segunda-feira, 24 de outubro de 2016

"Kalil entrava gritanto e saia berrando com seus empregados na Erkal" este homem não tem a mínima moral, enrolou trabalhador, pecado capital, ficha suja, crime eleitoral; com pedido ao TJE de impugnação

Agora às 20h25 se ex-funcionária da Erkal, Madureira que disse que Kalil chegava gritando e saia berrando com os funcionários e que ele deu o golpe de fechar empresa e abrir outra e descontar INSS e não pagar a Previdência Social. Assim colocar em risco a aposentadoria e todos os benefícios como auxílio natalidade, funeral e tantos outros que seus trabalhadores tem direito. Kalil, é tão criminoso quanto os criminosos que ele ajudou a prosperar quando não pagou salário para um pai de família. Ele é que deveria agora no seu plano de dobrar a Guarda Municipal, estar processado e condenado e até presos se não pagar a Previdência Social.

O João Leite é ruim, mas não é criminoso. Na minha opinião e na interpretação da Lei, qualquer jurista enquadraria Alexandre Marcelo Kalil como criminoso, golpista, estalionatário. Ele mesmo reconheceu que não pagou o sr. Geraldo da Silva, que se diz humilhado e que trabalhou para o Kalil, na Erkal como vigia durante 4 anos e alguns meses.

"Kalil entrava gritanto e saia berrando com seus empregados na Erkal"
Não é possível que os atleticanos e outros eleitores vão cair na mais velha arma de farsantes, a demagogia, andar de ônibus, comer no Restaurante Popular, carregar criancinhas no colo e jurar que vai melhorar a saúde, a educação e tudo quanto está errado não é de hoje tem anos.

Não é possível que a Lei da Ficha Limpa não incida em Kalil e tenha permitido um candidato com o perfil de um "canalha" que deve trabalhador, que tem em seu salário e a Previdência Social, tudo quanto de mais sagrado, é sua saúde, a alimentação e o aluguel de sua família. É o pão e o leite de seus filhos e a possibilidade que eles frequentem a escola e não virem ladrão ou tenha um pouco mais de sorte que os pais na vida com educação melhor.

Kalil matou o sonho de milhares de trabalhadores. Não paga IPTU e possui carros de luxo, motos. Deve milhões e não paga, não negocia, é condenado e não é preso. Com o dinheiro que ele acumulou ele paga dezenas de advogados e curte de presidente do Galo e agora quer administrar Belo Horizonte.

A ex-funcionária, Madureira foi instruída, muito bem, não há como pensar que um sujeito tão covarde quanto esse vá administrar e fazer algo de positivo por Belo Horizonte. Ele vai montar esquema em Belo Horizonte com amigos e correlegionários que estão pagando também sua campanha para ganharem agora 1 bilhão, pois ao apoiar o atual Prefeito ele ganhou R$ 50 milhões de obras públicas. Imagine com a caneta na mão. Será mais de 1 bilhão no lombo do belohorizontino.

Se esse cara vencer, os mineiros vão passar recibo de otário. Anule seu voto ou vote no pior, porque o melhor, pode se tornar mais pior do que o pior.

Abaixo encaminhamos pedido a Ouvidoria do Tribunal de Justiça Eleitoral de Minas Gerais sobre como o cidadão descontente com essa selvageria que vai incentivar a caloteiros, maus pagadores e patroões a darem o calote nos trabalhadores. Se o Kalil deu calote e se deu bem, é Prefeito de BH e vai ficar mais rico ainda. Nós também vamos dar o cano nos empregados e ponto final.

Se vier resposta positiva vou pessoalmente ingressar com pedido de impugnação da candidatura de Kalil devido a Lei da Ficha Limpa está em pleno vigor no Brasil todo.

