quarta-feira, 13 de abril de 2016

INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL OU FERTILIZAÇÃO IN VITRO?

      Casais que procuram ajuda de especialistas para realizarem o sonho de ter um filho geralmente chegam aos consultórios cheios de dúvidas. Após uma avaliação individualizada e a confirmação de que será preciso utilizar alguma técnica de reprodução assistida, o casal deve entender as diferenças e as vantagens e desvantagens de cada método.

      Para o médico especialista em reprodução feminina da Insemine e professor da UFRGS, João Sabino da Cunha Filho, uma dúvida muito comum é com relação à diferença entre a inseminação artificial e a fertilização in vitro (FIV). De acordo com o especialista, a inseminação artificial consiste, basicamente, em cortar o caminho percorrido pelos espermatozóides. A técnica é usada, geralmente, quando a mulher tem algum problema no colo do útero, endometriose ou a qualidade do sêmen não é boa. "Nesses casos, é coletado sêmen do homem e injetado na cavidade uterina da mulher. Os espermatozoides podem fecundar os óvulos, passando pelas trompas. Essa técnica é usada também quando o homem tem poucos espermatozoides. O esperma é colhido e recebe um tratamento no laboratório para aumentar sua concentração. É depois depositado no útero da mulher",explica o médico.

     Já na fertilização in vitro (FIV), que é conhecida popularmente como "bebê de proveta", o procedimento é feito fora do corpo da mulher. "O primeiro passo é estimular a produção de mais de um óvulo por ciclo. Esses óvulos são aspirados por uma agulha e colocados em uma substância cheia de nutrientes, para mantê-los vivos. Então, os espermatozóides são colocados no mesmo recipiente, para que haja a fecundação. Após sua fertilização, o óvulo é mantido em uma estufa, onde começa a ocorrer a divisão celular. Depois de se formarem oito células, o embrião é colocado no útero da mulher", fala Sabino. O médico relata que essa técnica é muito utilizada por mulheres que fizeram ligamento de trompas e se arrependeram, endometriose com comprometimento de trompas ou fator masculino severo.

    Na FIV geralmente são implantados mais de um embrião para aumentar a chance de ocorrer a gravidez. "Por isso é tão comum o nascimento de gêmeos ou trigêmeos", afirma Sabino. A fertilização in vitro é também usada em mulheres que, após a menopausa (quando não ovulam mais), decidem engravidar. Só que, nesse caso, o óvulo que vai ser fertilizado precisa ser doado por outra mulher. O óvulo da paciente é retirado, fertilizado e reimplantado diretamente no útero.

   Existem alguns casos em que o esperma pode ser colhido e guardado para fazer uma fertilização no futuro. Opta-se por essa alternativa quando o homem tem câncer de testículo e vai fazer radioterapia, já que a radiação impede a produção de espermatozóides. Antes que o paciente comece o tratamento, o esperma é colhido e armazenado. Por ser uma técnica realizada em laboratório, a FIV costuma ser mais indicada para os diagnósticos complexos de infertilidade.

  O mais importante é que o casal sempre passe por uma avaliação detalhada para um diagnóstico preciso do fator de infertilidade, permitindo assim, definir junto ao médico o método mais indicado. 

Jornal Médico Cada euro gasto em saúde mental equivale a retorno de quatro euros


jornal de saude
Atualização assim que ocorre  13 de abril de 2016
NOTÍCIAS
Jornal Médico
Cada euro gasto em saúde mental equivale a retorno de quatro euros
Por cada euro investido no tratamento da depressão e da ansiedade ganham-se quatro em saúde e capacidade de trabalho, revela hoje um estudo ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
O Progresso - Dourados
Nova recepção do hospital de Itaporã é inaugurada
Na oportunidade foram colocados no pátio do hospital a linda frota de veículos novos da saúde. São vários carros, além de ambulâncias e a UTI ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Tomar remédio sem receita pode piorar sua saúde


jornal de saude
Atualização assim que ocorre  13 de abril de 2016
NOTÍCIAS
Globo.com
Ministério da Saúde confirma 1.113 casos de microcefalia em todo o país
O Ministério da Saúde confirmou 1.113 casos de crianças que nasceram com microcefalia e outras alterações no sistema nervoso desde outubro do ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
O Nortão Jornal
Tomar remédio sem receita pode piorar sua saúde
Dor de cabeça, pelo, corpo, no estômago, são os sintomas comuns de doenças corriqueiras como gripes e viroses que atingem a população.
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante
Jornal de Brasília (Assinatura)
Organizações Sociais têm bons resultados em hospitais de Goiás
Não faltam elogios aos hospitais da rede estadual de saúde de Goiás por parte de ... O Jornal de Brasília viajou mais de 200 quilômetros até a capital goiana ... “Há dois anos, o TCU e o Ministério da Saúde nos chamaram para dar ...
Google PlusFacebookTwitterSinalizar como irrelevante

Michel Temer como pode jurar e trair depois

Este homem, Michel Temer, primeiro pode ser chamado de rato de navio junto com seus colegas do PMDB, quando viram que o navio adernava, todos pularam e não querem afundar com o governo.
temer-agbr-520x333.jpg
Depois trai o juramento que fez junto com a presidente Dilma Rousseaff no dia da posse onde ambos conquistaram 58% dos votos de milhões de brasileiros para governar com união para todos os brasileiros. Um traidor e agora golpista, pois ele fez de tudo para que o impeachment fosse implantado, tudo para que o relatório fosse aprovado e até mesmo teve o desplante de gravar conversinha de suposto discurso de sua posse onde pede União quebrada por ele e seus partido.
http://www.istoe.com.br/…/450873_GOLPE+E+ROMPER+COM+O+QUE+E…#, se pudesse sairia do país quando ele tomasse posse, tenho nojo, asco dele e Eduardo Cunha, ambos corruptos e corruptores que posam de bons moços, impolutos.

Jornal de Saúde informa

Cuba abandona programa Mais Médicos. 11 mil Profissionais devem ir embora

Jornal de Saúde informa sobre saúde e outras notícias Atualização diária  ⋅   16 de novembro de 2018 NOTÍCIAS Cuba abandona programa ...

Jornal de Saúde