quarta-feira, 30 de março de 2016

Um alerta sobre a importância do glúten na dieta

Um alerta sobre a importância do glúten na

dieta

Antes de retirar esse importante ingrediente da dieta, a melhor
opção é a busca pela informação

Tem gente que não come alimentos com glúten porque tem intolerância e se sente mal. Mas há também aqueles que fazem isso por opção, porque querem emagrecer. Será que isso faz bem? Como já ouve a dieta da lua, do corte de carboidrato e tantas outras, agora, é a vez do glúten. O passo seguinte é a dieta virar moda, passando a ser adotada de forma indiscriminada e sem conhecimento. Para esclarecer a população sobre os reais efeitos da chamada dieta sem glúten, a nutricionista Camila Penedo esclarece alguns pontos
 
“O glúten não faz mal para a saúde e não deve ser excluído da alimentação por pessoas que não têm intolerância ou algum outro problema em relação a ele. As únicas pessoas que precisam cortá-lo - por recomendação médica - são as que têm dermatite herpetiforme, doença autoimune causada pela intolerância ao glúten; as que têm alergia ao trigo e também as que têm doença celíaca”, afirma Camila.

Para o presidente da Amipão, José Batista, um dos problemas é que muita gente para de comer alimentos com glúten porque acha que vai perder peso, isso significa cortar pães, bolos e bolachas, por exemplo. Ao retirar esses alimentos, segundo ele, a pessoa pode até emagrecer, mas isso não significa que o glúten é o responsável. “O que acontece é que ela começa a fazer escolhas mais saudáveis de maneira geral, mas não porque parou de comer glúten. O ideal, portanto, é mantê-lo dentro de uma dieta equilibrada, como alertam os especialistas”, enfatiza Batista.

A nutricionista destaca que os celíacos têm intolerância permanente ao glúten e o único tratamento é a dieta isenta da substância por toda vida. Caso o paciente consuma algo com glúten, ele pode ter uma reação imunológica no intestino delgado, que impede a absorção dos nutrientes. A doença pode ou não dar sintomas, mas o ideal é só mudar a alimentação depois de ter um diagnóstico definitivo.
Para as pessoas que desejam entender melhor sobre esse assunto, o site www.glutenconteminformacao.com.br possui um conteúdo com linguagem simples e embasamento científico sobre o tema. “Quem risca o glúten do cardápio elimina, também, boa parte dos carboidratos que costuma consumir. E, com isso, deixa de aproveitar diversos benefícios que esses cereais e massas trazem à nossa saúde”, salienta a nutricionista.

“É muito importante que a população tenha conhecimento do momento certo de retirar ou não o glúten da dieta. Em várias padarias já existe o profissional da nutrição que pode orientar o consumidor no momento da compra, caso haja a dúvida”, avalia o presidente da Amipão.

Jornal de Saúde: No Dia Mundial de Combate ao Câncer, um alerta sob...

Jornal de Saúde: No Dia Mundial de Combate ao Câncer, um alerta sob...: Neurocirurgião especialista em coluna alerta para a importância do diagnóstico precoce da doença No próximo 08 de abril é celebrado o...

No Dia Mundial de Combate ao Câncer, um alerta sobre os tumores de coluna


Neurocirurgião especialista em coluna alerta para a importância do diagnóstico precoce da doença
No próximo 08 de abril é celebrado o Dia Mundial de Combate ao Câncer, doença que registra mais de 500 mil casos novos a cada ano no Brasil. Dentre os diferentes tipos de câncer que acometem a população, até 20 % dos casos podem migrar na forma de metástase, para a coluna vertebral. O tumor na coluna figura entre o terceiro tipo de problema mais comum nesta região, atrás de doenças degenerativas e traumatismos. Apesar de ter incidência bem menor em relação às demais disfunções da coluna vertebral, a doença, quando ocorre, tem alta frequência de malignidade, como alerta o neurocirurgião especialista em coluna pela UNIFESP e membro da Sociedade Brasileira de Coluna Vertebral (SBC), Dr. Alexandre Elias.
“Os tumores benignos são os que têm origem na própria coluna, diferente dos malignos, comumente relacionados às metástases originadas de tumores de outras regiões do corpo, como mama, próstata e pulmão, que migram para a região das costas’’, explica o médico. 
Como os sintomas do tumor nas costas se confundem com os de outras doenças, o especialista alerta sobre a importância do diagnóstico precoce. “A dor local pode levar o paciente a acreditar inicialmente em um quadro doloroso corriqueiro, retardando o diagnóstico, que muitas vezes acontece quando o paciente já refere sintomas mais importantes como formigamento e paralisia dos braços ou pernas”. 

Dr. Alexandre destaca que o prolongamento do quadro doloroso e algumas características um pouco diferenciadas da dor, bem como um emagrecimento rápido, fora do comum, também servem de alerta ao paciente, que deve procurar um especialista em coluna. 

