terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

JS: Absurdo no Séculon XXI: Operação Canaã desmonta s...

JS: Absurdo no Séculon XXI: Operação Canaã desmonta s...: TRABALHO ESCRAVO Número de resgatados pode chegar a 900 de acordo com estimativa da Polícia Federal Trabalhadores em condiçã...

Absurdo no Séculon XXI: Operação Canaã desmonta sonho da “terra prometida” por seita para trabalhadores

TRABALHO-GOVERNO-FEDERAL-positiva.png


TRABALHO ESCRAVO

Número de resgatados pode chegar a 900 de acordo com estimativa da Polícia Federal

Trabalhadores em condição análoga à de escravo foram resgatados nesta terça-feira (6) em 15 municípios de Minas Gerais, São Paulo e Bahia. Em uma avaliação preliminar da Polícia Federal, haveria cerca de 900 pessoas trabalhando de forma irregular. Como a ação ainda está em andamento, o número deve sofrer alteração. Foi uma das maiores operações de resgate já realizadas no país nos últimos anos. Pelo menos 22 pessoas foram presas.

Batizada de Operação Canaã – A Colheita Final, a ação envolveu 58 auditores-fiscais do Ministério do Trabalho integrantes do Grupo Especial de Fiscalização Móvel e das superintendências dos três estados, mais 220 policiais federais. O grupo cumpriu 22 mandados de prisão preventiva, 17 de interdição de estabelecimento comercial e 42 de busca e apreensão. 

O nome da Operação é uma referência bíblica à terra prometida, já que os trabalhadores teriam sido aliciados por dirigentes de uma seita religiosa conhecida como Comunidade Evangélica Jesus, a verdade que marca. Eles teriam sido abordados na sede da igreja na capital paulistana, onde teriam sido convencidos a doar os bens para as associações controladas pela organização e convencidos a mudar-se para uma comunidade, onde todos os bens móveis e imóveis seriam compartilhados.

Após serem induzidos, os fiéis doutrinados foram levados para zonas rurais e urbanas em Minas Gerais (Contagem, Caxambu, Betim, Andrelândia, Minduri, Madre de Deus, São Vicente de Minas, Pouso Alegre e Poços de Caldas), na Bahia (Ibotirama, Luiz Eduardo Magalhães, Wanderley e Barra) e em São Paulo (capital).  Eles trabalhavam em lavouras e em estabelecimentos comerciais como oficinas mecânicas, postos de gasolina, pastelarias, confecções e restaurantes, todos comandados pelos líderes da seita.

Investigação

O chefe do Grupo Especial de Fiscalização Móvel do Ministério do Trabalho, Maurício Krepsky Fagundes, explica que a operação desta terça foi resultado de uma investigação conduzida pela Polícia Federal. Um dos itens que mais chamou à atenção dos policiais foi o crescimento do patrimônio pessoal dos líderes da seita e o aumento dos fiéis agregados nos últimos cinco anos.

“Desde 2013, tem sido feito um trabalho de inteligência para achar os locais onde os aliciados trabalhavam, as fraudes praticadas pela organização criminosa e, principalmente, a caracterização do crime de tráfico de pessoas”, destaca Maurício.

O chefe da equipe de fiscalização do Ministério espera que a operação contribua para o fim das operações da seita. As atividades comerciais de estabelecimentos pertencentes ao grupo já foram encerradas. E os auditores-fiscais do MTb seguem ouvindo todos os trabalhadores encontrados durante a operação para saber detalhes do que ocorria com cada um deles nas áreas onde foram encontradas as irregularidades.

Nos casos onde for confirmado o trabalho escravo, serão feitos os cálculos dos direitos trabalhistas, que deverão ser pagos pelas empresas criadas pela seita retroativamente desde a data em que os trabalhadores começaram a prestar os serviços. Os trabalhadores também serão encaminhados ao Programa de Seguro-Desemprego para Resgatados.

Histórico

A Operação Canaã teve origem em 2013, quando ocorreu o resgate de 348 trabalhadores na União Agropecuária Novo Horizonte S.A. e em empresas urbanas. O relatório dessa ação fiscal gerou uma ação penal do Ministério Público Federal (MPF), que determinou o retorno dos auditores-fiscais e dos agentes da PF aos locais investigados para averiguar a situação atual.
Na Polícia Federal, a investigação teve início quando a seita estava migrando de São Paulo para Minas Gerais. Em 2015, foi desencadeada sua segunda fase: “De volta para Canaã”, quando foram presos temporariamente cinco dos líderes da seita.

