quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Unimed JP é um dos 50 maiores planos de saúde



jornal de saude
Atualização assim que ocorre 22 de setembro de 2016

NOTÍCIAS

Unimed JP é um dos 50 maiores planos de saúde
A Unimed João Pessoa é um dos 50 maiores planos de saúde do Brasil. A informação é do Jornal Valor Econômico, que divulgou este mês a 16ª ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Centros de saúde de BH abrem no sábado para atualizar cadernetas de vacinação



jornal de saude
Atualização assim que ocorre 22 de setembro de 2016

NOTÍCIAS

Centros de saúde de BH abrem no sábado para atualizar cadernetas de vacinação
Os 149 centros de saúde de Belo Horizonte estarão abertos no próximo sábado, das 8h às 17h, para atualizar cadernetas de vacinação de crianças ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Ministério Público Federal confirma falta de medicamentos nos postos de saúde
A falta de medicamento nos postos de saúde de Três Lagoas está entre as principais reclamações da população. Basta ir às unidades para ouvir ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Paises da ONU assinam compromisso global contra superbactérias


jornal de saude
Atualização assim que ocorre 21 de setembro de 2016

NOTÍCIAS

Paises da ONU assinam compromisso global contra superbactérias
Esta será a quarta declaração da ONU sobre questões de saúde, após o HIV em 2001, doenças crônicas em 2011 e ebola em 2013.
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Santos Dumont recebe unidade móvel de saúde bucal
A unidade móvel OdontoSesc está em Santos Dumont com a oferta de consultas e exames gratuitos. A população que passar pelo consultório móvel ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

25 DE SETEMBRO – MOBILIZAÇÃO INTERNACIONAL FARMACÊUTICOS EM AÇÃO – TODOS CONTRA O AEDES

 


25 DE SETEMBRO – MOBILIZAÇÃO INTERNACIONAL
FARMACÊUTICOS EM AÇÃO – TODOS CONTRA O AEDES AEGYPTI

Na data em que se comemora o Dia Internacional do Farmacêutico, dia 25 de setembro, será realizada uma grande ação integrada entre diversos países da América Latina, para unir forças contra a dengue, a chikungunya e a zika. A campanha Farmacêuticos em Ação – todos contra o Aedes aegypti será intensificada no Brasil e lançada simultaneamente na Argentina, Costa Rica, Paraguai, Uruguai e Venezuela, em uma iniciativa do Fórum Farmacêutico das Américas (FFA), com apoio da Fundação Internacional Farmacêutica (FIP) e Fundação FIP. A ideia surgiu com a repercussão positiva da campanha brasileira, lançada em março, com grande adesão dos farmacêuticos e da população.

O objetivo da iniciativa é transformar cada farmacêutico desses países em um agente de combate ao mosquito e cada farmácia em um posto avançado contra o mosquito Aedes aegypti. No Brasil, a campanha é desenvolvida pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF), os conselhos regionais e as entidades parceiras – Sociedade Brasileira de Farmacêuticos e Farmácias Comunitárias (SBFFC), Associação Nacional de Farmacêuticos Magistrais (Anfarmag), Sociedade Brasileira de Farmácia Hospitalar (Sbrafh).

Além do apelo institucional, as entidades se estão se mobilizando nesta data porque todos esses países continuam registrando casos de dengue, chikungunya e zika, com tendência de o problema se agravar, em função do período chuvoso que se aproxima. Será uma ocasião tanto para os farmacêuticos celebrarem os avanços da profissão como para reafirmarem, à sociedade, a importância da atuação profissional.

Farmácias e farmacêuticos estão sendo orientados a se mobilizar e contribuir com a prevenção e controle das três doenças relacionadas ao Aedes aegypti. Os farmacêuticos podem, além de oferecer a orientação correta aos pacientes, identificar pessoas com sinais e sintomas sugestivos, encaminhando os casos suspeitos, prescrevendo terapias adequadas, quando pertinente, e acompanhando pacientes em tratamento. Ações como estas que podem ser potencializadas com a adesão das farmácias.

Mas a participação é livre às entidades farmacêuticas, às universidades, às entidades representativas da sociedade civil organizada, à defesa civil, aos órgãos públicos e organizações governamentais e a todos que quiserem participar. A proposta é que farmacêuticos, estudantes de Farmácia e entidades ligadas à profissão busquem promover ou pelo menos participar de ações em locais públicos voltadas ao combate da dengue, da chikungunya e zika. “Vamos todos sair às ruas contra o mosquito Aedes aegypti”, conclama Josélia Frade, diretora de Prática Profissional do Comitê Executivo do FFA e representante do Brasil na entidade.

Para respaldar os participantes da campanha, o CFF desenvolveu um hotsite (www.cff.org.br/farmaceuticoemacao), um folder e um guia de bolso, com informações para a população e para os farmacêuticos. O material está disponível em português e foi traduzido para o espanhol para utilização nos demais países membros do FFA.

“Somos cerca de 200 mil farmacêuticos no Brasil e o país conta com 90 mil farmácias. Podemos, de fato, formar um exército capaz de apoiar à sociedade, no enfrentamento de uma epidemia tão dramática, que se tornou uma preocupação mundial”, reforça o presidente do CFF, Walter da Silva Jorge João. “Não podemos nos furtar ao papel fundamental do farmacêutico na prevenção das doenças e na promoção da saúde. Participar dessa luta também é nossa obrigação como cidadãos. Contamos com sua colaboração!”