O diagnóstico da doença só pode ser confirmado por exames de imagem, como raios-X, tomografia e ressonância magnética.  A cintilografia e PET-CT também podem ser indicadas, ajudando o oncologista a avaliar o estágio do tumor e as indicações terapêuticas.

O tratamento da doença deve ser multidisciplinar, envolvendo o especialista em coluna vertebral, oncologista, fisioterapeuta, psicólogo, a equipe de enfermagem, entre outros. 

Em casos benignos, é possível realizar a cirurgia de ressecção total da lesão, promovendo a cura da doença. Para os casos de malignidade, que não respondem as terapias ou caminham para um comprometimento funcional do indivíduo, a cirurgia é indicada com a finalidade de garantir a mobilidade e diminuir o quadro de dor, proporcionando mais qualidade de vida ao paciente. 

“As cirurgias são bem seguras, e comparativamente aos danos causados pela doença – que se não tratada evolui com danos neurológicos que afetam a funcionalidade do indivíduo –, são eficazes na maioria dos casos”, atesta o especialista.
 

terça-feira, 22 de março de 2016

RESTAURANTES POPULARES EM TOLEDO: UM PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO


[PDF] RESTAURANTES POPULARES EM TOLEDO: UM PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO

E Zanini, MB Schaneider - Economia e Desenvolvimento, 2016
... para atender as necessidades sociais da população (assistência social, saúde, educação,
alimentação ... pago ao produtor é estabelecido pelo Grupo Gestor e atualizado semestralmente,
de ... na merenda escolar e nos restaurantes populares (BAZEI, 2015; JORNAL DO OESTE ...

Novos negócios com o envelhecimento da população

Novos negócios com o envelhecimento da população
 
​​
Por André Kina, fundador da 4BIO Medicamentos Especiais
 
A expectativa de vida dos brasileiros vem aumentando nos últimos anos. Esta mudança no perfil da população tem impactado diversos setores da economia e, por isso, acompanhá-la pode trazer boas oportunidades de negócios para as empresas. Com estratégias adequadas e personalizadas, é possível diversificar as áreas de atuação e investir em serviços específicos para as pessoas desta faixa etária, principalmente, na área da saúde. Afinal, todos querem viver mais e melhor.
 
Segundo o Relatório Mundial de Saúde e Envelhecimento, realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o número de brasileiros com mais de 60 anos aumentará de 12,5%, porcentagem atual, para 30% até 2050. Este crescimento deverá ser mais rápido do que a média internacional – enquanto a quantidade de idosos vai duplicar no mundo até o ano de 2050, ela quase triplicará no Brasil. O que mostra que é preciso estar atento a esta parcela da população.
 
Estes dados vêm de encontro a um outro levantamento, realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), em conjunto com um portal de educação financeira. Esta pesquisa traz dados bastante relevantes sobre o potencial de consumo de pessoas com mais de 60 anos residentes nas capitais do País: 41% dos entrevistados afirmam gastar mais com produtos que desejam do que com itens relacionados às necessidades básicas da casa. Contudo, pelo menos 45% alegaram enfrentar dificuldades para encontrar produtos destinados ao público de sua idade.
 
A pesquisa foi realizada em 2014, mas não houve grandes mudanças no mercado de lá para cá. O que aponta que companhias de todos os setores precisam estar preparadas para entender as especificidades deste público. O fato, é que os idosos estão deixando de ser uma minoria, e desde a indústria de alimentos até o profissional que dispõe os produtos em supermercados, por exemplo, todos precisam estar alerta as oportunidades relacionadas a esta parcela da população.
 
Na área da saúde e bem-estar não é diferente, pelo contrário, deve-se estar ainda mais atento. Mesmo com uma vida mais saudável, que é um dos motivos do envelhecimento populacional, as pessoas ainda chegam na terceira idade com muitos problemas de saúde, geralmente, causados pelo processo natural do organismo. Nesta hora, não basta oferecer apenas os medicamentos, por exemplo. É preciso investir em prevenção. Além disso, a qualidade do atendimento e dos serviços prestados também se tornam diferenciais para as empresas.
 
O mercado está em fase de mudanças e quem acompanha as tendências e se antecipa a elas consegue se destacar em seu setor de atuação. Entender este novo momento é fundamental para conquistar o público e se manter neste setor.
Sobre a 4BIO
A 4BIO Medicamentos Especiais faz parte da Raia Drogasil, maior rede de drogarias do Brasil em receita e número de lojas. A empresa comercializa medicamentos de alto custo e principalmente desenvolvidos por biotecnologia e oferece serviços de Home Care. Com crescimento de 99,4% nos últimos dois anos, tem ampliado os serviços para atender com segurança e logística desenhada para chegar a qualquer ponto do país. Pelo quinto ano consecutivo, a 4BIO esta entre as PMEs que mais crescem no Brasil, segundo ranking da revista Exame PME, sendo a primeira colocada da área farmacêutica, em 2014.
 