___________________________________________________________________________________


Sua mensagem foi registrada em nosso sistema.
Guarde o número do chamado: 2016012144
Em alguns instantes, você receberá um e-mail com informações. Caso isso não aconteça, contate-nos pelo (31)3307-1169/1160.
O acompanhamento do andamento pode ser feito pelo site abaixo, utilizando o número do chamado e a senha cadastrada: http://www.tre-mg.jus.br/institucional/ouvidoria.
Atenciosamente,
Ouvidoria do TRE-MG.
___________________________________________________________________________________
 


Marcelo dos Santos - jornalista - MTb 16,539 SP/SP

Água, um canal para a cura, mas aliada a outros tratamentos


jornal de saude
Atualização assim que ocorre 24 de outubro de 2016

NOTÍCIAS

Água, um canal para a cura
... programas de tratamento específicos para cada paciente que são desenvolvidos a partir de uma criteriosa avaliação do estado de saúde em que a ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Ministro da Saúde anuncia R$23,3 milhões/ano para instituições e UPA do Rio
RIO - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou nesta segunda-feira no Palácio Guanabara a destinação de R$ 23,3 milhões anuais para 13 ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Índios realizam protesto contra portaria
De acordo com o cacique Potiguar, a mobilização é contra a portaria 1907, que teria retirado a autonomia da Secretaria Especial de Saúde Indígena ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Pílula contraceptiva masculina pode chegar a público em 2021
... conseguem nadar, não conseguem chegar ao óvulo, impedindo a fertilização. A pesquisa foi revelada, neste domingo, pelo jornal britânico “Daily ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Escassez deteriora condições de saúde na Venezuela, alerta ONG 24/10/2016 12:30


jornal de saude
Atualização assim que ocorre 24 de outubro de 2016

NOTÍCIAS

Escassez deteriora condições de saúde na Venezuela, alerta ONG 24/10/2016 12:30
RIO — A grave crise de escassez de alimentos e remédios na Venezuela tem efeitos dramáticos na saúde e no bem-estar da população, com reflexo ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Laura Cardoso se afasta de 'Sol nascente' para cuidar da saúde
RIO - No ar em "Sol nascente" como a vilã dona Sinhá, Laura Cardoso precisou se afastar das gravações da novela no fim de semana. No momento ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Secretaria Municipal de Saúde promove ação de combate à sífilis em gestantes
A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promove, na próxima quarta-feira (26/10), o Dia Nacional de Combate à Sífilis. O objetivo da data é ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Trump revela medidas para primeiros 100 dias
... do Norte (Nafta, em inglês), sair da Parceria Transpacífico e revogar a reforma de saúde feita pelo presidente Barack Obama, entre outros pontos.
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Heroína chega à Cracolândia (SP), trazida da África
O Estado ouviu agentes de saúde que atuam no local e psiquiatras que confirmaram a .... As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Segmento de estética e beleza segue na contramão da crise

Nutrição e Beleza: Apostar no cardápio saudável pode ser mais eficaz que o uso de cosméticos convencionais

Alimentação balanceada é fator primordial para garantir a saúde do corpo, prevenir e tratar desordens estéticas e melhorar a aparência
A alimentação reflete diretamente em nosso corpo, tanto de maneira positiva quanto negativa, tudo depende do que ingerimos - como diz o ditado: somos o que comemos – por isso, manter uma dieta adequada é fundamental, não só para garantir a saúde do organismo, mas também para melhorar a aparência física. Através das propriedades dos alimentos, como vitaminas e minerais, que as necessidades nutricionais da pele, unhas e cabelos são supridas, e, se isso não acontece de forma adequada, surgem as deficiências. Para prevenir e combater esses distúrbios estéticos, que além de prejudicar a saúde ainda afetam a autoestima, é necessário adotar uma alimentação balanceada que irá suprir a demanda de nutrientes que o organismo necessita para funcionar bem e garantir a eliminação de toxinas prejudiciais à saúde.


