quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Roger Machado será mais um técnico que não vai aproveitar o potencial do Galo?

Quero estar errado, mas esse técnico o Roger Machado é mais um técnico de prancheta, grita muito, fala muito, muito técnico e no jogo real o time não rende nada. É cedo, mas este gaúcho me lembra muito Celso Roth e estou meio alérgico a técnico gaúcho no Atlético, até o "gênio" Tite, sem piada e modéstia, ele provou com 12 vitórias consecutivas até mesmo com time de base nacionalíssimo.


Mas, duas partidas, uma do arquirival com outro intragável gaúcho de técnico, é pouco, por isso penso que estou errado, muito talvez, não. O potencial do Galo não foi aproveitado por Marcelo Oliveira e agora não vai ser aproveitado pelo Roger, falta espírito, alma, garra e gana e isso não se põe dentro de jogador com técnica e grito, precisa de filosofia, psicologia, amor, afeto e muita, longas conversas...até mesmo ao pé do ouvido, no café...

As crianças Autistas que podem melhorar e até curar nascem com 200 tipos de toxinas que contraem no útero

As futuras mamães e as que estão gestando os fetos contraem no útero mais de 200 toxinas e já nascem com elas. Muitos casos de Autismo começam a melhorar, não a curar, quando a mãe suspende alimentos com glúten. Também quando essas crianças começam a vencer a inflamação.

Portanto é aconselhável durante a gravidez a mãe evitar sim bebidas alcoólicas, tabaco, ambientes poluídos, trabalhos insalubres, produtos químicos e até mesmo mudar radicalmente a nutrição com alimentos quanto mais puros melhores, menos agrotóxicos e mais naturais.

Essa observação das toxinas está na página 422 do livro O Cérebro que cura do dr. Norman Doidge, no último parágrafo.

Secretários querem R$ 67 milhões da União para saúde na Capital


jornal de saude
Atualização assim que ocorre  1 de fevereiro de 2017
NOTÍCIAS
Secretários querem R$ 67 milhões da União para saúde na Capital
A Prefeitura de Campo Grande quer aumentar o repasse que recebe anualmente do Ministério da Saúde para R$ 67 milhões, o que poderia ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Panorama das arboviroses é apresentado em Encontro da Secretaria daSaúde
A Prefeitura de Votuporanga por meio da Secretaria da Saúde realiza nesta sexta-feira (03/02) um encontro para discutir e apresentar a “Situação ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
1/4 das mães de bebês com Microcefalia é adolescente
... um ano, conforme dados inéditos do Ministério da Saúde obtidos pelo jornal "O Estado de S. Paulo" por meio da Lei de Acesso à Informação.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Extensões de Saúde de Bustos e da Mamarrosa podem fechar
O porta-voz da CUSPOB, João Sousa, diz estar preocupado com o estado atual dos serviços de saúde prestados na União de Freguesias de Bustos, ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Senadores republicanos confirmam secretários à revelia dos democratas
Os nomes dos secretários do Tesouro e Saúde nos EUA tiveram luz verde esta quarta-feira, depois de uma mudança de regra de funcionamento de ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Imunizar é, continua a ser, uma prioridade em África
“As vacinas estão entre os instrumentos mais eficazes de saúde pública disponíveis”, disse Matshidiso Moeti, Directora Regional da Organização ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Secretaria da Saúde alerta sobre risco da leptospirose
Após as fortes chuvas desta terça-feira (31), a Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria da Saúde, faz um alerta aos munícipes sobre o risco de ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Fundação do Câncer mobiliza a sociedade no controle da doença


No dia 4 de fevereiro é celebrado o Dia Mundial do Câncer. A campanha internacional criada pela União Internacional de Controle do Câncer (UICC) traz o mote “Nós podemos. Eu posso”, com o objetivo de reforçar a importância da sociedade no controle da doença. A Fundação do Câncer, membro da UICC, irá promover ações nas redes sociais para massificar informações sobre adoção de hábitos saudáveis, prevenção, diagnóstico precoce e tratamento.