Fundada em 2005 e sediada em São Paulo (SP), com filiais em Campinas (SP) e Palmas (TO), a empresa possui equipe especializada no atendimento a planos de saúde, hospitais, clínicas, autogestão, PBM (PharmacyBenefit Manager), médicos e pacientes. Sua estrutura conta com sistemas de refrigeração, manuseio, distribuição e transporte que atende às normas da ANVISA e os padrões internacionais. Atua nos segmentos de angiologia, infertilidade, gastroenterologia, ginecologia, hepatologia, infectologia, oncologia, nefrologia, endocrinologia, oftalmologia, reumatologia, urologia e pediatria.

Lula deve assumir o Minisitério da Casa Civil em nome da Constituição e da Democracia vigente no país

Estamos em estágio ou vivemos a democracia plena? Acreditamos que que vivemos em todas as instituições a democracia plena e de estado de direito. Então, nesse sentido, não faz sentindo algum juiz interpretar que hipoteticamente pessoa fulano de tal faria tal coisa, assumiria cargo para escapar de prisão e qualquer alegação em relação a justiça devido ao direito do cidadão que antes de ser julgado e penalizado com a dosimetria da pena, tem todos os direitos resguardados pelo justiça e a democracia estabelecida pela Constituição.

Que se saiba suposição, especulação e hipótese não são provas. Mesmo se fossem provas precisariam de fatos comprobatórios para que assim pudessem vir a ser investigado e a pessoa tornada réu e assim penalizado com a prisão.

O cidadão e as instituições não podem exarcerbar o poder das ruas, de multidões, multidão é massa, amorfa, maleável e pode ir com o sabor de ideias negativas, sem pensamentos profundos como até mesmo com o vento, como as nuvens e pode ser o pior ainda, massa de manobra de interesses nacionalistas que descambaram em Segunda Guerra Mundial, fascismo e nazismo.

Aqui não penso na defesa de Lula em tomar posse como ministro da Casa Civil, mas no meio e no seu direito. Vamos supor que a política da empresa não aceite obeso e por um descuido você passou em todos os testes e na hora de ser admitido, não pode, e a empresa ainda lhe coloca em julgamento. Essa empresa juridicamente responde a processo. Não é o caso de Lula, quem vai processar juiz, quem vai contra a instituição Justiça no Brasil? atualmente.

Então, seria melhor deixar Lula assumir o cargo, seu processo passar para o Supremo Tribunal Federal, pois já aconteceu ao contrário, quando o deputado federal Eduardo Azeredo renunciou ao mandato de deputado federal para seu processo do chamado mensalão mineiro vir para a segunda Estância em Minas Gerais, mesmo assim levou 20 anos de pena e ainda não cumpriu um dia, pois recorreu e mesmo com a decisão de prisão com recurso em segunda instância já em prática ele ainda está solta. Então são aplicados dois pesos e duas medidas, como fica isso?

Marcelo dos Santos - jornalista

Portal mapeia ocorrências do Aedes aegypti no País

Portal mapeia ocorrências do Aedes aegypti no País
O Radar Aedes monitora as redes sociais e traça um panorama da presença do mosquito que transmite dengue, zika e chikungunya. Objetivo é ser um hub de informações para ajudar no combate ao inseto
 
São Paulo, 22 de março de 2016 – Os últimos surtos de dengue, zika e chikungunya no Brasil aumentaram ainda mais a preocupação das pessoas e os cuidados em relação ao Aedes aegypti, mosquito que transmite essas doenças. Pensando nisso, a PromonLogicalis, provedora de serviços e soluções de tecnologia da informação e comunicações na América Latina, desenvolveu o Radar Aedes, um portal que reúne informações geolocalizadas sobre as ocorrências do mosquito em todo o País com o apoio da população. O objetivo é ser um hub de informações sobre o tema e, desta forma, ajudar no combate ao inseto. 

Para formar a base de dados, a companhia monitora redes sociais em busca de informações postadas sobre o mosquito e as doenças. Em uma segunda etapa, irá também integrar, por meio de APIs, informações de aplicativos de terceiros desenvolvidos com o mesmo fim. Todas as menções relacionadas ao mosquito são apresentadas em um mapa online, facilitando assim, a visualização das ocorrências.

Qualquer um pode compartilhar informações, basta ativar a localização do GPS do seu dispositivo móvel e publicar dados e fotos sobre contaminações, ocorrências do mosquito e potenciais locais de reprodução com a hashtag #RadarAedes no Twitter. É importante que o post seja público.
É possível, ainda, ajudar via WhatsApp. O usuário deve enviar a palavra “Menu” para o número (31) 97155-6310 e selecionar a opção que mais se aproxima da informação que ele deseja compartilhar – sejam focos de reprodução, casos de doença ou visualização do mosquito. Em cada caso, ele receberá instruções de como proceder. 

