terça-feira, 22 de março de 2016

RESTAURANTES POPULARES EM TOLEDO: UM PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO


[PDF] RESTAURANTES POPULARES EM TOLEDO: UM PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO

E Zanini, MB Schaneider - Economia e Desenvolvimento, 2016
... para atender as necessidades sociais da população (assistência social, saúde, educação,
alimentação ... pago ao produtor é estabelecido pelo Grupo Gestor e atualizado semestralmente,
de ... na merenda escolar e nos restaurantes populares (BAZEI, 2015; JORNAL DO OESTE ...

Novos negócios com o envelhecimento da população

Novos negócios com o envelhecimento da população
 
​​
Por André Kina, fundador da 4BIO Medicamentos Especiais
 
A expectativa de vida dos brasileiros vem aumentando nos últimos anos. Esta mudança no perfil da população tem impactado diversos setores da economia e, por isso, acompanhá-la pode trazer boas oportunidades de negócios para as empresas. Com estratégias adequadas e personalizadas, é possível diversificar as áreas de atuação e investir em serviços específicos para as pessoas desta faixa etária, principalmente, na área da saúde. Afinal, todos querem viver mais e melhor.
 
Segundo o Relatório Mundial de Saúde e Envelhecimento, realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o número de brasileiros com mais de 60 anos aumentará de 12,5%, porcentagem atual, para 30% até 2050. Este crescimento deverá ser mais rápido do que a média internacional – enquanto a quantidade de idosos vai duplicar no mundo até o ano de 2050, ela quase triplicará no Brasil. O que mostra que é preciso estar atento a esta parcela da população.
 
Estes dados vêm de encontro a um outro levantamento, realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em conjunto com um portal de educação financeira. Esta pesquisa traz dados bastante relevantes sobre o potencial de consumo de pessoas com mais de 60 anos residentes nas capitais do País: 41% dos entrevistados afirmam gastar mais com produtos que desejam do que com itens relacionados às necessidades básicas da casa. Contudo, pelo menos 45% alegaram enfrentar dificuldades para encontrar produtos destinados ao público de sua idade.
 
A pesquisa foi realizada em 2014, mas não houve grandes mudanças no mercado de lá para cá. O que aponta que companhias de todos os setores precisam estar preparadas para entender as especificidades deste público. O fato, é que os idosos estão deixando de ser uma minoria, e desde a indústria de alimentos até o profissional que dispõe os produtos em supermercados, por exemplo, todos precisam estar alerta as oportunidades relacionadas a esta parcela da população.
 
Na área da saúde e bem-estar não é diferente, pelo contrário, deve-se estar ainda mais atento. Mesmo com uma vida mais saudável, que é um dos motivos do envelhecimento populacional, as pessoas ainda chegam na terceira idade com muitos problemas de saúde, geralmente, causados pelo processo natural do organismo. Nesta hora, não basta oferecer apenas os medicamentos, por exemplo. É preciso investir em prevenção. Além disso, a qualidade do atendimento e dos serviços prestados também se tornam diferenciais para as empresas.
 
O mercado está em fase de mudanças e quem acompanha as tendências e se antecipa a elas consegue se destacar em seu setor de atuação. Entender este novo momento é fundamental para conquistar o público e se manter neste setor.
Sobre a 4BIO
A 4BIO Medicamentos Especiais faz parte da Raia Drogasil, maior rede de drogarias do Brasil em receita e número de lojas. A empresa comercializa medicamentos de alto custo e principalmente desenvolvidos por biotecnologia e oferece serviços de Home Care. Com crescimento de 99,4% nos últimos dois anos, tem ampliado os serviços para atender com segurança e logística desenhada para chegar a qualquer ponto do país. Pelo quinto ano consecutivo, a 4BIO esta entre as PMEs que mais crescem no Brasil, segundo ranking da revista Exame PME, sendo a primeira colocada da área farmacêutica, em 2014.
 
Fundada em 2005 e sediada em São Paulo (SP), com filiais em Campinas (SP) e Palmas (TO), a empresa possui equipe especializada no atendimento a planos de saúde, hospitais, clínicas, autogestão, PBM (PharmacyBenefit Manager), médicos e pacientes. Sua estrutura conta com sistemas de refrigeração, manuseio, distribuição e transporte que atende às normas da ANVISA e os padrões internacionais. Atua nos segmentos de angiologia, infertilidade, gastroenterologia, ginecologia, hepatologia, infectologia, oncologia, nefrologia, endocrinologia, oftalmologia, reumatologia, urologia e pediatria.

Lula deve assumir o Minisitério da Casa Civil em nome da Constituição e da Democracia vigente no país

Estamos em estágio ou vivemos a democracia plena? Acreditamos que que vivemos em todas as instituições a democracia plena e de estado de direito. Então, nesse sentido, não faz sentindo algum juiz interpretar que hipoteticamente pessoa fulano de tal faria tal coisa, assumiria cargo para escapar de prisão e qualquer alegação em relação a justiça devido ao direito do cidadão que antes de ser julgado e penalizado com a dosimetria da pena, tem todos os direitos resguardados pelo justiça e a democracia estabelecida pela Constituição.

Que se saiba suposição, especulação e hipótese não são provas. Mesmo se fossem provas precisariam de fatos comprobatórios para que assim pudessem vir a ser investigado e a pessoa tornada réu e assim penalizado com a prisão.

O cidadão e as instituições não podem exarcerbar o poder das ruas, de multidões, multidão é massa, amorfa, maleável e pode ir com o sabor de ideias negativas, sem pensamentos profundos como até mesmo com o vento, como as nuvens e pode ser o pior ainda, massa de manobra de interesses nacionalistas que descambaram em Segunda Guerra Mundial, fascismo e nazismo.

