O alvo da vez é o zagueiro Aderllan, que atualmente defende o São Paulo. Conforme apurou Arena Rubro-Negra, o atleta pode desembarcar em Salvador até a próxima terça ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Sport e Botafogo empatam no Recife e seguem sem vencer no Brasileirão
Não foi nessa segunda-feira (23) que tanto Sport como Botafogo chegaram à primeira vitória no Campeonato Brasileiro. Em confronto no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, que encerrou a segunda rodada do torneio nacional, os dois times empataram por 1 ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Klopp pede que torcida do Liverpool tenha respeito pelo time da Roma
O técnico Jürgen Klopp pediu à torcida do Liverpool que tenha respeito pelo time da Roma, adversária da equipe inglesa nesta terça-feira, pela ida das semifinais da Liga dos Campeões. O clube inglês está sendo investigado pela Uefa por conta do ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Jornal de Saúde informa

Carvoaria mantinha 23 trabalhadores em situação degradante em Minas Gerais

FISCALIZAÇÃO Carvoaria mantinha 23 trabalhadores em situação degradante em Minas Gerais Todos eles  foram resgatados em ope...

Jornal de Saúde