“Acreditamos que a análise dos dados disponíveis pode auxiliar na identificação das regiões mais afetadas e, com isso, ajudar a priorizar ações públicas de saneamento e combate ao mosquito. Por isso, contamos com a ajuda de todos para formar o maior banco de dados possível contra o Aedes aegypti”, afirma Fabio Hashimoto, diretor de tecnologia da PromonLogicalis e responsável pelo projeto.
A base de dados completa pode ser acessada em www.radaraedes.com.br.

Parcerias
Para aperfeiçoar cada vez mais a plataforma, a PromonLogicalis tem firmado alianças com empresas de diversos setores. Além da TerraVision, responsável pela captação de dados via WhatsApp, o Radar Aedes em breve passará a contar com informações da Climatempo. O portal de meteorologia desenvolveu um índice de probabilidade de ocorrência do mosquito, com base na previsão do tempo e dados históricos, que está sendo integrado à ferramenta, a fim de ajudar na prevenção de criadouros.
Há também o apoio do Grupo Assa, empresa de consultoria e outsourcing de serviços, que disponibilizou recursos para ajudar em todo o processo de desenvolvimento das plataformas envolvidas no projeto. A companhia ajudará, ainda, a realizar um plano de comunicação, com o dever de estender a campanha a seus clientes e parceiros. Finalmente, a ENOX On-Life participará do projeto ao divulga-lo por meio de sua plataforma de autenticação wi-fi distribuída em sua rede de estabelecimentos credenciados. 

As empresas que quiserem fazer parte dessa causa podem entrar em contato pelo e-mail queroapoiar@radaraedes.com.br. Quanto mais pessoas e organizações se envolverem no projeto, melhor direcionado serão os esforços de combate ao mosquito.
 
Informações para imprensa
Maíra Porto

Depois do verão: veja como recuperar a saúde dos cabelos


jornal de saude
Atualização assim que ocorre 21 de março de 2016


NOTÍCIAS

Depois do verão: veja como recuperar a saúde dos cabelos
Com a chegada do outono, os fios necessitam de cuidados redobrados para se recuperar de danos causados pelo mar, cloro e raios solares.
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante



Panorama
Parobé realizou Dia da Solidariedade
Foram desenvolvidas ações para arrecadação de alimentos, prestação de serviços de saúde e direitos, apresentações artísticas de alunos da rede ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

sexta-feira, 18 de março de 2016

De traidor a bode expiatório, Lula, não pode virar mártir e nem herói brasileiro

Este Lula que a PF está fazendo de bode expiatório não e o mesmo Lula que fundou o Partido dos Trabalhadores. É o Lula Paz e Amor, ou seja, o Lula traidor do que ele defendeu e que muitos que estavam com ele acreditaram que iria implementar. A Educação, com a educação gratuita e laica, e a saúde, como o desemprego e poder aquisitivo dos salários são os pilares fundamentais por Lula ter angariado tantos correligionários.

Não dá mais para separar esses oito anos de poder e mais os anos de Dilma e a fundação do PT que ja é trintão e nem o avanço político da sociedade brasileira com a Constituição de 1988 e a redemocratização do país. As pessoas estão mais conscientes e exigentes, menos tolerantes com os crimes de políticos que insistem nas vias tortas, ou seja, usar o erário público como se fosse seu banco e fazer todos os tipos de falcatruas.

A nova direita brasileira, progressista que acabar com a corrupção de fato, no entanto, é financiada pela velha direita que lucrava com todas as corrupções que na verdade mudou de corruptos e corruptores, por exemplo, se antes que mandava no país eram as multinacionais, como as do automóveis e consequentemente a Fiesp e outras pelos estado afora, Fiemg, Fierj hoje quem mandava na corrupção eram as construtoras que começaram a mudar o país dentro e fora com metrôs, hidrelétricas, transposições de água, estádios de futebol, ferrovias, portos. É inegável, que esses novos corruptores avançaram o Brasil para a prosperidade. Mas, a ganância fez com eles se esquecessem que de onde muito se tira e não se repõe a tendência é acabar ou ser descoberto o furo.

A justiça está correta em querer estancar essa sangria de recursos públicos que levou o país a perder credibilidade e estancar o crescimento e nem pensar em desenvolvimento pelos próximos dois anos. No entanto, não pode e não deve fazer ninguém de bode expiatório. A justiça se agir vai criar heróis, mártires, mesmo que consiga moralizar novamente o país. A tendência é essa, mesmo em longíncuas eras, em Israel, quando os Reis falhavam, morriam e não tinha sucessão. Os juízes tomaram conta do país e de forma brilhante para restabelecer a ordem. Para começar deveria começar a investigar mais e a prender mais, desde pequenos infratores até mesmo os grandes infratores.