Aqui não penso na defesa de Lula em tomar posse como ministro da Casa Civil, mas no meio e no seu direito. Vamos supor que a política da empresa não aceite obeso e por um descuido você passou em todos os testes e na hora de ser admitido, não pode, e a empresa ainda lhe coloca em julgamento. Essa empresa juridicamente responde a processo. Não é o caso de Lula, quem vai processar juiz, quem vai contra a instituição Justiça no Brasil? atualmente.

Então, seria melhor deixar Lula assumir o cargo, seu processo passar para o Supremo Tribunal Federal, pois já aconteceu ao contrário, quando o deputado federal Eduardo Azeredo renunciou ao mandato de deputado federal para seu processo do chamado mensalão mineiro vir para a segunda Estância em Minas Gerais, mesmo assim levou 20 anos de pena e ainda não cumpriu um dia, pois recorreu e mesmo com a decisão de prisão com recurso em segunda instância já em prática ele ainda está solta. Então são aplicados dois pesos e duas medidas, como fica isso?

Marcelo dos Santos - jornalista

Portal mapeia ocorrências do Aedes aegypti no País

Portal mapeia ocorrências do Aedes aegypti no País
O Radar Aedes monitora as redes sociais e traça um panorama da presença do mosquito que transmite dengue, zika e chikungunya. Objetivo é ser um hub de informações para ajudar no combate ao inseto
 
São Paulo, 22 de março de 2016 – Os últimos surtos de dengue, zika e chikungunya no Brasil aumentaram ainda mais a preocupação das pessoas e os cuidados em relação ao Aedes aegypti, mosquito que transmite essas doenças. Pensando nisso, a PromonLogicalis, provedora de serviços e soluções de tecnologia da informação e comunicações na América Latina, desenvolveu o Radar Aedes, um portal que reúne informações geolocalizadas sobre as ocorrências do mosquito em todo o País com o apoio da população. O objetivo é ser um hub de informações sobre o tema e, desta forma, ajudar no combate ao inseto. 

Para formar a base de dados, a companhia monitora redes sociais em busca de informações postadas sobre o mosquito e as doenças. Em uma segunda etapa, irá também integrar, por meio de APIs, informações de aplicativos de terceiros desenvolvidos com o mesmo fim. Todas as menções relacionadas ao mosquito são apresentadas em um mapa online, facilitando assim, a visualização das ocorrências.

Qualquer um pode compartilhar informações, basta ativar a localização do GPS do seu dispositivo móvel e publicar dados e fotos sobre contaminações, ocorrências do mosquito e potenciais locais de reprodução com a hashtag #RadarAedes no Twitter. É importante que o post seja público.
É possível, ainda, ajudar via WhatsApp. O usuário deve enviar a palavra “Menu” para o número (31) 97155-6310 e selecionar a opção que mais se aproxima da informação que ele deseja compartilhar – sejam focos de reprodução, casos de doença ou visualização do mosquito. Em cada caso, ele receberá instruções de como proceder. 

“Acreditamos que a análise dos dados disponíveis pode auxiliar na identificação das regiões mais afetadas e, com isso, ajudar a priorizar ações públicas de saneamento e combate ao mosquito. Por isso, contamos com a ajuda de todos para formar o maior banco de dados possível contra o Aedes aegypti”, afirma Fabio Hashimoto, diretor de tecnologia da PromonLogicalis e responsável pelo projeto.
A base de dados completa pode ser acessada em www.radaraedes.com.br.

Parcerias
Para aperfeiçoar cada vez mais a plataforma, a PromonLogicalis tem firmado alianças com empresas de diversos setores. Além da TerraVision, responsável pela captação de dados via WhatsApp, o Radar Aedes em breve passará a contar com informações da Climatempo. O portal de meteorologia desenvolveu um índice de probabilidade de ocorrência do mosquito, com base na previsão do tempo e dados históricos, que está sendo integrado à ferramenta, a fim de ajudar na prevenção de criadouros.
Há também o apoio do Grupo Assa, empresa de consultoria e outsourcing de serviços, que disponibilizou recursos para ajudar em todo o processo de desenvolvimento das plataformas envolvidas no projeto. A companhia ajudará, ainda, a realizar um plano de comunicação, com o dever de estender a campanha a seus clientes e parceiros. Finalmente, a ENOX On-Life participará do projeto ao divulga-lo por meio de sua plataforma de autenticação wi-fi distribuída em sua rede de estabelecimentos credenciados. 

As empresas que quiserem fazer parte dessa causa podem entrar em contato pelo e-mail queroapoiar@radaraedes.com.br. Quanto mais pessoas e organizações se envolverem no projeto, melhor direcionado serão os esforços de combate ao mosquito.
 
Informações para imprensa
Maíra Porto

Depois do verão: veja como recuperar a saúde dos cabelos


jornal de saude
Atualização assim que ocorre 21 de março de 2016


NOTÍCIAS

Depois do verão: veja como recuperar a saúde dos cabelos
Com a chegada do outono, os fios necessitam de cuidados redobrados para se recuperar de danos causados pelo mar, cloro e raios solares.
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante



Panorama
Parobé realizou Dia da Solidariedade
Foram desenvolvidas ações para arrecadação de alimentos, prestação de serviços de saúde e direitos, apresentações artísticas de alunos da rede ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Jornal de Saúde informa

Cuba abandona programa Mais Médicos. 11 mil Profissionais devem ir embora

Jornal de Saúde informa sobre saúde e outras notícias Atualização diária  ⋅   16 de novembro de 2018 NOTÍCIAS Cuba abandona programa ...

Jornal de Saúde