segunda-feira, 23 de abril de 2018

Síndrome de Duane é uma doença rara que afeta o movimento dos olhos



São Paulo, 23 de abril de 2018 – Desenvolvida quando a criança ainda está em formação no útero da mãe, a Síndrome de Duane é uma doença congênita rara, que afeta a musculatura ocular e, consequentemente, a movimentação dos olhos. A síndrome faz com que alguns músculos que controlam o globo ocular se contraiam quando não deveriam, o que leva a problemas de visão e à movimentação irregular dos olhos.

Estima-se que cerca de 500 mil pessoas em todo o mundo sofram com a síndrome. Comumente diagnosticada até os 10 anos de idade, a Síndrome de Duane, em cerca de 80% dos casos, atinge apenas um olho, mais frequentemente o esquerdo. Além disso, é mais prevalente nas mulheres que nos homens.

Mutação genética
Segundo pesquisadores da King’s College London e da Faculdade de Medicina da Universidade de Exeter, ambas na Inglaterra, a Síndrome de Duane é causada por uma mutação em uma das proteínas que colaboram para a formação de músculos e nervos do bebê durante a gravidez. Os estudos mostram que essa mutação, provavelmente, ocorre em torno da sexta semana de gravidez.

De acordo com a oftalmopediatra, neuroftalmologista e especialista em estrabismo, Dra. Marcela Barreira, há um desenvolvimento inadequado de partes do tronco cerebral que controlam os músculos oculares, mais especificamente há uma má formação no núcleo, que dá origem ao sexto nervo craniano. Este nervo controla o músculo reto lateral (o músculo que gira o olho para fora, em direção à orelha).

“Existem seis músculos que controlam o movimento dos olhos. Cada músculo do olho recebe o comando para se movimentar dos nervos cranianos, que saem do cérebro. Na Síndrome de Duane, como o sexto nervo está ausente, os demais nervos podem tentar supri-lo, levando a movimentos oculares anômalos”, explica Dra. Marcela.

Tipos
Existem três tipos de Síndrome de Duane, que afetam diferentes direções ou movimentos do olho. O tipo 1 é o mais comum, atinge cerca de 78% dos pacientes com a doença e costuma afetar diretamente o músculo reto lateral, fazendo com que o olho não consiga se mover para fora. O paciente pode apresentar somente essa dificuldade no olhar, como também pode apresentar um estrabismo convergente (olho desviado para dentro) quando olhando em frente.

O tipo 2 é a mais rara entre os pacientes com a doença, afetando cerca de 7% das pessoas diagnosticadas. No tipo 2, o músculo mais afetado é o reto medial, que movimenta o olho para dentro, para a direção do nariz. No Duane tipo 2, essa movimentação é limitada, enquanto o movimento do olho para fora é normal. O tipo 3 atinge 15% das pessoas com Síndrome de Duane e afeta ambos os movimentos oculares, tanto para fora quanto para dentro.

Consequências
A Síndrome de Duane pode estar associada ao estrabismo. Além disso, também pode levar à ambliopia. Para compensar o déficit na movimentação do olho, muitos pacientes tendem a girar a cabeça, o que também pode levar a problemas de postura ou a dores musculares.

Para que não evolua para problemas visuais mais graves, a Síndrome de Duane pode ser tratada com cirurgia corretiva. Dependendo do grau de estrabismo da criança, a cirurgia tem um índice de sucesso de 79 a 100%.
“Com uma cirurgia relativamente simples conseguimos melhorar a posição da cabeça da criança, que tende a compensar o movimento irregular do olho; reduzir o estrabismo; reduzir a contração muscular do olho e melhorar o movimento do globo”, explica Marcela.

O ideal é realizar o acompanhamento com um médico especialista, como o neuroftalmologista ou o oftalmologista especializado em estrabismo.

Dia Internacional do Jovem Trabalhador, 24 de abril, destaca a importância de profissionais em início de carreira



Criado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), a data procura evidenciar a importância de jovens no mercado de trabalho em todo o mundo

Atualmente, apesar de ter registrado um aumento no início de 2018, devido à sazonalidade do período, a taxa de desocupação que era de 28,8% caiu para 25,3% na comparação ao longo dos anos. Dentre os segmentos contemplados por este recuo do percentual de pessoas sem ocupação, estão os jovens trabalhadores com idades entre 18 e 24 anos, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) na seção Mercado de Trabalho da Carta de Conjuntura.