A deflagração desta terça-feira representa a terceira fase da operação, com a prisão preventiva de 22 líderes da seita que, segundo a Polícia Federal,  poderão cumprir até 42 anos de prisão, se condenados. O líder da seita, conhecido como Pastor Cícero, está foragido.


Ministério do Trabalho

Vai ter briga: China critica nova política nuclear dos EUA: mais risco de conflito atômico


polticia nacional
Atualização diária  6 de fevereiro de 2018
NOTÍCIAS
China critica nova política nuclear dos EUA: mais risco de conflito atômico
Na sexta-feira (2) o Departamento de Defesa dos Estados Unidos publicou uma revisão da política nuclear do país. O documento afirma: “Os Estados Unidos continuam comprometidos com a eliminação global de armas nucleares, biológicas e químicas. Mas as ameaças globais pioraram bastante nos ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Governo lança projeto piloto de Documento Nacional de Identidade
O projeto piloto do Documento Nacional de Identidade (DNI) foi lançado hoje (5), no Palácio do Planalto, em cerimônia com a presença do presidente Michel Temer e do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes. O documento será digital e vai reunir diferentes registros civis, ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Em resposta à pressão dos estados, Planalto quer plano nacional de segurança pública
BRASÍLIA - Em resposta à pressão dos estados, o governo federal vai lançar a Política Nacional de Segurança Pública, que tem como meta de curto prazo "integrar o sistema de inteligência da União e dos Estados", com objetivo de "atingir a espinha dorsal do crime organizado", "reduzindo o fluxo ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Conselho Nacional de Política Energética deve definir em março regras de conteúdo local
O diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Décio Oddone, acredita que a regulamentação do waiver, sistemática de revisão dos percentuais de conteúdo local firmados por empresas e União em contrato, será tema da próxima reunião do Conselho ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Em discurso no Planalto, Raquel Dodge defende documentação a refugiados
A Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, afirmou nesta segunda-feira,5, em cerimônia no Palácio do Planalto, que o lançamento do Documento Nacional de Identidade (DNI) e a assinatura do Decreto sobre o Documento Provisório de Registro Nacional Migratório são duas medidas ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Cabo Sabino e Capitão Wagner estão com projeto eleitoral diferente
"Nós facilmente subiremos ao palanque, sem qualquer dificuldade em defender uma candidatura nacional", afirmou. Conforme informou, a relação pessoal com Sabino continua a mesma, mas na política, por diversos motivos, agora está distanciada. "Não há qualquer possibilidade de coligação na ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Eunício propõe reforma na segurança pública
O presidente do Senado Federal, Eunício de Oliveira, anunciou nesta segunda-feira (5) que o Congresso Nacional deve aprovar uma "reforma da segurança pública" neste ano. O parlamentar listou nove medidas que fazem parte do pacote, entre elas, projetos que já estão em tramitação e a criação ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
André Neves candidata-se a líder da JSD
"Candidato-me para voltar a colocar a JSD no centro da discussão política em Portugal", afirma, em comunicado, André Neves, que é também vice-presidente da comissão política nacional. André Neves diz querer "relançar o debate político na JSD e devolver-lhe o peso e a importância política que já ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Assepsia em ambientes e equipamentos neonatais: um caminho sem volta no combate às infecções hospitalares


As infecções hospitalares representam um risco substancial à segurança do paciente e consistem em um grave problema de saúde pública. A infecção hospitalar, se não diagnosticada, pode evoluir para uma infecção generalizada, também conhecida como Sepse. Dados do Instituto Latino Americano de Sepse (ILAS), em 2016, mostram que elas atingem um índice de mortalidade de até 70% em algumas regiões brasileiras e que 400 mil novos casos são diagnosticados por ano. O Ministério da Saúde estima que a taxa de infecção hospitalar no Brasil chega a 15% e, nos países da Europa e nos Estados Unidos, o índice é de 10%.
No caso particular de recém-nascidos, as infecções hospitalares são mais frequentes e, geralmente, mais graves. Nesta fase de vida, o paciente apresenta várias características que o tornam mais suscetível a infecções. O elevado tempo de internação em Unidades de Terapia Intensiva Neonatal - UTIN, onde são submetidos a procedimentos invasivos e ao uso de antimicrobianos de largo espectro, contribui para o aumento da ocorrência destas infecções hospitalares, resultando em mais de seis milhões de mortes em casos neonatais e na primeira infância, também de acordo com o ILAS. Desta forma, a prevenção e o controle das infecções neonatais representam um desafio para todos os envolvidos nos cuidados hospitalares.