Também, concomitantemente, aprovar Leis como a da Filha Limpa, como a a que gestam assinaturas para a Lei anticorrupção e os investimentos do Estado também deveria ser pautado por Lei, como a Educação, construção de mais universidades, saúde investimento em pesquisas e mais profissionais e equipamentos para atendimento da população que cresceu e o saneamento básico. Tudo isso não pode ficar na mãos de políticos e empresários, tem ser lei.

Marcelo dos Santos - jornalista.

Dia Roxo: Data em prol à Conscientização da Epilepsia chama atenção aos diferentes sintomas da doença


 
Neurocirurgião alerta que algumas crises podem passar despercebidas pelo portador e por pessoas próximas a ele

No próximo 26 de março será celebrado o Dia Mundial da Conscientização da Epilepsia, conhecido mundialmente como “Dia Roxo” (originalmente, Purple Day). Em diversos países as pessoas são convidadas a vestir alguma peça de roupa roxa, como símbolo de apoio à causa – a cor que simboliza a epilepsia, que é associada à solidão e ao seu sintoma mais peculiar: a crise epiléptica. No entanto, como explica o neurocirurgião especialista em cirurgia de epilepsia, Dr. Luiz Daniel Cetl, o distúrbio neurológico apresenta outros sintomas, muitos até despercebidos por seus portadores e pessoas próximas a ele. “Muitos pacientes sentem apenas um mal-estar na boca do estômago, o que também pode sinalizar uma crise, mas, justamente por ser desconhecido e mais simples, este sintoma pode passar despercedido”, alerta o médico.

Geralmente, a crise epiléptica ocorre quando o indivíduo perde a consciência e cai no chão, apresentando contrações musculares em todo o corpo. Mas os sintomas da epilepsia vão depender da localicação do foco epiléptico, ou seja, de onde se originam as crises. Se, por exemplo, estiver próximo à area motora, provavelmente o sintoma será ilustrado pelo abalo do membro que essa região coordena. Se relacionada à area visual, poderá ser caracterizado pela alteração da visualização de cores.

Calcula-se que aproximadamente de 0,5 a 0,7% de pessoas no mundo têm epilepsia. Em 50% dos casos, a causa é desconhecida e 75% têm início ainda na infância. “Os principais sinais apresentados por portadores de epilepsia são a perda de consciência, quando o indivíduo cai no chão, há contrações musculares em todo o corpo, mordedura da língua, salivação intensa, respiração ofegante e, às vezes, a micsão involuntária. São os sinais mais evidentes, embora existam outros, como movimentação espontânea e incontrolável de mãos, braços e pernas. Os sintomas e seus sinais característicos aparecerão conforme a localização do grupo de neurônios afetados”, explica o médico.


O neurocirurgião Dr. Luiz Daniel diferencia os tipos de crises da epilepsia em dois tipos: crises parciais (simples e complexas) e crises generalizadas. Nas crises generalizadas, as descargas elétricas anômalas acometem o cérebro como um todo, causando a perda de consciência e sintomas que variam de abalos de todo o corpo, postura tônica, e até atonia (onde há um relaxamento global de todos os músculos. ) Nas crises parciais, apenas uma porção do cérebro é acometido, sendo que este tipo é dividido em: parciais simples, com sintomas apenas motor, visual ou de mal estar, sem afetar a consciência; e crises parciais complexas, quando há acometimento do controle motor ou visual e também alguma alteração na consciência, mas não a sua perda, como acontece com as crises generalizadas.

“Entre as manifestações da epilepsia, existem as crises de ausência, a parada comportamental e o estado de mal epiléptico. A crise de ausência dura décimos de segundo ou, no máximo 1 segundo, em que nem mesmo pessoas próximas conseguem perceber que o paciente teve uma crise, que pode se repetir mais de uma vez ao dia”, relata Luiz Daniel Cetl. “Na parada comportamental, caracterizada como uma crise parcial complexa e muito mais frequente, o paciente fica parado, com o olho arregalado, como se estivesse fora de si. O mais grave no estado de mal epilépico é quando existe uma ativação contínua dos neurônios desfuncionantes, que pode ser parcial ou generalizada, de maneira ineterrupta, o que pode ocasionar lesões cerebrais”, completa.

Epilepsia no dia a dia
Apesar do estigma, os pacientes com epilepsia têm uma vida ativa, como tiveram Vincent van Gogh, Fiódor Dostoiévski e Machado de Assis, grandes nomes da artes e literatura que eram portadores da doença. Por isso, o Dia do Roxo é mais uma oportunidade para conscientizar e diminuir os preconceitos em relação à epilepsia e seus portadores.