Este dado, parcialmente animador, vem à tona justamente no mês em que se comemora o Dia Internacional do Jovem Trabalhador, que é celebrado no dia 24 de abril. Criado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), a data procura evidenciar a importância de novos profissionais no mercado de trabalho em todo o mundo. Com o intuito de estimular a contratação de profissionais sem grande experiência, a data foi instituída para dar destaque às influências benéficas dos jovens trabalhadores, de um modo geral, para o desenvolvimento do mercado de trabalho, e de modo específico, para a evolução de empresas e o enriquecimento de suas equipes.

De acordo com a consultora e diretora da empresa Leaders HR – Consultants, Astrid Vieira, os últimos dez anos de crise financeira no Brasil não têm sido favoráveis para a reinserção de jovens trabalhadores de pouca ou sem experiência. “A desaceleração econômica mundial influenciou de forma agressiva no aumento do desemprego entre jovens. Com este contexto, procuramos instrumentalizar os profissionais com as ferramentas necessárias para que consigam conquistar a vaga desejada e invistam na construção de uma carreira consistente e coerente”, explica.

Ainda segundo a consultora, para que profissionais sem experiência conquistem o primeiro emprego, é preciso que os mesmos assumam e coloquem em prática, atitudes que demonstrem maturidade e responsabilidade, pois já existe um grande preconceito relacionado a ausência destas qualidades em jovens trabalhadores. “É recorrente, que o jovem trabalhador que está iniciando a sua carreira profissional, fique temeroso em assumir que tem pouca experiência no mercado de trabalho, e a partir desse receio acaba incluindo informações e aptidões desnecessárias no currículo e que não se encaixam no perfil de uma possível vaga em processo de seleção”, esclarece.

De um modo geral, para conseguir a primeira vaga de emprego, a consultora aconselha que o jovem profissional invista na criação de currículos atentos às especificações das vagas de emprego para as quais anseiam concorrer; não minta sobre suas qualificações; e prepare um esquema prático para agir antes, durante e após a entrevista de emprego. Antes da entrevista, é imprescindível que o candidato enumere seus principais defeitos e qualidades e separe um tempo para colher informações sobre a história e características da empresa pretendida. A pontualidade e controle emocional se tornam peças-chaves para um bom desempenho.

Astrid Vieira também recomenda que ao conseguir a colocação, o jovem agora empregado, deve sempre manter o hábito de fazer anotações, de forma a auxiliar a memorização de orientações da chefia e explicações de processos ligados a empresa da qual faz parte.  “Um bom profissional precisa ter espontaneidade, honestidade, autonomia, pró-atividade, flexibilidade de visões e atuações, equilíbrio emocional, desenvoltura para desempenhar atividades em grupo, e a habilidade para resolver problemas de forma prática”, finaliza.

Câncer de esôfago é o 6º mais frequente entre os homens e 13º entre as mulheres



Tabagismo e álcool são os principais fatores de risco. Abril é mês de conscientização para prevenção do tumor

Segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2018 o Brasil terá 10.790 novos casos de câncer de esôfago, sendo 8.240 em homens e 2.550 em mulheres. É o 6º tipo de câncer mais frequente entre os homens e 13º entre as mulheres, (excluindo o câncer de pele não melanoma). Apesar de menor incidência, o câncer de esôfago tem uma alta letalidade. O tabagismo e o álcool são os principais fatores de riscos para a doença. Ao todo, 3,94 pessoas acabam morrendo da doença para cada grupo de 100 mil habitantes.

 “Este tipo de tumor é uma lesão maligna que geralmente começa nas células que revestem o interior do esôfago, na mucosa. Ele acomete mais os homens do que as mulheres, entre 50 e 70 anos de idade. tabagismo  é o maior fator de risco evitável de adoecimento e morte no mundo. A associação dele seja cigarro, charuto ou cachimbo, à bebida alcoólica funciona como agravante para o aparecimento de doenças, principalmente para o câncer de esôfago” afirma o oncologista Adolfo Scherr, do Grupo SOnHe – Sasse Oncologia e Hematologia, de Campinas, interior de São Paulo.