Mais Médicos renova contratos, mas quer reduzir nº de cubanos


jornal de saude
Atualização assim que ocorre  21 de setembro de 2016
NOTÍCIAS
Orlando Bolçone, do PSB, é entrevistado no TEM Notícias
... segunda-feira até quinta-feira (22), quatro candidatos vão passar pelo estúdio do jornal. ... Candidato, o senhor acha mesmo que a saúde vai bem?
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Candidato à reeleição, Haddad promete dar continuidade a projetos na periferia
Haddad participou no início da tarde de hoje da série de sabatinas da TV Brasil em parceria com o jornal El País com os candidatos a prefeito.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Mais Médicos renova contratos, mas quer reduzir nº de cubanos
O Ministério da Saúde anunciou na terça-feira (20) a renovação do contrato firmado com a Organização Pan-americana de Saúde (Opas) que ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

DF disponibiliza 123 postos de saúde para campanha de multivacinação


jornal de saude
Atualização assim que ocorre 21 de setembro de 2016



DF disponibiliza 123 postos de saúde para campanha de multivacinação
O disponibilizou 123 postos de saúde para a campanha nacional de multivacinação, promovida pelo Ministério da Saúde. O objetivo é vacinar ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Bombardeio em Aleppo deixa 5 funcionários da área da saúde mortos
Pelo menos cinco trabalhadores da área da saúde no sul da Província de Aleppo, na Síria, morreram na noite de terça-feira em um bombardeio de ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Falhas na prescrição médica aumentam possibilidade de erro
A Associação Nacional de Unidades de Saúde Familiar fez saber, através de comunicado enviado à redação do Jornal Médico, que “as falhas ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Consumidores apoiam mudanças nos rótulos, aponta pesquisa do Idec


 
 
Para 93,3% dos internautas, informação nutricional na frente da embalagem facilitaria a compreensão sobre a composição dos alimentos
 
 
Nesta quarta-feira (21), o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) apresenta  os resultados de sua pesquisa de opinião sobre rotulagem nutricional dos alimentos. O levantamento, realizado entre os dias 13 e 23 de junho deste ano, teve a participação de 2.651 internautas e identificou as dificuldades dos consumidores para entender as informações contidas nos rótulos.
 
Fonte: Revista do Idec 
 
A pesquisa mostra que para 93,3% dos entrevistados a informação na frente da embalagem ajudaria a compreensão. A proposta é uma das mudanças na rotulagem defendida pelo Idec e permite que o consumidor identifique a composição de produtos não saudáveis com mais rapidez. 
 
No levantamento, foram apresentados modelos de rótulos frontais e o utilizado pelo  Equador obteve 71,2% de aprovação. Ele tem como base um semáforo e indica se o alimento tem teor baixo, médio ou alto (verde, amarelo e vermelho) de nutrientes críticos, como sódio, açúcar e gorduras. Outros países, como Reino Unido e Austrália, também já seguem as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) de inserir de forma fácil a informação nutricional na frente da embalagem. 
 
As características nutricionais como quantidade de calorias, teor de sódio, gorduras e carboidratos são informações obrigatórias, desde 2003, mas a regra atual obriga sua colocação apenas na parte de trás das embalagens, em uma tabela. Embora tenha o objetivo de  informar o consumidor, apenas 39,6% dos entrevistados dizem compreender parcialmente ou muito pouco da rotulagem nutricional atual. Entre os fatores apontados que dificultam o entendimento estão o tamanho da letra (61%), o uso de termos técnicos (51%) e a poluição visual do rótulo (41,6%). 
 
De acordo com a pesquisadora e nutricionista do Idec, Ana Paula Bortoletto, tais falhas dificultam o direito à informação clara e correta. “Algumas melhorias são cobranças antigas, como a inclusão do açúcar na tabela nutricional (apoiado por 98,3%) e a padronização da informação por 100g ou por embalagem e não por porção (defendida por 80% dos entrevistados)”, explica.  
 
Para o Idec, os resultados do levantamento demonstram a preocupação dos consumidores com a alimentação e seu apoio a melhorias. Além disso, servem de base para que o Instituto pressione a Anvisa no desenvolvimento de novas regras, seguindo o exemplo de países que utilizam rótulos frontais para destacar os riscos à saúde. 
 

Frustrado, Cristóvão diz que Timão paga preço alto pela saúde financeira


jornal de saude
Atualização assim que ocorre 21 de setembro de 2016

NOTÍCIAS

Frustrado, Cristóvão diz que Timão paga preço alto pela saúde financeira
Cristóvão Borges sobreviveu apenas a 18 partidas à frente de um Corinthians em remontagem. A missão não era fácil. Ele teve de substituir o ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Consumidores ainda têm dificuldades de entender os rótulos dos alimentos
Também entendemos que o excesso de apelos sobre a composição ou a supostos benefícios à saúde devem ser coibidos pelas autoridades ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Jornal de Saúde informa

Cuba abandona programa Mais Médicos. 11 mil Profissionais devem ir embora

Jornal de Saúde informa sobre saúde e outras notícias Atualização diária  ⋅   16 de novembro de 2018 NOTÍCIAS Cuba abandona programa ...

Jornal de Saúde