Uma das principais causas das infecções hospitalares está relacionada à deficiência no processo de assepsia, conjunto de procedimentos que visam prevenir, reduzir e controlar essas infecções por meio do cuidado com a limpeza e higiene. Ela deve ser realizada em diferentes superfícies, desde pisos, paredes, janelas, mobiliários e, especialmente, nos equipamentos utilizados no tratamento dos pacientes. As medidas de prevenção e controle das infecções hospitalares neonatais visam minimizar a transmissão exógena e endógena de micro-organismos patogênicos e aplicam-se à gestante, ao ambiente hospitalar, à equipe assistencial e ao próprio recém-nascido. Além disso, as medidas de antissepsia e desinfecção, utilizadas para inibir o crescimento de micro-organismos, ou reduzi-los através de antissépticos e desinfetantes, também devem ser eficientes.
Os equipamentos eletromédicos, usados diretamente na assistência aos recém-nascidos, requerem uma atenção especial. Falhas nos processos de limpeza e desinfecção podem ter como consequência a disseminação de infecções, colocando em risco a segurança e a saúde de todos. Assim, é importante que o design desses equipamentos leve em conta características que minimizem os riscos de contaminação, como cantos arredondados e desmontagem completa e simplificada, sem o uso de ferramentas.

Desta forma, sabemos que, na concepção e produção dos equipamentos eletromédicos, os fabricantes têm investido em pesquisa e aplicado tecnologias e soluções inovadoras tais como matérias-primas diferenciadas, para que as partes, peças e acessórios possam ser resistentes e facilmente higienizáveis e que seus produtos de assistência neonatal atendam aos requisitos fundamentais de assepsia e, também, contribuam para a redução dos casos de infecções hospitalares. 

Na indústria brasileira, por exemplo, uma inovadora unidade híbrida para cuidados intensivos neonataisprove assistência aos prematuros e recém-nascidos com características diferenciadas para evitar riscos de contaminação e infecção. Um de seus diferenciais é a transição ágil do modo incubadora para unidade de calor irradiante, reduzindo o contato direto com o paciente e, sobretudo, o risco de contaminação.

São vários os aspectos que merecem a atenção na prevenção e transmissão de infecções na UTI neonatal, inclusive a responsabilidade das equipes e profissionais envolvidos na assistência ao recém-nascido de alto risco e das práticas específicas obrigatórias, como a higienização das mãos.

Por conta disso, é fundamental a criação e a atuação de uma comissão de controle, ativa e participante no hospital, a fim de exercer papel fundamental na prevenção efetiva e na redução da infecção neonatal, bem como na manutenção de um ambiente seguro para todos.

Prof. Dra. Evanisa M. Arena é consultora técnica e ministra os treinamentos da na modalidade equipamentos para neonatologia. Doutora em ciências, mestre em administração hospitalar e enfermeira pela USP. Atuou no SENAC-SP como docente e coordenadora na diretoria do COREN-SP. Foi presidente e vice-presidente da ABEN-SP. É membro do grupo de pesquisa - GEPAG da Unifesp.

Álcool vício que podelevar pessoa para caminhos sem volta, doenças e até mesmo criminalidade

Na festas ou aquele tal de beber socialmente, como agora no Carnaval, as pessoas se permitem, beber mais ainda do que habitualmente já bebem. É comum nessas festas encontrar uma galera passando mal, literalmente. Porque beber tanto ou álcool e ainda mais misturado com energéticos a base de catuaba, açaí e cafeina.

O álcool é tão venenoso, a cachaça, por exemplo, matéria prima do açúcar que segundos estudos científicos pode causar câncer o excesso de açúcar. Imagine o consumo dos dois.

Ao contrário ao ingerir álcool ele causa no primeiro momento ou goles, relaxamento e a pessoa sorri, conversa e até se sente bem. É o tal relaxar, baixar o estresse ou esquecer as preocupações.

Nas primeiras doses todo o organismo começa a ser alterado e o SNC-Sistema Nervoso Central é o primeiro a ser atacado quando entra na corrente sanguínea e através do estômago, baço-pâncreas, fígado e rins e intestino delgado. Consegue assim atingir o cérebro e os pensamentos e o reflexo e raciocínio lógico começam a ficar mais lentos e quando em excesso o equilíbrio, quando ataca o cerebelo e já embrigado pode cambalear e até mesmo cair, bater em postes, escorregar e outros pequenos acidentes. Os grandes são de direção quando pode se matar e matar outras pessoas.