O especialista orienta que, ao se deparar com uma pessoa com crise epiléptica, o ideal é deitá-la no chão e afastá-la de objetos e móveis que possam machucá-la enquanto estiver se debatendo. “Jamais coloque a mão ou o dedo na boca do paciente. Durante uma crise convulsiva, o portador tem salivação intensa e o indicado é mantê-lo de lado para evitar que se sufoque com a saliva. É preciso deixá-lo se debater livremente até que a crise passe, e isso tem duração de segundos ou poucos minutos”, diz o Dr. Luiz Daniel Cetl. Ele explica ainda que em casos de crises repetitivas a emergência deve ser acionada imediatamente.

Tratamento:
O tratamento convencional para a epilepsia é por via medicamentosa, com uso das chamadas drogas antiepilépticas (DAE), eficazes em cerca de 70% dos casos (há controle das crises) e com efeitos colaterais diminutos. Quando não há controle destes sintomas, outros tratamentos possíveis são a cirurgia e a estimulação do nervo vago. No entanto, apenas um profissional, analisando o caso, poderá indicar o tratamento apropriado para o paciente.

As cirurgias são divididas em ressectivas, ou seja, sabe-se o foco cerebral das descargas que ocasionam uma crise da epilepsia e o retira. E cirurgias desconectivas, em que o foco não é localizado, mas sabe-se que é oriundo em apenas um lado do cérebro, sendo realizada a separação dos hemisférios para que essas descargas não passem de um lado para o outro do hemisfério cerebral. Há também o tratamento da implantação de eletrodo no nervo vago, em que a emissão de estímulos ao cérebro permite o controle das crises, em definitivo ou para a sua diminuição.

O neurocirurgião ressalta também que o objetivo do tratamento é garantir uma melhor qualidade de vida ao paciente. A epilpsia não é transmitida pelo ar ou contato físico. Seu tratamento é imprescindível e deve ser feito adequadamente, para evitar que o paciente tenha sua vida fortemente afetada, por não ter controle das crises e, consequentemente, afastar-se socialmente.

Dia do Roxo
O Dia Roxo surgiu em 2008, idelaizado por Cassidy Megan, um garota então com 9 anos de idade, motivada por suas próprias lutas com epilepsia e para acabar com os mitos e informar aqueles com crises de que eles não estão sozinhos. É uma data que vem mobilizando milhares de pessoas em todo mundo e também no Brasil, reforçando os apelos em prol do paciente epiléptico.
“Hoje, existe controle e tratamento, e o paciente pode e deve levar uma vida como qualquer outra pessoa. Não é preciso isolar-se, mas é imprescindivel seguir o tratamente adequadamente”, diz o neurocirurgião.
O Purple Day é realizado com o apoio da Associação Epilepsia de Nova Escócia (EANS), uma instituição de caridade canadense, e da Fundação Anita  Kaufmann Fundação (EUA).

Fonte para entrevista:

Dr. Luiz Daniel Cetl é referência no tratamento das epilepsias e tumores cerebrais. Especialista pela Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN), membro do grupo de tumores do Departamento de Neurocirurgia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) e integrante da Associação dos Neurocirurgiões do Estado de São Paulo (SONESP). Atua ainda como preceptor de cirurgia de tumores cerebrais no Departamento de Neurocirurgia da Unifesp.

No Dia Mundial da Água, crianças e adolescentes alertam quanto à poluição da Lagoa da Pampulha

Iniciativa visa conscientizar a população com exposição de cartazes, distribuição de panfletos e de água mineral

Um copo de água mineral é sempre bem-vindo quando estamos suados praticando uma atividade física. Sabendo disso, 80 estudantes de Belo Horizonte com idades entre 9 e 16 anos aproveitam este momento, em que a necessidade da água é ainda maior, para conscientizar a população sobre a importância de preservar os recursos hídricos. 

A iniciativa ocorre no Dia Mundial da Água, comemorado na próxima terça-feira, 22 de março. O local escolhido é a Praça dos Esportes, próximo à Lagoa da Pampulha. A ação é começa às 8h e vai até às 9h30. 

Os estudantes expõem cartazes com orientações sobre a preservação dos recursos naturais e entregam, gratuitamente, copos de água mineral a quem passar pela praça. Também distribuem panfletos com a seguinte frase: "Hoje é o Dia Mundial da Água, mas a Lagoa da Pampulha não tem o que comemorar, pois suas águas estão poluídas. Você pode ajudar a mudar este cenário! Não jogue lixo em locais inapropriados. Faça a sua parte, pois sem água não há vida!".

De acordo com o professor Ozéias Batista, diretor da Educação Adventista em Belo Horizonte, a ação é a culminância de um projeto de conscientização do qual os estudantes participam em sala de aula. "Nós queremos conscientizar os alunos e a população quanto a essa necessidade. A água é um bem que precisa ser preservado, caso contrário vai faltar, e hoje nós já sentimos isso com a poluição e os períodos de estiagem",  afirma do professor Batista.