No Brasil aparência é coisa séria. De acordo com um levantamento do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC) Brasil e da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), o brasileiro prefere cortar gastos com lazer em vez de diminuir as compras de produtos e serviços relacionados à beleza e estética. A pesquisa ainda afirma que sete em cada dez consumidores admitem o hábito de adquirir itens de cuidados estéticos até sem necessidade. A preocupação com a aparência física prevalece mesmo em meio a queda acentuada do consumo, consequência da crise econômica enfrentada atualmente pelo país, e fortalece a indústria de cosméticos – que voltou a crescer em 2016.

A Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec), mostra que, apesar do setor ter retraído pela primeira vez no ano passado, o Brasil ainda está entre os maiores consumidores deste setor no mundo. Justamente por isso o mercado da beleza, um dos segmentos mais fortes da economia, investe cada vez mais em produtos diversificados que prometem ser revolucionários e fazer maravilhas na pele, cabelo, unhas e todo o corpo. Porém, muitas pessoas concentram seus cuidados na parte externa e se esquecem do principal, que é a saúde do organismo. Assim, grande parte acaba se frustrando, pois investem altas quantias em produtos e tratamentos estéticos e não conseguem alcançar o resultado esperado.

Beleza de dentro para fora

O segredo está em tratar o mal pela raiz. Por melhor que um produto pareça ser, sozinho ele não faz milagres. Quando se trata da saúde do corpo humano é necessário trabalhar um conjunto de fatores que, associados, podem levar ao êxito. Garantir a qualidade nutricional dos alimentos consumidos é o primeiro passo para o sucesso. Os nutrientes e vitaminas provenientes de uma dieta balanceada são primordiais para o bom funcionamento do organismo como um todo, o que, consequentemente, reflete diretamente na aparência física, melhorando o aspecto e revitalizando cabelos, unhas e pele, por exemplo, além de auxiliar na perda e controle de peso.

A nutricionista Sinara Menezes da Nature Center, afirma que quem investe em produtos e tratamentos de beleza sem estar com a saúde em dia, além de não obter os resultados almejados ainda pode ajudar a agravar a desordem estética: “Antes de mais nada é necessária uma avaliação clínica, pois todo procedimento oferece algum risco, mesmo que mínimo, e os produtos também possuem suas contraindicações.  As vezes o paciente opta por esse caminho para corrigir um pequeno incomodo e no final das contas não vê nenhum efeito, ou pior, sofre com os efeitos colaterais que aumentam o problema”. Segundo a especialista existem bons produtos no mercado, mas nenhum pode substituir os cuidados nutricionais: “Se o paciente apresentar uma carência nutricional o tratamento cosmético pode até mascarar o problema por um período, mas ele certamente voltará a incomodar” – explica Sinara Menezes.

Beleza começa na mesa

Quando se fala em uma alimentação aliada a estética a maioria das pessoas tende a relacionar apenas ao emagrecimento, mas a nutricionista afirma que o sobrepeso é apenas um dos agravos decorrentes de uma conduta alimentar incorreta: “Estudos comprovam que os maus hábitos alimentares, que apresentam deficiências nutricionais, excesso de carboidratos simples, gorduras saturadas, sódio e carência de fibras podem resultar em diversas alterações estéticas como acnes, celulites, envelhecimento precoce, flacidez da pele e muitos outros”.  Sinara Menezes ainda ressalta que escolher os alimentos certos não ajuda a melhorar apenas o lado externo, mas também auxilia na prevenção de vários tipos de doenças.
A alimentação equilibrada é a chave para uma dieta saudável. Determinados alimentos são fonte de matéria prima para manutenção do metabolismo, mas todos os grupos alimentares devem compor o cardápio, pois, nenhum alimento isolado é capaz de fornecer todos os nutrientes necessários. “O plano alimentar deve conter a combinação certa de carboidratos, gorduras e proteínas que irão fornecer a quantidade recomendada de todas as vitaminas e sais minerais de que o organismo necessita. Cada pessoa deve satisfazer suas necessidades de energia, porém sem excessos, e não esquecer de incluir o consumo regular de fibras e de água para auxiliar o funcionamento do sistema digestivo” acrescenta a especialista.