O álcool deveria ser controlado como droga, como tabaco e até mesmo entorpecentes. Ou seja, deveriam proibir o excesso de venda em bares, restaurantes e supermercados. Seria uma confusão. Os muçulmanos proíbem e podem até mesmo prender quem abusa de álcool, sendo que maioria é proibida de ingerir bebida alcoólica.

Nos países ocidentais é liberado. Apenas pedem para beber com moderação. Ai reside o grande problema, ele como toda droga, vicia. A corrente sanguínea como sofrem os tabagistas, sentem a necessidade de beber, o sangue, o SNC, agora desidratado, precisa novamente da euforia e depois do relaxamento e todos causam depressão que pode se tornar crônica e a pessoa vai beber cada dia mais e todos os dias para combater a depressão que o álcool causou e também depressão que a pessoa já havia desenvolvido e não consegui resolver.

O fígado é quem mais trabalha para eliminar a bebida, segundo estudos chega a ficar com 90% de eliminação e o pulmão e rins ficam com 5% cada qual e isso pode levar dias. Estudos comprovam que a desintoxicação do fígado, totalmente, são entre 3 ou mais dias e vai depender do metabolismo de cada pessoa. Alguns podem levar uma semana. O pâncreas junto com o baço ficam afetados e o fluxo sanguíneo cessa e no baço e pode causar anemia e a pancreatite, ao deixar de produzir insulina, para justamente abrir às células e fazer com que a energia que elas precisam seja fornecida.

Quando consegue bagunçar todo o organismo tanto para o homem como para mulher diminui a libido e pode causar a impotência sexual e talvez junto com a violência a 

E a razão de causar câncer é tão real que a cirrose hepática ou câncer de fígado ocorre justamente pelo Sistema Imunológico que deixa de produzir glóbulos brancos suficientes ou fortes ao ponto de corrigir os excessos de replicação. Assim tratamentos de retirar e colocar glóbulos brancos condicionados a eliminar a replicação de células cancerosas que replicam e afetam o fígado e outros órgãos, tratamento dos mais caro do mundo, somente assim melhora ou cura o câncer quando descoberto em tempo hábil a ser tratado.

Atualmente estudam vacinas que potencializariam o glóbulos branco e vermelhos que também afetam com álcool sistêmico no sangue. Essas vacinas ainda são testadas em ratos de laboratório e alguns seres humanos se começa a marcar testes.

Enfim, o falso prazer do álcool pode resumir o tempo de vida útil da pessoa e pode se dizer um falso prazer. O dr. Sigmund Freud, não gostava que seus alunos bebessem nem vinho. Mas, infelizmente, ninguém é perfeito, ele fumava charutos. Como eles era neurologista ele sabia o quanto danificava o cérebro o consumo do álcool que não se consome em pequena escala. Sempre se aumenta e aumenta até mesmo chegar ao ponto de reconhecer que perde a vida, o prazer de viver e se adquire doenças. E, quem já tem o vício instalado, possui todas as desculpas, uns afirmam que se alimentam bem, outros que quem lembra sobre vício, é que estão fazendo sermão de padre e pastores.

O álcool não é hereditário, ele é familiar, se o pai e a mãe bebiam, provavelmente, os filhos vão beber, não necessariamente, mas seria excesso. Portanto, a família que bebe e fuma dentro de casa, que manda filhos comprarem  estes vícios estão jogando os filhos nas mãos do mau hábito que pode e vai lhe dar dores de cabeça.

Por último, o álcool contribui para todos os tipos de crime. A ordem pode ser cronologicamente diferente, geralmente quem bebe e fuma pode experimentar drogas cada vez mais fortes. E quem escolhe caminhos menos honestos na vida perde a moral, o sentimento, o respeito e pode se tornar um bandido ou assassino em potencial. Como uma pessoa violenta e agressiva ou covarde e sem vontade de nada

Marcelo dos Santos  jornalista -

Abaixo pesquisa em geral sobre álcoo que você pode pesquisar e se aprofundar melhor.













