domingo, 19 de junho de 2016

Saneamento básico nas favelas, realidade perversa com prejuízo anual de R$ 2,5 bilhṍes, agora as doenças para humanos e animais

Um dos grandes problemas no Brasil, e solucinável, é o Saneamento Básico. A rede de esgoto, dutos e banhos vem desde a Grécia antiga, os Romanos com seus banhos termais e suas estradas de comunicação, principalmente para guerra fizeram o que hoje se faz no Brasil há muito tempo com o aumento populacional, ocupar lugares e nem sempre a infraestrutura é feita.

Muitas das vezes essa infraestrutura de rede esgoto, canos para água de caixa d'água, são feitas por pessoas com pouco conhecimento e fazem coisas para funcionar no momento e depois quando muitas pessoas utilizam e passam-se meses e anos. O sistema já precácio não suporta. Advém ainda com a má utilização; se joga de tudo no vaso sanitário, entre papel higiênico, absorvente, fio dental que forma bola de fio de dental que entope.

O mau cheiro e a água misturada com dejetos fecais, gordura e outros é um caldo de proliferação de doenças para animais, para aumento da população de roedores, moscas e contaminação de pequenos animais como gatos e cães que podem tomar da água, pisar e se infectar e depois transmitir doenças através da fezes e até mesmo de aconchego com o cuidador ou dono.

É preciso no país uma política sanitária de excelência e isso precisa de fiscalização diuturna não com fito de multar, mas de orientar, aprazar para que proprietário mude sua rede de esgoto e que a Prefeitura e Estado comecem o saneamento básico nas favelas e vilas, segundo últimas pesquisas no Brasil:
http://g1.globo.com/economia/noticia/2016/05/perda-por-falta-de-saneamento-em-favelas-chega-r-25-bilhoes-ao-ano.html


A saúde, a rede pública de saúde, não vence isso, pode remediar com tratamento e até medicamentos, mas adultos, crianças e idosos e até os animais se infectam novamente. Hoje no país a Dengue que desde 1992 assola o país agora o Chikugunha e a Zika, então é hora, e precisa ser agora que inicie esse processo de reversão de prejuízo com as favelas anualmente que segundo relatório chega em R$ 2,5 bilhões anuais.

Marcelo dos Santos - jornalista - MTB 16.539 SP/SP

Mineirão é roubado por três construtoras, processo em segredo de justiça, Atlético e Cruzeiro foram surrupiados

Empreiteiras e administradores do Estádio Magalães Pinto, mais conhecido como Mineirão, em Belo Horizonte, MG., foi fraudado. Corre processo com segredo de Justiça pelos desfalques em bilhetagem de jogos entre Cruzeiro e Atlético, e outros eventos onde o dinheiro foi desviado. As construtoras são três: (formada pelas empresas Construcap, Egesa e Hap Engenharia)

Leia mais: http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2016/06/19/esquema-desviou-mais-de-r-35-mi-para-empreiteiras-do-mineirao-afirma-mp.htm

Jornal de Saúde informa

Férias escolares: momento importante para atualizar a caderneta de vacinação das crianças e adolescentes

Rio de Janeiro, novembro de 2018  – Férias escolares, viagens, família reunida e festas de fim de ano. Além de todas essas comemora...

Jornal de Saúde