Um perigo silencioso: carcinoma epidermoide escamoso

De acordo com o Inca, o tipo de tumor mais frequente no esôfago é o carcinoma epidermoide escamoso, responsável por aproximadamente 96% dos casos.
“Infelizmente, a maioria dos cânceres que acometem esse órgão não causam sintomas até que tenham atingido um estágio avançado, quando eles são mais difíceis de serem tratados. O mais comum é o problema da deglutição, da sensação de que a comida está presa na garganta, denominada disfagia. Associado a isso, o paciente geralmente perde muito peso em um intervalo curto de tempo. Outros sintomas incluem dor no tórax, azia e sensação de má digestão, rouquidão, tosse persistente, vômitos e soluços”, avalia o oncologista.
O exame mais importante para diagnóstico dos tumores de esôfago é a endoscopia digestiva alta, que permite enxergar o órgão por dentro e retirar amostras de tecido para uma biópsia.
“Não há nenhuma recomendação formal de realização de exames na população geral para rastreamento da doença. a prevenção do câncer está diretamente correlacionada com os bons hábitos de vida. Daí a importância de não fumar, beber com moderação, adotar uma dieta saudável, balanceada e rica em fibras e pobre em alimentos gordurosos e condimentados, manter o peso saudável e praticar atividade física”, conclui Scherr.S.

Adolfo Scherr é graduado em medicina pela Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (EMESCAM).

Celebridades que sofrem de doenças graves e quase ninguém sabe


Doenças
Atualização diária  23 de abril de 2018
NOTÍCIAS
Celebridades que sofrem de doenças graves e quase ninguém sabe
Entretanto, Selena não é a única celebridade que sofre de uma grave doença no mundo dos famosos. Muitos astros tem sobrevivido por anos com doenças incuráveis, algumas tão graves, que mexeram com seu psicológico. Outros descobriram recentemente problemas que prejudicaram a sua saúde, ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Vacinação contra H1N1 para gestantes, puérperas e crianças de 6 meses até 5 anos começa ...
De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Goiás (SES-GO), são considerados grupos prioritários: crianças de 6 meses a 5 anos, gestantes, puérperas, pessoas com 60 anos ou mais, indígenas, trabalhadores da saúde, professores, portadoras de doenças crônicas não transmissíveis, ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Veja mitos e verdades sobre a gripe; vacinação começa nesta segunda-feira
Os pacientes cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do Sistema Único de Saúde (SUS) também poderão se dirigir aos postos ... A vacina contra a gripe é a melhor e mais segura forma de se proteger contra a doença, porém, existem outras medidas importantes que ajudam na ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Ações visam reduzir os impactos da cheia do Rio Negro na saúde dos manauaras
Manaus – A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), informou que está intensificando ações para reduzir o impacto da cheia do Rio Negro na saúde da população de Manaus. O objetivo é evitar surtos de doenças, principalmente as que são transmitidas pelo contato ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Doença silenciosa, mas controlável
Apesar de haver uma data dedicada ao combate à hipertensão arterial, o cuidado com a doença precisa ser constante. Cada vez acometendo mais pessoas, esta condição é, na grande maioria das vezes, silenciosa. O cardiologista Laércio Uemura, de Londrina, sinaliza que a pressão arterial deve ser ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
No AP, palmilhas adaptadas ajudam no tratamento de pacientes com hanseníase
Centro de Referência de Doenças Tropicais fornece o revestimento gratuitamente. ... A pessoa diagnosticado com hanseníase, além de receber a medicação indicada, ganha palmilhas adaptadas como parte do tratamento no Centro de Referências de Doenças Tropicais (CRDT), em Macapá. Com o ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
FMABC realiza 3ª Simpósio Internacional de Reprodução Humana e Genética
A Faculdade de Medicina do ABC realiza dias 24 e 25 de maio a terceira edição do “Simpósio Internacional de Reprodução Humana e Genética” e da “Jornada Multidisciplinar de Doenças Raras”. Em parceria com o Instituto Ideia Fértil e o Grupo de Atenção Integral a Doenças Raras, os eventos ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Agente penitenciário é internado suspeito de ter contraído leptospirose em presídio
“Essa situação não é de hoje, tanto os agentes quanto os prisioneiros estão sujeitos a contrair doenças, como o surto de tuberculose que atingiu o instituto em 2017. Este é o segundo caso de leptospirose, que pode ter sido contraído aqui dentro, em, pelo menos, um ano”, denunciou um agente, que ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Vacinação contra gripe em São Paulo começa nesta segunda-feira
A meta da campanha da Prefeitura de São Paulo deste ano é vacinar 2.395.236 pessoas. A dose estará disponível em todos os postos de saúde da capital aos chamados grupos prioritários, que são aqueles com maior possibilidade de desenvolver quadros mais graves das doenças respiratórias.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Campinas inicia campanha de vacinação contra a gripe com mudança em formato
O "Dia D" da campanha deste ano será em 12 de maio. No ano passado, a Secretaria de Saúde contabilizou 213,5 mil imunizações no grupo prioritário, índice equivalente a 80% da meta. Além disso, foram vacinadas 50,5 mil que têm doenças crônicas e outras condições clínicas especiais.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Força-Tarefa resgata cinco trabalhadores em fazenda de cultivo de eucalipto em Angical (BA)