Nutricosméticos pretendem integrar saúde e beleza

Em vista disso, a indústria cosmética tem investido cada vez mais em tecnologia e inovação de produtos para preencher essa lacuna e trazer benefícios de maneira segura e natural. A grande aposta do setor é o investimento em complexos vitamínicos e pílulas: os nutricosméticos, que prometem melhorar aspectos estéticos através da suplementação de nutrientes, entre outros benefícios. Eles podem ser grandes aliados da beleza e da saúde do corpo, gerando resultados mais rápidos que os produtos convencionais e mais duradouros por auxiliar na nutrição do organismo, para isso basta alinha-los à hábitos saudáveis e cuidados essenciais.

A suplementação é indicada quando determinada pessoa não consegue consumir os nutrientes essenciais através da alimentação, resultando numa carência nutricional que pode gerar uma série de problemas, além disso, doenças crônicas e até mesmo alguns medicamentos podem interferir na absorção ou metabolismo das vitaminas e minerais e desencadear deficiências. Outro fator prejudicial é o consumo de alimentos industrializados ou refinados e comidas semi-prontas, que já perderam a maioria de seus nutrientes.

Apesar da ingestão de vitaminas ser altamente benéfica, o uso de suplementos deve ser sempre acompanhado por um profissional de saúde, pois o especialista será capaz de avaliar quais propriedades já estão inclusas na dieta, e, se for caso, indicar a suplementação de maneira segura para ofertar os nutrientes necessários, principalmente para pacientes que possuem restrição a determinados alimentos, como alérgicos, diabéticos, idosos, gestantes e nutrizes.

Saúde suplementar: nova forma de remuneração dos serviços médicos hospitalares

Artigo

Saúde suplementar: nova forma de remuneração dos serviços médicos hospitalares

*Cadri Massuda

A relação financeira entre planos de saúde e hospitais é regrada por um conflito de interesses. Ao emitir uma autorização de internamento é como se a operadora de saúde entregasse um “cheque em branco” ao hospital. Ao hospital interessa que a conta seja alta e à operadora que essa conta seja menor. Nesse momento, entra o papel dos auditores médicos, que têm a função de analisar todos os itens da conta médica. Observa-se que, nesse contexto, todos os atores envolvidos estão sempre em constante conflito, ao invés de trabalharem em prol de um objetivo único: dar o melhor serviço a um custo adequado.

Para que a parceria entre planos de saúde, hospitais e segurados continue saudável é preciso repensar a forma de remuneração dos serviços médicos hospitalares. Atualmente, o pagamento é realizado por serviços prestados diante do evento ocorrido. Para isso, são utilizadas tabelas que são pré-acordadas entre as operadoras, hospitais, laboratórios e médicos. Nessa forma de pagamento, privilegia-se a complexidade da doença e a operadora não consegue mensurar o quanto vai gastar com o paciente internado.
As operadoras de saúde estão buscando soluções para continuarem oferecendo serviços de qualidade para a população a um preço justo. Uma delas é a proposta de estabelecer uma nova forma de cobrança dos procedimentos pelos hospitais e médicos. Por isso, a Abramge – Associação Brasileira de Planos de Saúde está realizando um levantamento de custo médio dos procedimentos mais comuns. A ideia é criar uma tabela de valores para que os hospitais e clínicas saibam, de antemão, o valor que será pago, estabelecendo pacotes por procedimentos.

Em relação aos médicos, a ideia é muito semelhante. O pagamento proposto deixa de ser por serviços prestados e passa a ser por resultado. Isso fará com que muitas das indicações médicas, principalmente cirúrgicas, possam ser melhores avaliadas. Esta nova proposta já está sendo buscada pelos planos de saúde e deve ser implementada em médio e longo prazo.

O mais importante é que na remuneração por serviços prestados existe a possibilidade de divisão da responsabilidade entre planos de saúde e o setor de saúde – hospitais e médicos. E, com isso, poderemos ter uma gestão de custos mais consciente e, assim, garantir a sobrevivência dos serviços de saúde privados. Dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) apontam uma queda de 5% no número de beneficiários no estado de Santa Cataria entre julho de 2015 e deste ano.