SERVIÇO
Mobilização - Dia Mundial da Água
Local: Praça dos Esportes - Situada próximo à Igreja São Francisco de Assis, na Lagoa da Pampulha, e à Avenida Fleming
Horário: De 8h às 9h30

Estados receberão dinheiro para acelerar diagnóstico de microcefalia


jornal de saude
Atualização assim que ocorre 15 de março de 2016


NOTÍCIAS


O Tempo
Estados receberão dinheiro para acelerar diagnóstico de microcefalia
O Ministério da Saúde e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome anunciaram nesta terça-feira (14) a liberação de R$ 10,9 milhões ...

terça-feira, 15 de março de 2016

Hábitos inadequados ao estudar podem trazer desconforto à visão

Hábitos inadequados ao estudar podem
trazer desconforto à visão
Visão embaçada, ardência e lacrimejamento são sintomas de descuido
com a saúde dos olhos

         Muitas pessoas têm problemas de visão e não sabem. A demora no diagnóstico, além de agravar o problema, pode trazer muito desconforto principalmente na hora de estudar. Por isso, é importante fica atento aos menores sintomas. “Fadiga ocular, visão embaçada, dificuldade na mudança de foco para perto ou para longe, sensação de peso nos olhos, dores de cabeça, sensação de olhos secos, vermelhidão, ardência e lacrimejamento são alguns dos sinais de que alguma coisa pode estar errada”, alerta a Dra. Ana Paula Canto, oftalmologista da Clínica Canto.


Para o aluno que se preocupa em manter sempre os conteúdos recebidos em sala de aula atualizados, estudar diariamente é importante. Mas, a médica orienta que é preciso tomar cuidado para que alguns maus hábitos não interfiram na saúde dos olhos.
A primeira recomendação é sempre estudar com uma iluminação adequada, tanto de dia quanto à noite. “À noite, a iluminação artificial é indispensável. O ideal é evitar lâmpadas quentes ou muito brilhantes. A luz também não deve incidir diretamente sobre os olhos nem fazer sombra nas áreas de leitura”, orienta Ana Paula Canto.

Os cuidados com a iluminação não devem ser descartados durante o dia, pois nem sempre a luz natural no ambiente de estudo é suficiente. “O importante é que a iluminação seja uniforme, sem sombras ou áreas de reflexo. Se for necessário, deve-se utilizar uma luz artificial”, ressalta.

Manter uma posição confortável para o estudo é fundamental, não só para evitar as dores musculares, mas também para evitar a fadiga ocular. “Os olhos devem estar levemente inclinados para baixo, portanto o livro deve estar um pouco abaixo da cabeça”, recomenda. Além disso, as pausas periódicas são importantes para descansar tanto a visão quanto a mente.

Se o aluno precisa usar óculos, ele não deve abrir mão deles na hora de estudar, pois sua ausência pode acabar causando desconforto e dores de cabeça. “Para quem usa lentes de contato, a indicação é que prefira estudar com os óculos e não com as lentes, pois durante o estudo há uma diminuição na frequência do piscar, acarretando o ressecamento ocular. No final do dia, os óculos acabam sendo mais confortáveis”, aconselha Ana Paula.

domingo, 13 de março de 2016

Absurdo a Folha de Sã endireitar e comparar Diretas,já com desespero da classe média e da direita derrotada brasileira



Que comparação esdrúxula e ainda partindo da Folha de São Paulo, se fosse de uma Veja ou Globo, até poderia se aceitar a análise.
Por acaso essa geração já correu de tanques de guerra Urutu, enfrentou soldados recos do exército com baionetas para espetar qualquer um que se atrevesse atravessar sua frente.

Por acaso, enfrentaram as Veraneios preto e branco, depois as da Polícia Federal, disfarçada, os porões do Doi-Codi, do Dops em torturas de intermináveis 10 horas de pau de arara, socos, chutes, xingamentos e até mortes.
Refugiados da Síria, isso que dá dividir um país ao invés de unir seu povo

Quantas passeatas esses brasileiros mais brasileiros que nós fizeram para chamar outros que nã temessem que lutassem por libertar o país das mãos de criminosos que agora os fascistas infiltraddos e no comando destes atos querem voltar a Ditadura Militar.

Manifestação no Esplanada em Brasília em 13 de março de 2016
Poderia ter sido um milhão, dois milhões que não teriam 30% da qualidade que foi o movimento para se chegar ao movimento das Diretas,já. É histórico, não é golpista nem palaciano, nem político e muito menos das ruas, inflado por empresários, que antes financiavam movimentos e grupos de ultra direita, que perseguia e matava.

Hoje financiam transporte, camisetas, bandeiras, alimentação e iludem a classe média que perdeu o emprego, a ascensão social de pobres para classe média com sonhos de se tornar classe média alta, e ricos. O sonhou acabou, mas ainda temos um país a construir com mais universidades, escolas, hospitais, saneamento básico, cultura brasileira. Em não mais carros, eletrodomésticos, carros que depois de as condições básicas serem sanadas virão com naturalidade.

