quinta-feira, 12 de outubro de 2017

Zico defende aumento de fisioterapeutas esportivos em clubes de futebol durante evento em Caldas Novas (GO)



Mais de 1.400 profissionais, professores, atletas e estudantes discutem novos rumos da especialidade até o próximo dia 15 de outubro.

É consenso entre os especialistas que os atletas de alta performance necessitam de um acompanhamento contínuo para prevenir e tratar lesões. No futebol não é diferente. A fisioterapia esportiva ganha espaço ao propor uma abordagem sistêmica e centrada na prevenção, já que o principal objetivo é garantir a saúde e dar segurança ao atleta. Treinador de mais de 12 clubes desde 1999, o ex-jogador da seleção brasileira, Arthur Coimbra - Zico, defendeu a atuação do fisioterapeuta esportivo durante participação no VIII Congresso Brasileiro e VI Congresso Internacional da Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva (SONAFE) na útlima quarta-feira, 11 de outubro, em Caldas Novas (GO).

"No meu período de jogador não aproveitei tanto a fisioterapia como devia e acho que poderia ter seguido um pouco mais se tivesse tido esse acompanhamento. Esse controle que existe hoje e o trabalho do fisioterapeuta são de suma importância. Para o atleta além do tratamento, o mais importante é o que a fisioterapia faz: prevenir, para se ter uma boa temporada sem problemas", evidenciou.

Ainda segundo ele, a experiência, tanto como jogador, quanto treinador, o faz indicar o aumento do número de fisioterapeutas em clubes de futebol. "A dificuldade não é só no Brasil. Os clubes internacionais também estão em um processo de reconhecimento e validação dessa importância. Ouso dizer que estamos muito mais adiantados quando o tema é fisioterapia esportiva. Os clubes, em sua maioria, já possuem fisioterapeutas em suas comissões técnicas e eles atuam junto dos preparadores físicos e dos atletas para poder assistir da melhor maneira possível e minimizar as lesões. O ideal é que atuem pelo menos em dupla, para poderem auxiliar e acompanhar os atletas que viajam em competição e também os que permanecem em eventual tratamento de recuperação", pontuou.

O retorno dos atletas ao jogo, aliás, foi tema de outra mesa redonda, que contou com a participação dos fisioterapeutas esportivos Edson Neumann, do Sport Club Internacional; José Alberto, que atuou no Corinthians; Charles Costa, fisioterapeuta do Cruzeiro (MG), e Rogério Liporaci. "Temos um grande adversário, que é o tempo. Precisamos saber o tempo disponível e o tempo ideal para o retorno ao jogo do atleta. Por isso é importante conhecer o jogador, ajudá-lo no processo de decisão para que o retorno seja o mais seguro possível", destacou Neumann.

As principais lesões observadas na modalidade (lesões isquiotibiais e de LCA), também merecem atenção. "Estamos em uma curva de aprendizado das lesões isquiotibiais, por exemplo. De 30% a 50% das lesões no futebol ainda são musculares. O retorno ao jogo nós programamos ao contrário, desconstruindo. Temos muitas informações, muitas ferramentas, mas o processo cicatricial não mudou. Temos que selecionar bem, adequar ao contexto e aplicar de forma assertiva", compartilhou Alberto.

Avaliação Pré-temporada - Tratada com importância, a avaliação pré-temporada exige uma mudança contínua de mentalidade, porque tem a capacidade de predizer e mensurar o risco de lesão no esporte. Para Antonio Rodríguez, fisioterapeuta esportivo do clube espanhol Sevilla, a lesão é multifatorial. “O atleta é influenciado por estresse, lesões prévias e outras variantes. No Sevilla realizamos testes de força e core logo que retorna das férias. A simetria dos membros inferiores também é muito avaliada. É certo que a comunicação entre profissional e equipe é muito importante, principalmente em lesões prévias, para determinarmos os fatores de risco e o acompanhamento adequado”.

Maior Congresso da história - Mais de 1.400 fisioterapeutas, professores, estudantes e atletas participam do maior Congresso já realizado pela SONAFE no Brasil. “Queremos elevar a fisioterapia esportiva no Centro Oeste. O evento atrela as partes científica e prática, com a presença de grandes nomes internacionais e nacionais em simpósios, palestras, mesas redondas e workshops”, pontua o presidente do Congresso, Thiago Lemos.