TRABALHO ESCRAVO
Força-Tarefa resgata cinco trabalhadores em fazenda de cultivo de eucalipto em Angical (BA)
Para cada metro de madeira cortada, eles recebiam entre R$ 10,00 e R$ 2,00 e pagavam pelas ferramentas, uma condição que sequer garantia o recebimento de um salário mínimo mensal; além disso, eram submetidos a condições degradantes de trabalho e acomodação


O trabalho análogo ao de escravo mais uma vez foi flagrado no Oeste Baiano, durante fiscalização realizada entre 15 e 20 de abril. Desta vez, cinco trabalhadores foram encontrados em condições degradantes de trabalho em fazenda situada no município de Angical, cidade vizinha a Barreiras.

Na fazenda, de propriedade da Agropecuária Vallas, é realizado o corte de eucalipto para abastecimento de fornos de frigoríficos e padarias da região. Para cada metro de madeira cortada, os trabalhadores recebiam entre R$ 10,00 e R$ 2,00, totalizando um salário de R$ 230,00 por mês, após o gasto com instrumentos de trabalho, ou seja, uma condição que sequer garantia o pagamento de um salário mínimo mensal.

Os trabalhadores resgatados foram encaminhados a suas residências, em Barreiras, informou o inspetor Fidel Vieira, da Polícia Rodoviária Federal. Eles receberão três parcelas de Seguro-Desemprego, além dos direitos trabalhistas e indenizações de até R$ 20.000,00, de acordo com  Lidiane Barros, auditora-fiscal da SRT-BA.
Na propriedade rural foram encontrados cadernos contendo anotações sobre a quantidade de madeira cortada e seus compradores. Os empregados dormiam em alojamentos precários, sem água potável para consumo. Satisfaziam as necessidades fisiológicas no mato. Convivendo com escassez de alimentos, consumiam carne conservada em sal. Eles também não tiveram as carteiras de trabalho assinadas. Além disso, realizavam suas atividades sem utilizar qualquer tipo de Equipamento de Proteção Individual (EPI), apesar de trabalharem com motosserras, segundo o auditor-fiscal Alison Carneiro, da Superintendência Regional do Trabalho da Bahia (SRT-BA).
Ao todo, quatro empregadores foram fiscalizados na semana de 15 a 20 de abril. As outras empresas fiscalizadas situavam-se em Correntina e em Barreiras. Os auditores-fiscais do trabalho procederam ainda às interdições das habitações irregulares e lavraram mais de 30 autos de infração.

Nesta quinta-feira (19), o representante da fazenda não compareceu à audiência designada, ocasião em que deveria assinar a carteira de trabalho dos seus empregados e quitar todos os créditos trabalhistas. Diante disso, o Ministério Público do Trabalho (MPT) ingressou com ação civil pública, solicitando indenização no valor de R$ 700 mil, além de pedir à Justiça do Trabalho a desapropriação da terra, pelo fato de estar sendo utilizada para fins ilícitos.
Os relatórios de fiscalização serão encaminhados ao Ministério Público Federal e ao Ibama para investigarem o crime de manutenção de trabalhadores em condições análogas às de escravo, previsto no artigo 149 do Código Penal, e crimes ambientais.
Os trabalhadores receberão assistência social da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, como esclarece Admar Fontes Júnior, coordenador da Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo na Bahia.

Ministério do Trabalho
Assessoria de Imprensa

Jornal de Saúde informa

Vamos estudar: Aplicação do cdc ao comércio eletrônico: apontamentos acerca do projeto de atualização n 281/2012

[PDF]   Aplicação do cdc ao comércio eletrônico: apontamentos acerca do projeto de  atualização  n 281/2012 JA Mor...

Jornal de Saúde