Referência nacional no combate ao câncer há mais de 25 anos, a Fundação do Câncer desenvolveu um teste de conhecimento para engajar a população.  O quiz intitulado “O que você sabe sobre câncer?” traz oito perguntas e respostas sobre a doença e as formas de prevenção. Disponível em (https://www.cancer.org.br/o-que-voce-sabe-sobre-cancer).
A instituição também irá publicar dicas para uma vida saudável, nos canais Facebook (facebook.com/fundacaodocancer), Instagram e Twitter (fdocancer). Ainda nas mídias sociais, posts irão alertar sobre a necessidade de se falar, abertamente, sobre câncer e de compartilhar histórias de superação, a fim de reduzir o estigma em relação à doença.

“A sociedade precisa falar sobre o câncer, acabar com possíveis tabus. Prevenção e diagnóstico precoce são dois pilares importantes desta causa e a campanha para o dia 4 de fevereiro reforça isso: com informação e o engajamento de todos podemos mudar o panorama atual, em que muitas pessoas não recebem o diagnóstico precoce por falta de informação, medo de procurar ou dificuldade de acesso a um especialista. O diagnóstico precoce aliado ao tratamento adequado aumenta sobremaneira a chance de cura. A luta é diária e é de todos.”, afirma o oncologista clínico da Fundação, Frederico Müller.

O câncer é um problema de saúde pública mundial e sua incidência cresceu 20% na última década. No Brasil, é a segunda causa de morte por doença, atrás apenas das ocorrências cardiovasculares. Para 2030, a expectativa, em todo o mundo, é de 21,4 milhões de novos registros e 13,2 milhões de óbitos, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os países em desenvolvimento serão os mais afetados, incluindo o Brasil.

Sobre a Fundação do Câncer:
A Fundação do Câncer é uma instituição privada e sem fins lucrativos que, há 25 anos, realiza ações estratégicas para a prevenção e o controle do câncer no Brasil. Atua em promoção à saúde, diagnóstico precoce, assistência, cuidados paliativos, educação e pesquisa. A Fundação é responsável pelo desenvolvimento do Programa Nacional de Formação em Radioterapia, contemplado no âmbito do Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon), do Ministério da Saúde, e é parceira do Instituto Nacional de Câncer (Inca) no Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea (Redome) e no projeto de expansão da Rede Brasileira de Bancos Públicos de Sangue de Cordão Umbilical e Placentário (Rede BrasilCord).

3 dicas e consequências para não desidratar na estação mais quente do ano




Esteja preparado para o Verão! Entenda a importância de hidratar-se corretamente 

Praias e rios lotados, piscinas cheias de gente disputando espaço e, na rua, um solzão de 40 graus castigando a todos. É evidente: o verão chegou, trazendo consigo esse calorão tão característico.
Agradando a uns e desagradando a outros, essa estação traz consigo algumas grandes preocupações, como a desidratação, que pode ser um grande problema para todos, principalmente para os praticantes de exercícios físicos.
A nutricionista desportiva Thatiana Ferreira explica que os cuidados com a hidratação devem ser tomados todos os dias, independente do clima, porém nos períodos de muito calor, a atenção deve ser dobrada. “Todos nós desidratamos muito com a prática de exercícios físicos. Isso porque durante a atividade, nosso organismo aumenta muito sua temperatura e com o intuito de equilibrá-la, o corpo reage com a transpiração, que nada mais é do que a perda de líquidos. Nos dias de calor muito intenso, porém, essa perda pode ser ainda maior, demandando muito mais cuidado”, diz.
A especialista afirma que diferentemente do que muitos pensavam, quando desidratamos muito, não perdemos apenas água. “Para quem pratica exercícios físicos mais intensos, ingerir somente água mineral não é suficiente. Isso porque o organismo dessas pessoas perde não somente água, mas também outros nutrientes, como sódio e sair minerais. Por isso, nessas circunstâncias, faz-se necessário ingerir água com eletrólitos, pois somente eles permitem a reposição desses nutrientes perdidos”, afirma.
Thatiana alerta para os problemas que podem surgir ao indivíduo que não se hidrata corretamente. “Quando uma pessoa pratica uma atividade física mais intensa e não repõe os líquidos e nutrientes perdidos, principalmente em temperaturas tão altas como a que temos enfrentado nos últimos dias, os reflexos no seu corpo podem ser nada bons. Sintomas como cãibras, tonturas e queda de pressão arterial são comuns em pessoas desidratadas, podendo levar até mesmo a consequências mais sérias como parada cardíaca”, alerta.
A especialista explica a importância do acompanhamento de um nutricionista para a realização de um cronograma de hidratação. “O cronograma de hidratação aos praticantes de atividades físicas é fundamental para que haja a correta reposição de líquidos e nutrientes perdidos. Durante o cronograma é feito o acompanhamento da perda de líquidos e determinada a quantidade que deve ser reposta após a atividade. Sempre calculamos meio litro a mais do que foi perdido”, afirma.
Confira abaixo algumas dicas da nutricionista para não desidratar na estação mais quente do ano:
1 . Hidrate-se no Mínimo a cada 20 minutos
“O que pouca gente sabe é que quando começamos a sentir sede já é sinal de que o corpo está se desidratando. Por isso, o mais saudável é que a pessoa de hidrate antes mesmo de começar a sentir sede, com uma frequência mínima de 20 minutos durante todo o dia”, diz.
2. Evite cafeína e bebida alcoólica
A especialista alerta para os malefícios da cafeína e de bebidas alcoólicas para a desidratação. “A cafeína, assim como as bebidas alcoólicas, promovem uma grande aceleração no processo de desidratação do organismo. Por isso, evite bebidas como álcool, refrigerantes e alguns tipos de chás, principalmente em períodos próximos à prática de atividade física ou à exposição ao sol e calor”, alerta.
3. Melhores líquidos
Thatiana explica que “as melhores formas de hidratar-se e repor nutrientes perdidos são, sem dúvida, com a ingestão de água, água de coco e sucos de frutas naturais”, conclui.