Conheça os sete mitos mais populares sobre doença e cuidados com a saúde

Doenças
Atualização diária  12 de outubro de 2017
NOTÍCIAS
Conheça os sete mitos mais populares sobre doença e cuidados com a saúde
Não faltam “teses” sobre doenças e saúde nos fóruns da internet. Confira os esclarecimentos dos médicos sobre as suposições mais comuns.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Como a tecnologia pode ajudar no diagnóstico de doenças
Com o passar dos anos está cada vez mais claro que a tecnologia está a serviço da vida. Fazendo uma retrospectiva do último meio século, ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Fonte de diversas doenças, obesidade pode causar de diabetes a câncer
Realidade vivida por 18,9% dos brasileiros, a obesidade pode resultar em diabetes, hipertensão, câncer e doenças cardíacas, por exemplo. Com o ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Mais de 10 mil casos de doenças mentais diagnosticados em seis meses em Angola
Segundo Massoxi Vigário, estão a aumentar os números envolvendo estas doenças, mas “aumenta igualmente” a procura pelos serviços médicos, ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Elvas: Congresso Ibérico de Doenças Neurológicas “estuda” adoença de Parkinson no CNT
Foto de Rádio Portalegre. A doença de Parkinson está, hoje, em debate no primeiro Congresso Ibérico de Doenças Neurológicas, a decorrer no ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Cidades estão levando doenças e pragas para o campo
A mudança impacta diretamente a agricultura já que, sem controle, pode oferecer riscos de transmissão de pragas e doenças para o campo, como ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Doenças silenciosas atrapalham a fertilidade feminina
doença é caracterizada pela presença externa do endométrio (tecido que reveste a parede interior do útero) em outros órgãos da pelve, como ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Omeprazol e antiácidos aumentam risco de doença crônica no fígado
Essa porcentagem pode ser até sete vezes maior para pessoas com doença hepática crônica. Porém, em um estudo publicado hoje (10), ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Piauí ganhará Centro de Inteligência em Agravos Tropicais Emergentes e Negligenciados
Com o objetivo de fortalecer as políticas públicas de combate a doenças e agravos, será criado no Piauí o Centro de Inteligência em Agravos ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
WEB
Principais doenças de coelho
Conheça as doenças mais comuns do coelho e como cuidar bem do bichinho O coelho é um animal de estimação e precisa de cuidados para não ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Dois terços das doenças são causadas pelo nosso estilo de vida, alerta Marcio Atalla
Dois terços das doenças são causadas pelo nosso estilo de vida, alerta Marcio Atalla. Professor de educação física falou sobre como o brasileiro é ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
A depressão é uma das grandes doenças do século XXI
Início 12/10/2017 - A depressão é uma das grandes doenças do século XXI. 12/10/2017 – A depressão é uma das grandes doenças do século XXI.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Estudo relaciona qualidade do casamento a riscos de doenças
Café das Seis SP. Estudo relaciona qualidade do casamento a riscos de doenças. Homens que descreveram os casamentos como 'melhorando' têm ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Obesidade é uma das causas importantes do aumento dadoenças crónicas não transmissíveis ...
Obesidade é uma das causas importantes do aumento da doenças crónicas não transmissíveis em Cabo Verde ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Considerações sobre a sustentabilidade no controle de doençasdas hortaliças produzidas em ...
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Hortaliças - Capítulo em livro científico (ALICE). Data do documento: 9-Out-2017. Tipo do Material: Capítulo ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Obesidade é uma das causas importantes do aumento dadoenças crónicas não transmissíveis ...
Obesidade é uma das causas importantes do aumento da doenças crónicas não transmissíveis em Cabo Verde. Ocorreu um erro. Por favor tente ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Em um ano, acidentes e doenças ocupacionais crescem nas fábricas
A situação dos frigoríficos é das piores em nosso país, em se tratando de acidentes, e doenças ocupacionais. O manuseio de facas, a exigência dos ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Jornal de Saúde informa

Cuba abandona programa Mais Médicos. 11 mil Profissionais devem ir embora

Jornal de Saúde informa sobre saúde e outras notícias Atualização diária  ⋅   16 de novembro de 2018 NOTÍCIAS Cuba abandona programa ...

Jornal de Saúde