Os beneficiários dos planos de saúde também ganham com essas mudanças e com o uso mais racional dos recursos terapêuticos e diagnósticos. Entre possíveis benefícios estão o menor valor da mensalidade do plano; acesso mais facilitado aos serviços de acordo com a sua necessidade e um menor número de intervenções (exames e tratamentos) evitáveis.


*Cadri Massuda é presidente da Abramge-PR/SC – Associação Brasileira de Planos de Saúde – regional Paraná e Santa Catarina

DOENÇAS DE VERÃO: PREVENÇÃO É A MELHOR MANEIRA DE PROTEGER AS CRIANÇAS

DOENÇAS DE VERÃO: PREVENÇÃO É A MELHOR MANEIRA DE PROTEGER AS CRIANÇAS
a chegada do clima quente e o aumento das chuvas podem provocar doenças

As crianças podem apresentar sintomas de algumas doenças típicas nessa época do ano. Entre as principais doenças que acometem as crianças no verão, as mais comuns são conjuntivite, otite (inflamação no ouvindo, principalmente na parte externa), insolação,  gastroenterocolite e as doenças de pele, como micoses.

“No verão, período de férias escolares, as crianças fazem mais refeições fora de casa e entram em contato com alimentos que podem estar contaminados. Além disso, acontece o aumento da circulação dos vírus, que causam algumas dessas doenças, como a gastroenterocolite”, explica a pediatra Isabela Moreira Forni, da rede de centros médicos dr.consulta.               

SAIBA QUAIS SÃO AS DOENÇAS E SEUS SINTOMAS        

Conheça mais sobre algumas dessas doenças e os possíveis sintomas:
               

IMPETIGO
O que é?            

O impetigo é uma infecção na pele causada por bactérias. Costuma aparecer em crianças entre 2 e 5 anos, podendo surgir em outras idades também. O contágio se dá pelo contato direto, principalmente por meio de lesões cutâneas, como picadas de inseto, arranhões ou cortes preexistentes nesta região.
Quais são os sintomas?              
O impetigo começa com pequenas irritações vermelhas na pele, parecidas com picada de mosquito, e  evoluem rapidamente para pequenas lesões com pus. Essas lesões estouram e formam lesões crostosas, a maioria não é dolorosa e podem causar coceira. As lesões costumam acontecer no rosto e nos membros. Não é comum as crianças apresentarem sintomas como febre ou mal-estar. Caso apareçam esses sintomas, é recomendado procurar atendimento médico. 

GASTROENTEROCOLITE
O que é?            
Esse nome estranho nada mais é do que um quadro de diarreia e vômitos, podendo ou não ser acompanhado de febre. 

Quais são os sintomas?              
O mais importante é ficar de olho para as crianças não desidratarem, oferendo bastante líquido e mantendo uma dieta saudável. 

INSOLAÇÃO
O que é?            
A insolação é a consequência do excesso da exposição ao sol, associada à baixa ingestão de líquidos.

Quais são os sintomas?              
Os sintomas normalmente são de mal-estar, dor de cabeça, náusea e tontura. É importante usar filtro solar e manter as crianças brincando na sombra, sempre oferecendo líquidos e se atentando ao horário de exposição ao sol.    

SAIBA COMO PREVENIR AS DOENÇAS QUE SURGEM NO VERÃO         
               

O verão exige alguns cuidados específicos, como por exemplo:              

• Usar sempre protetor solar (em crianças acima de seis meses), não expondo a criança ao sol durante longos períodos;
• Evitar exposição ao sol das 10 às 16 horas;      
• Oferecer bastante líquido e atentar-se à qualidade da água para beber e ao preparo dos alimentos oferecidos, comprar e consumir refeições apenas em lugares confiáveis que façam a  adequada higiene dos alimentos;         
• Não deixar as crianças com roupas úmidas por um longo período e realizar higiene corporal adequada;
• Evitar locais fechados, aglomerados e muito abafados.