Micoses podem ser grandes vilãs durante o verão para pessoas com diabetes. Dr. Fábio Batista alerta sobre a importância em manter os pés limpos, secos e hidratados durante o verão para evitar as temidas feridas nos pés


O verão chegou e o feriado prolongado de carnaval já está aí. Neste período, a ansiedade em curtir a praia e a piscina deixam de lado alguns cuidados essenciais com a saúde. Todo mundo sabe que usar protetor solar e evitar a exposição ao sol nos horários de pico podem prevenir danos à pele e à saúde.

O que poucos sabem, é que existem alguns cuidados importantes com o pé para evitar fungos e consequentemente infecções, como as micoses que podem ser superficiais, mas também provocar feridas profundas, trazendo uma grande preocupação para pessoas com diabetes.

O Dr. Fábio Batista, médico ortopedista especializado em pé diabético, explica que é preciso manter os pés sempre limpos, hidratados, protegidos por calçados apropriados prescritos por um médico especialista e nunca andar descalço.

Vale lembrar que manter os pés secos durante os dias mais quentes e com chuva podem evitar micoses. “Os pés sempre são verificados durante consultas em pacientes com diabetes e o tratamento só será eficiente com um diagnóstico precoce e, também, pelo estado clínico do paciente”, comenta.
Segundo a Organização Mundial da Saúde, a cada um minuto, três pessoas são amputadas no mundo em decorrência da doença. Motivo mais que especial para que os pés sejam bem tratados. “As pessoas com diabetes precisam ter atenção dobrada. Complicações, como o pé diabético, podem ser evitadas com prevenção. A diabetes é uma doença complexa, que a sociedade precisa se conscientizar sobre seus sintomas e consequências”, explica.

Dr Fábio Batista (CRM – SP 87665 / TEOT 7662)

NOTÍCIAS Hildon faz discurso no STF sobre precatórios e judicialização da saúde


jornal de saude
Atualização assim que ocorre  31 de janeiro de 2017
NOTÍCIAS
Hildon faz discurso no STF sobre precatórios e judicialização da saúde
Prefeitos de todas as capitais brasileiras se reuniram na manhã desta terça-feira (31) em Brasília, com a presidente do Supremo Tribunal Federal, ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
A elite leva o país ao caos, e quem sofre são os 19 milhões de desempregados
País onde nem a Organização Mundial da Saúde consegue ter dados para confirmar se o mosquito da dengue transmite ou não a febre amarela ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
José de Mello Saúde alarga administração e entra ex-director da McKinsey
O conselho de administração da José de Mello Saúde vai passar a ter 13 membros. Raúl Galamba de Oliveira, ex- director da McKinsey Portugal, ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Jornal de Saúde informa

Carvoaria mantinha 23 trabalhadores em situação degradante em Minas Gerais

FISCALIZAÇÃO Carvoaria mantinha 23 trabalhadores em situação degradante em Minas Gerais Todos eles  foram resgatados em ope...

Jornal de Saúde