O Brasil não conhece o Brasil e tampouco os brasileiros conhecem os brasileiros e quem manda no país.

Marcelo dos Santso - jornalista

Leia mais os absurdos da Folha de São Paulo
http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/03/1749528-protesto-na-av-paulista-e-o-maior-ato-politico-ja-registrado-em-sao-paulo.shtml 

Rússia com tendência a ditadura apoia o ditador Bashar Assad e migração assusta a Europa com miséria

Não podemos nos deixar confundir não é a migração que traz ou aumenta a miséria. É a guerra.

Princiipalmente a guerra da Síria que matou, segundo notícias, em torno de 250 mil pessoas e causou êxodo no países e nas fronreiras de mais de 3 milhões de pessoas. Essa guerra civil, teimosia de um filho de ditador que virou ditador Bashar Assad, que ninguém fala mais deste criminoso internacional, quantas crianças ele mandou bombardear, idosos. A Síria está sob escombrs que nem países que participaram da Primeira e Segunda Guerra Mundial, ficaram.

A imigração foi para os USA sua prosperidade, portanto, é a maneira como chegam destruidos emocionalmente, solitários no mundo, com fome, doença e sem emprego e futuro. Tudo isso em nome de um governo ganancioso e sem sustentáculo para ficar no poder e através de crueldade e apoio da Rússia que possui um dirigente tresloucado e que briga com o fantasma dos USA para justificar sua tendência à ditadura que cada vez mais se desenha na Rússia.


Leia mais
http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2016/03/13/crise-migratoria-miseria-humana-chegou-ao-limite-na-europa-diz-acnur.htm 

Agricultores familiares mantêm tradição de produzir sementes de feijão


jornal de saude
Atualização assim que ocorre 13 de março de 2016


NOTÍCIAS

Seminário vai debater a saúde mental sob o ponto de vista do Judiciário
A Diretoria-Geral de Comunicação e de Difusão do Conhecimento do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) promove o seminário ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Agricultores familiares mantêm tradição de produzir sementes de feijão
O objetivo é divulgar os benefícios à saúde dos legumes secos, como os vários tipos de feijão, grão-de-bico, ervilha, soja, lentilha e fava, que têm alto ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Secretaria de Cultura abre inscrições para mais de 90 oficinas gratuitas

jornal de saude
Atualização assim que ocorre 13 de março de 2016


NOTÍCIAS


ABCdoABC
Secretaria de Cultura abre inscrições para mais de 90 oficinas gratuitas
Melhor Idade – As oficinas promovidas pela Secretaria de Cultura, em parceria com as Secretarias de Saúde e Assistência e Inclusão Social, nos ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Suicídio: Saiba onde pedir ajuda


jornal de saude
Atualização assim que ocorre 13 de março de 2016


NOTÍCIAS

Suicídio: Saiba onde pedir ajuda
O suicídio é um grave problema de saúde pública. ... Por isso, o Jornal Meio Norte em parceria com entidades ligadas à causa preparou um mapa do ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante



Jornal Primeirafeira
Equipes da Prefeitura fazem plantão para atender ocorrências de enchente
O Secretário de Saúde, Daniel Paulino Evangelista, alerta a população para que evite contato com a água da enchente. “Essa água se mistura com ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante



A Bola
Revista de Imprensa «Diagnóstico e tratamento por telemóvel são um risco» - Jornal de Notícias
«A `saúde móvel´ - termo que engloba as práticas médicas apoiadas por dispositivos como os telemóveis, bem como as aplicações - está a explodir.
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Jornal do Brasil
França propõe acompanhamento mais rigoroso de pilotos após acidente da Germanwings
A agência pediu à Organização Mundial de Saúde e à Comissão Européia que elaborem regras para obrigar os médicos a informar as autoridades ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante


Jornal Primeirafeira
Equipes da Prefeitura fazem plantão para atender ocorrências de enchente
O Secretário de Saúde, Daniel Paulino Evangelista, alerta a população para que evite contato com a água da enchente. “Essa água se mistura com ...
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante



A Bola
Revista de Imprensa «Diagnóstico e tratamento por telemóvel são um risco» - Jornal de Notícias
«A `saúde móvel´ - termo que engloba as práticas médicas apoiadas por dispositivos como os telemóveis, bem como as aplicações - está a explodir.
Google Plus Facebook Twitter Sinalizar como irrelevante

Jornal de Saúde informa

Carvoaria mantinha 23 trabalhadores em situação degradante em Minas Gerais

FISCALIZAÇÃO Carvoaria mantinha 23 trabalhadores em situação degradante em Minas Gerais Todos eles  foram resgatados em ope...

Jornal de Saúde