Chegada do Carnaval reforça atenção à prevenção de doenças


Doenças
Atualização diária 6 de fevereiro de 2018


NOTÍCIAS

Chegada do Carnaval reforça atenção à prevenção de doenças
O Carnaval é o feriado mais longo no Brasil e, por tradição, um dos mais aguardados por quem gosta de aproveitar a data para viajar ou curtir as programações especiais que acontecem em quase todas as cidades do país. Seja qual for o seu caso, algumas medidas básicas de prevenção podem te ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Estudantes universitários realizam sonhos de crianças com doenças
E foi para devolver o sorriso à menina que voluntários da Universidade de Aveiro que integram o projeto UDream se desdobraram em esforços para realizar "sonhos", que culminaram agora e ajudarão a tornar a sua vida mais feliz. 05 Fevereiro 2018 às 17:15. Tópicos. Local · Cancro · Leucemia ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Casos prováveis de dengue, zika e chikungunya disparam em uma semana
Os números de casos prováveis subiram de 496 para 734, sendo que não há óbito confirmado ou em investigação pela doença em 2018. Em 2017, 13 pessoas morreram de chikungunya – só em Governador Valadares, no Rio Doce, foram 10 óbitos; os outros foram em Central de Minas, Ipatinga e ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


OMS alerta que decisões sobre investigação em saúde não podem caber ao mercado
“É vital garantir que a tomada de decisões sobre quais as doenças, países e produtos recebem financiamento não dependa na íntegra das forças de mercado”, lê-se num relatório deste observatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), divulgado este mês. A organização recorda o surto de ébola ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


OMS alerta que decisões sobre investigação em saúde não podem caber ao mercado
"É vital garantir que a tomada de decisões sobre quais as doenças, países e produtos recebem financiamento não dependa na íntegra das forças de mercado", lê-se num relatório deste observatório da Organização Mundial de Saúde (OMS), divulgado este mês. A organização recorda o surto de ébola ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Com aporte de US$ 500 milhões, healthtech atinge valuation de US$ 7,5 bilhões
Uma das maiores startups de healthtech dos Estados Unidos – que já é conhecido por ter as startups mais valiosas do mundo – é a Moderna Therapeutics, que desenvolve remédios experimentais para doenças como câncer através do RNA. A Moderna Therapeutics levantou US$ 500 milhões em ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante




Neste carnaval prevenir com repelente para quem vai viajar é a melhor recomendação para quem ...
Por estes graves motivos, queremos reforçar e alertar a população no combate à doença e replicamos informações e a cartilha do Ministério da Saúde para a prevenção e o conhecimento dos sintomas da doença. A maior ameaça preocupação dos epidemiologistas é quanto a população e o risco de ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


São José avança para internamentos em casa
Medida liberta camas e ajuda a evitar infeções multirresistentes, argumenta o hospital. Destina-se a doenças como pneumonias. O Hospital de São José vai avançar com um projeto para internar doentes nas suas próprias casas. Numa altura em que assinala dois anos à frente do Centro Hospitalar de ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Combater o Aedes evita que a febre amarela seja transmitida em área urbana
Denilson explica que ao combater o Aedes, o risco da transmissão de doenças — inclusive a febre amarela. “Se hoje não estamos vivendo uma epidemia de dengue como em 2016, é por causa do trabalho de prevenção que passa por políticas públicas e cuidados dentro da nossa casa”, alerta.
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


WEB

Estudo reforça a necessidade de vigilância ativa para a prevenção de doenças infecciosas
Mudanças climáticas, destruição de ecossistemas, desmatamento e urbanização contribuem para o aumento de várias doenças infecciosas como síndrome pulmonar de hantavírus, dengue, febre amarela, malária, tripanossomíases, leishmaniose e leptospirose no Brasil. A afirmação é da ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Reumatologista explica o que são as doenças autoimunes
A doutora Sandra Rejane tirou as dúvidas dos telespectadores sobre este assunto.
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Seminário discute principal agente de biocontrole de doenças de plantas e seus mecanismos de ...
Trichoderma e seus mecanismos para biocontrole de doenças de plantas, em 23 de fevereiro, na Embrapa.
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Centro Hospitalar de Leiria inicia consulta de Reumatologia
Segundo o Estudo Epidemiológico de Doenças Reumáticas em Portugal, desenvolvido pela Sociedade Portuguesa de Reumatologia (SPR), muitos portugueses desconhecem que sofrem de patologia reumática, estimando que na região de Leiria essa realidade seja de 50% a 58%. A SPR afirma ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Jornal de Saúde informa

Carvoaria mantinha 23 trabalhadores em situação degradante em Minas Gerais

FISCALIZAÇÃO Carvoaria mantinha 23 trabalhadores em situação degradante em Minas Gerais Todos eles  foram resgatados em ope...

Jornal de Saúde