DR.CONSULTA OFERECE CHECK-UP DIRECIONADO PARA AS CRIANÇAS          
Voltado para crianças de 7 a 12 anos, o pacote de serviços de saúde oferece de exames de sangue a consultas oftalmológicas e odontológicas.              
“O cuidado com a saúde deve acontecer durante o ano todo, seguindo sempre o calendário de vacinas e as consultas periódicas ao pediatra”, orienta a médica Isabela. 

Confira a lista completa de consultas e exames inclusos no “Check-up Criança”:

·         CONSULTA OFTALMOLOGIA
·         CONSULTA PEDIATRIA
·         AVALIAÇÃO ODONTOLÓGICA
·         ECG - ELETROCARDIOGRAMA
·         CREATININA SORO
·         FERRO
·         GLICEMIA
·         HEMOGRAMA
·         POTASSIO S
·         SODIO S
·         TRIGLICERIDES
·         UREIA
·         HEMOGLOBINA GLICADA
·         TRANSFERRINA
·         TSH - HORMONIO TIREOESTIMULANTE
·         FERRITINA
·         COLESTEROL TOTAL E FRAÇOES
·         25- HIDROXI VITAMINA D3 (CALCIDIOL)             
 

Hospitais da RMC investem em novo conceito de gestão hospitalar

Hospitais da RMC investem em novo conceito de gestão hospitalar

Mais de 200 leitos já contam com equipamento que oferece maior organização e padronização no atendimento ao paciente
No dia a dia de um hospital ou unidade de saúde, muitas vezes o profissional pode se encontrar em uma situação caótica com equipamentos e materiais à beira do leito. Pensando nisso, a Biocam – empresa de tecnologia para o segmento hospitalar de Campinas – desenvolveu produtos para facilitar as atividades dos profissionais da área da saúde e proporcionar mais conforto e segurança aos pacientes. 

Entre os produtos, se destaca o PolyBEAR. Através de um monotrilho de alumínio e um suporte de fixação rápida, ele organiza acessórios, materiais médicos e equipamentos à beira do leito de forma prática e padronizada. Seu sistema proporciona condições adequadas para o trabalho, de modo a “levar padronização para o serviço assistencial, melhorando a produtividade e oferecendo mais segurança e conforto tanto para os pacientes como para os profissionais”, afirma Rogério Ulbrich, diretor da Biocam. 

O PolyBEAR já está presente em mais de 200 leitos hospitalares, incluindo o Hospital da Mulher “Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti” (Caism) e o Hospital Maternidade Santa Tereza, ambos em Campinas. No Hospital Unimed, em Ribeirão Preto, foram instalados 117 painéis. 

O painel, bem como os demais equipamentos da Biocam, se encaixa no conceito de ambiência, adotado pela empresa no desenvolvimento dos produtos. O conceito visa dar ao espaço físico do hospital um tratamento que proporcione atenção acolhedora, humana e conforto ao paciente. Aliado a isso, oferece ao profissional condições adequadas, organização e padronização dos equipamentos necessários para maior produtividade de seu trabalho.

“Trabalhamos em conjunto com todos os profissionais envolvidos no processo de estruturação hospitalar, apoiando suas ideias. Assim, procuramos aprimorar o ambiente de trabalho de modo a desenvolver produtos que promovam melhoria na assistência médica ao paciente”, completa Rogério.
Tags: hospital; ambiência hospitalar; gestão hospitalar; saúde; equipamentos hospitalares; biocam
Fotos: https://goo.gl/43niFt 

Nova técnica para o tratamento do refluxo chega ao Brasil

Nova técnica para o tratamento do refluxo chega ao Brasil


A partir do mês de outubro, quem sofre com a doença pode ser beneficiado pelo procedimento já liberado pela Anvisa


Um dos problemas mais comuns do aparelho digestivo, presente em mais de 20% da população brasileira, segundo dados da Faculdade de Medicina da USP, é o refluxo gastroesofágico. Os principais sintomas são a queimação, a regurgitação e a azia. O refluxo do ácido gástrico para o esôfago costuma produzir queimaduras na parte interna do esôfago e, se não houver tratamento adequado, as paredes podem ficar tão machucadas que há um aumento das chances de se ter complicações como úlceras, e até mesmo um câncer no esôfago, por exemplo. Uma alternativa que têm trazido resultados muito satisfatórios em regiões como Ásia, Europa e alguns países da América Latina, e que está chegando ao Brasil esse mês, é a Terapia por Estimulação Elétrica do Esfíncter Esofágico Inferior -EndoStim.


A técnica consiste na implantação do dispositivo, de forma minimamente invasiva, na região do esfíncter inferior do esôfago para a sua estimulação elétrica a fim de corrigir problemas no seu funcionamento. Esse esfíncter é responsável por impedir que os alimentos e líquidos voltem em direção ao esôfago, sendo que quando está defeituoso produz a Doença do Refluxo Gastroesofágico (DRGE)


“O tratamento estimula o esfíncter a se contrair fazendo com que o refluxo não ocorra. Existe alguma similaridade com o mecanismo de ação do marcapasso cardíaco. Atualmente, o EndoStim é o único equipamento que estimula diretamente o esfíncter e já tem resultados de quatro anos de acompanhamento trazendo resultados efetivos e duradouros para quem sofre com o refluxo crônico”, afirma o gastroenterologista, fundador e coordenador do Centro de Motilidade do Aparelho Digestivo (CEMAD) e membro da Federação Brasileira de Gastroenterologia, Sociedade Brasileira de Motilidade Digestiva e Sociedade Brasileira de Cirurgia Vídeo-Endoscópica, Dr. Maurício Bravim. 


Ele, que é um dos médicos responsáveis pela seleção de pacientes com DRGE e que preencham os critérios clínicos para a indicação do Endostim, conta que para um grupo de pessoas com refluxo, os quais não possuem indicação cirúrgica, porém sofrem grande impacto em sua qualidade de vida, não havia uma opção terapêutica no Brasil similar ao Endostim. “As perspectivas são excelentes, pois o dispositivo atua corrigindo o problema primário. Os resultados até o momento são bastante promissores, tanto pela grande melhora nos sintomas, quanto pela inexistência de novos problemas causados pela terapêutica, como ocorre em muitos casos submetidos à cirurgia”, afirma. 


Outro ponto interessante sobre o tratamento é sua capacidade de ajuste por meio de um programador de telemetria após a cirurgia, caso persista algum sintoma. “Além disso, é a única técnica que objetiva restaurar a função do esfíncter esofágico sem mudança anatômica. Os trabalhos clínicos sobre o EndoStim demonstram que 90% dos pacientes que fizeram a implantação não tomam mais nenhuma medicação. Atualmente há 450 pacientes tratados no mundo e a expectativa é de realizar cerca de 50 procedimentos ainda esse ano no Brasil”, conta o cirurgião, especialista em Cirurgia Laparoscópica Avançada e Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Laparoscópica, Dyker Paiva, que também é um dos responsáveis pela seleção de pacientes ao procedimento.

Um dos pacientes que passou pela terapia há dois anos é o brasileiro, que reside na Argentina, Sebastian Garcia. “No meu caso, passada a operação já não sentia mais nada. Tenho uma vida normal novamente, consigo comer e beber qualquer coisa e não sinto mais aquela acidez que tanto me atrapalhava. Consigo dormir bem à noite e não tomo mais nenhum medicamento. Foi uma mudança geral”, conta.
Mais informações pelo site www.endostim.com.br                          

Jornal de Saúde informa

Até quando juiz poderá passar por cima da Constituição do STF e soltar liminar que fere o Direito de expressão e a liberdade de imprensa?

Grande equívoco de juiz, ao proibir a Globo de noticias matérias do processo do Assassinato de Mariele Franco e Anderson Gomes. Não podemo...

Jornal de Saúde